Matérias Mais Lidas

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJoão Gordo compara anarcocapitalistas com quem acredita em terraplanismo

imagemRock in Rio libera ingressos extras e novamente dia do metal é único que não esgota

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemTommy Lee postou uma foto com o "Dr. Feelgood" de fora

imagemPrika diz que fez "tudo errado" na primeira turnê da Nervosa, mas aprendeu lição

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemNergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemVídeo de clássico do Kiss é disponibilizado no canal oficial da banda

imagemGeddy Lee e Alex Lifeson tocam clássica do Rush em evento nos EUA


Dream Theater 2022

Facínora: já conhecida assinatura Thrash Metal em debut

Resenha - Hell Is Here - Facínora

Por Ben Ami Scopinho
Em 24/09/10

Nota: 8

Facínora! Belo nome para se batizar uma banda, hein? Esse pessoal vem de Belo Horizonte (MG), tendo começado suas atividades em 2007 sem nenhuma pretensão, somente brincando com covers de AC/DC, Led Zeppelin, Black Sabbath, Exodus e Slayer... Mas foram tomando gosto pela coisa, desenvolveram suas próprias composições, cada vez mais pesadas e que se enveredaram definitiva e rapidamente pelos lados do Thrash Metal, o que culminou no EP "Born In Fear" (08).

Agora "Hell Is Here" marca a estreia do Facínora em disco, mantendo essencialmente sua já conhecida assinatura Thrash Metal, tão contundente e desprovida de grandes requintes. Riff após riff, cada músico desempenha um papel significativo para determinar o ambiente adequado e necessário para criar uma série de composições, sólidas e estimulantes em sua diversidade.

Entre o muito veloz e o cadenciado, o Facínora proporciona momentos em que as composições dão uma inesperada guinada para o lado mais tradicional do Heavy Metal, o que proporciona uma dinâmica muito interessante em meio a tanto caos e loucura. Ainda que o repertório esteja bem balanceado, com a pancadaria correndo solta em "R.I.P. (Religions Is a Plague)" ou "War Between Selfish", certamente o momento de maior impacto é a própria faixa-título, que deverá fazer a festa quando executada ao vivo. É como o próprio vocalista Igor apregoa antes do solo: '...é para quebrar, desgraça!'.

Há décadas o Thrash Metal se mostrou muito mais do que um mero fenômeno temporário, tanto que "Hell Is Here", com suas raízes fincadas na fundação do estilo, está longe de quebrar barreiras – e nem é essa a proposta – mas é celebrado por músicos realmente comprometidos com o underground. Um debut digníssimo, com um áudio onde todos os instrumentos aparecem corretamente e com uma saudável e calculada camada de sujeira, que encontrará os devidos apreciadores entre quem aprecia os primórdios do Exodus, Slayer e Anthrax.

Contato: www.myspace.com/facinorathrash

Formação:
Igor Rodrigues - voz e guitarra
Eder Nunes - guitarra
Anderson Ferret - baixo
Allen Villela - bateria

Facínora - Hell Is Here
(2010 / independente - nacional)

01. Hell Is Here
02. Source Of Madness
03. R.I.P. (Religions Is a Plague)
04. Intro
05. Empty Illusions
06. Living In Reality
07. War Between Selfish
08. Despair
09. Terror
10. The Evil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: a letra que fez Hammett e Hetfield chorarem

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.