Terra Prima: Headbangers devem acompanhar com atenção

Resenha - And Life Begins - Terra Prima

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar Correções  

8


Do metal extremo às vertentes mais melódicas, o underground brasileiro vem revelando uma série de novas e interessantes bandas ano após ano. O nordeste, que sempre teve tradição com o metal agressiva, é a origem do TERRA PRIMA. A banda – que une inusitadas influências do maracatu e do baião ao seu metal melódico – chega ao seu primeiro álbum, intitulado "And Life Begins", com as melhores credenciais para seguir os passos de nomes já consagrados no nosso país.

Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Sepultura: Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?

Em atividade desde 2004, Daniel Pinho (vocal), Diego Veras (guitarra), Otávio Mazer (guitarra), Pedro Diniz (baixo), João Nogueira (teclado) e Tiago Guima (bateria) possuem um currículo invejável de apresentações ao vivo, sobretudo em Recife (PE), a cidade natal da banda. O ótimo trabalho dos caras com a demo "Life Carries On" e com o EP "Step by Step" abriu as portas para que o primeiro disco do sexteto chegasse às lojas através da renomada Voice Music (no Brasil) e da Radtone Music (no Japão). De outro lado, a produção – assinada por Heros Trench e Marcello Pompeu (KORZUS) – é mais do que suficiente para proporcionar uma projeção ainda maior à proposta sonora do TERRA PRIMA. Em seu sentido puramente técnico, "And Life Begins" não poderia soar mais coeso.

A influência artística da banda aparece de maneira muito clara. Como o ANGRA nos mostrou no passado, os pernambucanos do TERRA PRIMA investem suas fichas na proposta de unir referências da música brasileira ao metal melódico. No entanto, "And Life Begins" vai um pouco além e traz um pouco da música flamenca para perto de si. De qualquer forma, o grupo não exagerou na dose e tampouco abriu mão de soar suficientemente pesado para o gênero. A introdução "GateZzzZzz", que conta com a participação dos músicos do NAÇÃO ZUMBI e da TURMA DA MACAXEIRA como convidados, é um nítido exemplo. O restante do repertório, por outro lado, pode até salientar uma pegada mais progressiva, como a que aparece em "Time to Fly".

Não há dúvidas de que a escolha por guitarras pesadas e até certo ponto diversificadas é uma das características mais marcantes do TERRA PRIMA, assim como o trabalho executado com teclados e sintetizadores, que aparece naturalmente e de modo muito eficaz em "And Life Begins". Além disso, Daniel Pinho possui uma das melhores vozes do metal brasileiro da atualidade – um meio termo entre Edu Falaschi (ANGRA) e Humberto Sobrinho (HANGAR). Depois de "Time to Fly", "Await the Story’s End" é a próxima música que deve atrair os olhares. O início cadenciado e o refrão marcante da faixa reaparecem em "New Dawn" – que possui muitas referências do flamenco e da música brasileira. A participação de Andria Busic (DR. SIN) projeta essa música para a linha de frente de "And Life Begins".

Embora não possua um repertório de impacto sonoro imediato, o primeira álbum do TERRA PRIMA precisa ser acompanhado pelos headbangers com atenção. O metal melódico do sexteto pernambucano é complexo e rico em detalhes. Na sequência, a calma "Step by Step" e a rápida "Gain" aparecem com destaque dentro de "And Life Begins". Por fim, "Essence" – que conta a presença de Rafael Bittencourt (ANGRA) assumindo alguns vocais – não chega a exagerar no peso, mas apresenta uma melodia muito bonita e marcante. De certa forma, essa faixa provavelmente conta com todas as credenciais necessárias para se projetar sobre as demais composições do álbum e se tornar a composição mais imponente de todo o disco.

Não há dúvidas de que o TERRA PRIMA cumpriu com o seu dever em mais de cinquenta minutos de música. "And Life Begins" é um ótimo disco, sobretudo se salientado o fato de o sexteto pernambucano ainda ser um iniciante que busca voos para além do nosso underground. A experiência que a banda vai adquirir – em mais um ou dois discos e em mais outra tantas apresentações ao vivo – certamente colocará o TERRA PRIMA entre os principais nomes do gênero em nosso país. Eles só não podem desistir.

Site: www.terraprima.net

Track-list:

01. GateZzzZzz
02. Time to Fly
03. Rage
04. Await the Story’s End
05. New Dawn
06. Prelude to Life
07. And Life Begins
08. Step by Step
09. Gain
10. Life Carries On
11. Essence


Outras resenhas de And Life Begins - Terra Prima

Terra Prima: Power Metal Melódico mesclado a outros estilos




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Vinil: quais são os dez discos mais valiosos do mundo?Vinil
Quais são os dez discos mais valiosos do mundo?

Sepultura: Pavarotti gravou uma versão de Roots Bloody Roots?Sepultura
Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin