Destruction: O trio se supera com o novo petardo

Resenha - Day Of Reckoning - Destruction

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Maicon Leite
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


O Thrash Metal alemão seria muito diferente caso não existissem bandas como Sodom, Kreator e Destruction. O trio, para muitos considerados como a santa trindade do Thrash germânico, passou por altos e baixos nos anos 90, principalmente o Destruction, que no começo da referida década perdeu totalmente sua identidade, principalmente por não contar mais com o lendário Schmier no baixo e vocal. Sua volta ao grupo no final da mesma década fez com que a cena Thrash ganhasse novo fôlego, e o resto é história.
5000 acessosMayhem: banda levou restos humanos para o palco em 20115000 acessosAs regras do Thrash Metal

Alguns discos depois – e um certo descontentamento entre os fãs “die hard” – o trio praticamente se supera com este novo petardo! A entrada do novo baterista, Vaaver, deu um gás para Schmier e Mike (guitarra), transformando “Day of Reckoning” num álbum que impõe respeito e reconquista rapidamente a parcela de fãs que possam ter se decepcionado com os últimos lançamentos. “The Price” abre o disco de maneira espetacular, rápida e insana, com Mike usando e abusando dos riffs cortantes, além de solos alucinados, um clássico instantâneo! A empolgação não cessa, já que a próxima faixa, “Hate is My Fuel” é outro quebra pescoço, chegando a lembrar Slayer em alguns momentos, transitando entre a velocidade e a quebradeira e empregando o refrão constantemente, grudando na cabeça.

“Armageddonizer” celebra a porradaria de forma intensa, enquanto “Devi’s Advocate” explode com tudo, literalmente. Resumindo o disco de forma bem sucinta, trata-se de um dos melhores lançamentos de Thrash Metal do ano, desde já. Aos amantes de uma boa capa, “Day of Reckoning” deverá deixá-los de boca aberta, ainda mais na versão completa, onde a capa aparece inteira, uma obra de arte! Agora é esperar que mantenham todo este pique por um bom tempo, o Thrash Metal agradece.

Destruction – Day of Reckoning
Nuclear Blast/ Laser Company – 2011

Line-up:
Schmier – vocal e baixo
Mike Sifringer – guitarra
Vaaver (Wawrzyniec Dramowicz) – bateria

Track-list:
1. The Price
2. Hate Is My Fuel
3. Armageddonizer
4. Devil’s Advocate
5. Day of Reckoning
6. Sorcerer of Black Magic
7. Misfit
8. The Demon Is God
9. Church of Disgust
10. Destroyer or Creator
11. Sheep of the Regime
12. Stand up and Shout (Dio cover - Bonus Track)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de Day Of Reckoning - Destruction

1108 acessosDestruction: Reforçando seu status de referência musical1730 acessosDestruction: Uma banda intensa, que dá o sangue nas músicas1857 acessosDestruction: Um disco rápido e intensamente pesado1194 acessosDestruction: Permanecendo sinônimo de Thrash Metal vigoroso

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 17 de maio de 2012

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Destruction"

AlemanhaAlemanha
As dez maiores bandas de Metal do país

Top 10Top 10
Os mais influentes álbuns de Thrash Metal

Metal AlemãoMetal Alemão
About.com elege as melhores bandas

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Destruction"

MayhemMayhem
Banda levou restos humanos pro palco na França

HumorHumor
Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash

Bon JoviBon Jovi
Larissa Riquelme dança música com os seios de fora

5000 acessosNirvana: quem é o bebê da capa de Nevermind?5000 acessosGarimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock5000 acessosGuns N' Roses: Axl Rose conversa com fãs e abre o jogo!5000 acessosOzzy Osbourne: volta de Zakk Wylde une útil ao agradável5000 acessosAngra: uma sincera homenagem aos mestres Chimbinha e Joelma5000 acessosSlayer: É difícil ser um pai responsável enquanto canta sobre morte?

Sobre Maicon Leite

Maicon Leite é assessor de imprensa na Wargods Press, colaborador na revista Roadie Crew e um dos autores do livro Tá no Sangue! - A História do Rock Pesado Gaúcho, dentre outros projetos e publicações.

Mais matérias de Maicon Leite no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online