Dream Theater: É ouvir sem preconceitos e ser feliz

Resenha - A Dramatic Turn of Events - Dream Theater

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Felipe Carneiro Silva
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A espera por esse álbum foi muito grande não só pra mim, que sou grande fã do "Black Sabbath" do Metal Progressivo (acho que mais gente considera também) mas pra grande maioria de fãs. Mas antes da espera do álbum, veio também a espera de quem seria o substituto do Portnoy. Fizeram documentário, toda uma lenga-lenga e enfim anunciaram Mike Mangini. O que cagaram na cabeça dessa cara não foi fácil, mas ele provou a que veio nesse álbum. Claro que sempre terão os fãs revoltadinhos que vão virar a cara pra banda porque "sem o Portnoy não tem Dream Theater e mimimi", mas isso já é algo do passado e quem sabe um dia muito remotamente ele volte, mas esse não é o assunto pra ser debatido aqui e sim sobre o novo álbum.
5000 acessosPortnoy: ele entende porque os caras do DT recusaram o convite5000 acessosMorbid Angel: "banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

O álbum abre com "On the Backs of Angels", já conhecida e a única faixa que a banda lançou inteira pra audição antes do lançamento. Deveras pesada e com um puta refrão, em muitos momentos me lembrou a "Pull Me Under". Logo após vem "Build Me Up, Break Me down" que me soou um pouco estranha na primeira audição, pois tem uns elementos meio technos (?), pareceu pra mim ter forte influência do "Train of Thought". "Lost Not Forgotten" é outra que tem um puta refrão daqueles que só os caras sabem fazer, cheio de levadas e mudanças de tempo dignas deles. "This Is The Life" é uma balada a lá "Hollow Years", onde o Petruuci e o Jordan dão um show a parte. "Bridges In The Sky" é extrememente pesada com bastante influências thrash onde o Petrucci abusa da sua 7 cordas. "Outcry" vem logo após, com um começo meio pop techno, mas que pelo contrário de que muitos irão pesar soou legal a música. Faixa tipicamente Dream Theater, com direito aos velhos grooves, mudanças de ritmo e um show a parte de todos os integrantes. "Far From Heaven" é uma balada bem curta, a lá "Wait for Sleep" ou "Vacant",que na minha humilde opinião vai fazer muito marmanjão chorar se for executada nos shows. Destaque pro LaBrie interpretando com muita emoção. E eis que surge "Breaking All Illusions", que pra mim com certeza disparado é a melhor composição desse álbum. Mudanças rítmicas, teclados inspirados e todos aqueles elementos que nunca faltam no som dos caras e um dos melhores refrões de toda carreira deles. Petrucci dá um show nessa música, ele só pode ter uns 30 dedos em cada mão, porque como toca. E então encerra-se com "Beneath The Surface", mais uma balada legalzinha, mas que não acrescenta muito no álbum.

A conclusão que cheguei: A espera valeu a pena e a saída do Portnoy não prejudicou a criatividade dos caras. Mike Mangini mostrou um ótimo trabalho. Não é o melhor álbum deles com certeza, mas é uma prova que mesmo se o seu co-fundador eles ainda tem muito pela frente. É ouvir sem preconceitos e ser feliz.

Tracklist:

01. On the Backs of Angels 08:42
02. Build Me Up, Break Me Down 06:59
03. Lost Not Forgotten 10:11
04. This is the Life 06:57
05. Bridges In The Sky 11:01
06. Outcry 11:24
07. Far From Heaven 03:56
08. Breaking All Illusions 12:25
09. Beneath The Surface 5:26

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Outras resenhas de A Dramatic Turn of Events - Dream Theater

3805 acessosResenha - A Dramatic Turn Of Events - Dream Theater5000 acessosDream Theater: Uma montanha russa de sensações5000 acessosDream Theater: Insosso, covarde e ganancioso, mas não ruim4405 acessosDream Theater: O que importa é a música, palmas para eles!5000 acessosDream Theater: É só isso? Tanta tempestade pra isso?5000 acessosDream Theater: Novo álbum não agrada de imediato4744 acessosDream Theater: Refrescante como há tempos não soava5000 acessosDream Theater: No topo inatingível do metal progressivo

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mike PortnoyMike Portnoy
Ele entende porque os caras do Dream Theater recusaram o convite

874 acessosNeno Fernando: Vocalista lança tributo ao Dream Theater305 acessosDarkos: os incríveis solos de guitarra de John Petrucci0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Dream Theater"

Mike PortnoyMike Portnoy
Puto com fã que usava camiseta de novo álbum do DT

Dream Theater e Guns N RosesDream Theater e Guns N' Roses
30 anos, uma no auge, já a outra...

Dream TheaterDream Theater
Dez semelhanças - ou seriam plágios?

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Dream Theater"

Morbid AngelMorbid Angel
"Banda satânica, eu jamais voltaria", diz Sandoval

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1980

SlashSlash
Comentários sobre Guns, pornstars e Michael Jackson

5000 acessosClassic Rock: revista elege 100 melhores músicas de rock5000 acessosGuns e Sabbath: semelhança entre Zero the Hero e Paradise City5000 acessosTotal Guitar: os melhores e piores covers da história4746 acessosRonnie James Dio: "não sou satanista", disse em entrevista a Sam Dunn5000 acessosGuns N' Roses: o sucesso que a mídia forjou e destruiu - Parte 15000 acessosZombie: "gravadoras, dinossauros aguardando a morte"

Sobre Felipe Carneiro Silva

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online