Brutal Morticínio: segunda prensagem incrementada do debut

Resenha - Despertar dos Chacais... Outono dos Povos - Brutal Morticínio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Tendo sua origem no Rio Grande do Sul, foi em 2006 que o Brutal Morticínio iniciou suas atividades com a proposta de um Black Metal que resgatasse o orgulho latino-americano em suas letras, celebrando antigos sistemas, ritos tribais e respeitando as diversas etnias que compõe a citada região. Assim sendo, têm nos ditos invasores cristãos da época dos Grandes Navegações seus maiores desafetos.
5000 acessosPhil Anselmo: vocalista mostra seu barraco em Louisiana5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982

A formação do Brutal Morticínio durante a gravação de “Despertar dos Chacais... Outono dos Povos” contou com Tormento (voz e guitarra), Mielikki (baixo) e Mephistopheles (bateria), que estão liberando uma segunda prensagem desde debut, lançado originalmente em 2008 e esgotado neste mesmo ano. E os gaúchos capricharam em seu acabamento gráfico, incrementando-o com uma roupagem digipak, encarte com letras e fotos, tudo extremamente simples, mas que conquista pela eficiênca.

A linha musical segue com influência confessa dos precursores do gênero: Sarcófago, Hellhammer e Darkthrone. Tudo é elaborado tendo como base arranjos ríspidos e muitas vezes instintivos, que transmitem toda a conhecida atmosfera obscura de forma bem básica e com letras vociferadas em nossa língua materna – o que é coerente, levando em conta a proposta da banda.

Ainda que não apresente um repertório realmente diversificado, existe uma consistência na qualidade e ritmo, sendo que várias canções convencem pela atitude áspera, como "A escuridão me conforta" e "Batalhão de Extermínio". Mas é “E a Morte Triunfa...” exatamente o tipo de canção com os benefícios de sua curta duração que o álbum necessitaria apresentar com mais frequência.

De qualquer forma, “Despertar dos Chacais... O Outono dos Povos” possui boas doses daquele assalto sensorial exclusivo para poucos – ou seja, o público blackbanger. Se o leitor se encaixa no perfil e não conhece o Brutal Morticínio, em seu myspace há um link para baixar todo o disco. E, considerando que a banda agora é um quinteto, é aguardar para ver como estará soando o próximo registro!

Contato: www.myspace.com/brutalmortis

Brutal Morticínio - Despertar dos Chacais... O Outono dos Povos
(2009 / independente – nacional)

01. A Escuridão me conforta
02. Banho de Sangue
03. A Eterna Marcha da Devastação
04. Estúpido e Podre Homem Branco Cristão
05. Embarcações da Morte
06. E a Morte Triunfa...
07. Batalhão de Extermínio
08. A Longa Noite dos Corvos (Civilização Cristã)

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Brutal Morticinio"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Brutal Morticinio"

Phil AnselmoPhil Anselmo
Vocalista mostra seu barraco em Louisiana

Heavy MetalHeavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados no ano de 1982

CretinCretin
Transexual rompe barreiras no metal extremo

5000 acessosTatuagens: rabiscos horríveis com temática roqueira parte 15000 acessosNirvana: 20 coisas que você não sabia sobre "Nevermind"5000 acessosPower Metal: 10 álbuns essenciais do estilo5000 acessosChris Cornell: as dez canções mais subestimadas com o vocalista5000 acessosAxl Rose no AC/DC: o que Ozzy Osbourne achou disto?5000 acessosGuitarristas: os 10 maiores de todos os tempos segundo a Time

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online