Destruction: Uma banda intensa, que dá o sangue nas músicas

Resenha - Day Of Reckoning - Destruction

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Christiano K.O.D.A., Fonte: Som Extremo
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


E os reis do thrash alemão (convenhamos, atualmente, estão acima de Sodom e Kreator) continuam cheios de gás. Se no DVD "A Savage Symphony - The History of Annihilation" a banda apenas reforçou sua grandiosidade no mundo metálico, no CD "Day of Reckoning", trazido pela Laser Company para o Brasil, mantiveram seu legado com um excelente trabalho.

Destruction: Big Four alemão está "na lista de prioridades"Doom Metal: os dez trabalhos essenciais do estilo

Esse thrash metal executado pelo trio tem um quê de resgate dos antigos clássicos da banda, mas ao mesmo tempo, apresenta uma pegada moderna e cheia de vigor, mostrando que a Destruction não perderá o fôlego tão cedo. Essa mistura de sonoridades caiu muito bem, e deve atrair novos fãs e recuperar aqueles que só curtem a fase inicial do conjunto.

O vocal rasgado e raivoso de Schmier imprime mais potência a "Day of Reckoning". Confira, por exemplo, o refrão viciante da excelente "Hate is My Fuel" (confira clipe logo abaixo) para sentir a fúria do vocalista/baixista. Mas além dessa, a faixa de abertura é outro destaque e vem atropelando tudo com sua alta velocidade. E a música que dá título ao álbum também é um show de melodia aliada a agressividade.

O baterista Vaaver também brilha e dá peso extremo ao disco com seus bumbos duplos infernais. O cara tem uma técnica muito boa, e quase sempre prioriza a correria em suas batidas. Por fim, Mike continua inspirado, fazendo riffs contagiantes e criativos para dentro do thrash característico da banda.

A produção é nota 10 e o encarte, como sempre, lindo e de alto nível, com papel luxuoso. De verdade, uma das artes gráficas mais belas que já vi. Vou além e quase afirmo que já vale comprar o disco só pela obra de arte do encarte.

Bom, uma coisa que sempre pensei sobre a Destruction, e tenho certeza de que todos os fãs irão concordar: é uma banda intensa, que realmente dá o sangue nas músicas. "Day of Reckoning" pode não atingir o patamar de um "Infernal Overkill" (1985) ou um "Eternal Devastation" (1986), mas certamente merece destaque na discografia do grupo.

Destruction - Day of Reckoning
Laser Company - 2011 - Alemanha
http://www.myspace.com/destruction

1. The Price
2. Hate Is My Fuel
3. Armageddonizer
4. Devil's Advocate
5. Day of Reckoning
6. Sorcerer of Black Magic
7. Misfit
8. The Demon Is God
9. Church of Disgust
10. Destroyer or Creator
11. Sheep of the Regime
12. Stand up and Shout (Dio cover - Bonus Track)


Outras resenhas de Day Of Reckoning - Destruction

Destruction: O trio se supera com o novo petardoDestruction: Reforçando seu status de referência musicalDestruction: Um disco rápido e intensamente pesadoDestruction: Permanecendo sinônimo de Thrash Metal vigoroso




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Destruction"


Destruction: Big Four alemão está na lista de prioridades, afirma SchmierDestruction
Big Four alemão está "na lista de prioridades", afirma Schmier

Destruction: estreia do clipe "Betrayal"

Alemanha: as dez maiores bandas de Metal do paísAlemanha
As dez maiores bandas de Metal do país

Metal Heavy: 10 clássicos para entender o Thrash MetalMetal Heavy
10 clássicos para entender o Thrash Metal

Top 10: Os mais influentes álbuns de Thrash MetalTop 10
Os mais influentes álbuns de Thrash Metal


Doom Metal: os dez trabalhos essenciais do estiloDoom Metal
Os dez trabalhos essenciais do estilo

Sociedade Alternativa: Fama proporcional à escassez teóricaSociedade Alternativa
Fama proporcional à escassez teórica

Hetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no MetallicaHetfield
Egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica

Bateristas: os dez músicos mais loucos de todos os temposDave Mustaine: 10 coisas que você não sabia sobre eleKerry King: terroristas demoraram pra atacar shows de rockRock e Metal: Algumas das melhores duplas de guitarristas

Sobre Christiano K.O.D.A.

Um cara diretamente ligado ao Som Extremo, fã de livros e filmes, formado em Imagem e Som, Publicidade e Propaganda e Jornalismo. Faz parte da banda de grindcore Prey of Chaos e tem um blog dedicado à música barulhenta. Enfim, alguém que faz da música sua vida.

Mais matérias de Christiano K.O.D.A. no Whiplash.Net.