Matérias Mais Lidas

Manowar: por que o baterista brasileiro Marcus Castellani saiu da bandaManowar: por que o baterista brasileiro Marcus Castellani saiu da banda

Zakk Wylde: o riff que ele queria ter criado - e a música que ele nunca conseguiu tocarZakk Wylde: o riff que ele queria ter criado - e a música que ele nunca conseguiu tocar

Kerrang: 10 capas polêmicas de álbuns de rock e metal que sofreram censuraKerrang: 10 capas polêmicas de álbuns de rock e metal que sofreram censura

Tony Iommi: surpreendendo ao eleger seu Deus do RockTony Iommi: surpreendendo ao eleger seu "Deus do Rock"

Zakk Wylde: cinco músicas que mudaram sua vida, incluindo uma inesperadaZakk Wylde: cinco músicas que mudaram sua vida, incluindo uma inesperada

Megadeth: Mustaine diz que novo álbum está quase saindoMegadeth: Mustaine diz que novo álbum está quase saindo

Angra: saída do Kiko custou muito, mas não pela razão que todos imaginam, diz empresárioAngra: saída do Kiko custou muito, mas não pela razão que todos imaginam, diz empresário

Kiko Loureiro: as maiores lições que ele aprendeu com Dave MustaineKiko Loureiro: as maiores lições que ele aprendeu com Dave Mustaine

Black Sabbath: Bill Ward sabia que primeiro álbum da banda causaria alguns problemasBlack Sabbath: Bill Ward sabia que primeiro álbum da banda "causaria alguns problemas"

Metal sinfônico: os 25 melhores álbuns do estilo, em lista da Metal HammerMetal sinfônico: os 25 melhores álbuns do estilo, em lista da Metal Hammer

Post-Black Metal: uma lista com dez álbuns para conhecer o confuso rótuloPost-Black Metal: uma lista com dez álbuns para conhecer o confuso rótulo

Heavy metal: 10 álbuns que os fãs amam odiar, em lista do canal Ruthless MetalHeavy metal: 10 álbuns que os fãs amam odiar, em lista do canal Ruthless Metal

Zakk Wylde: tocar com Ozzy é como estar na melhor banda cover do mundoZakk Wylde: tocar com Ozzy é como estar na melhor banda cover do mundo

Black Sabbath: Todos os álbuns ranqueados, do pior ao melhor, pela Kerrang!Black Sabbath: Todos os álbuns ranqueados, do pior ao melhor, pela Kerrang!

Deep Purple: Ian Gillan diz que o Brasil é um dos seus lares espirituaisDeep Purple: Ian Gillan diz que o Brasil é um dos seus "lares espirituais"


Stamp

Belphegor: buscando novos elementos para a brutalidade

Resenha - Walpurgis Rites: Hexenwahn - Belphegor

Por Ben Ami Scopinho
Em 04/02/10

Nota: 8

Antes relegada às profundezas do underground, inúmeras bandas já veteranas do cenário Heavy Metal extremo vêm atingindo novos patamares com sua Arte. O motivo? O desenvolvimento consciente das habilidades técnicas de seus músicos e uma produção cada vez mais sólida e límpida, que consiga mostrar todas as minúcias enterradas no corpo das composições.

Esta progressão natural também se aplica ao Belphegor, horda austríaca que está na ativa desde 1993 e com seu oitavo álbum agora aportando em território brasileiro através do selo Laser Company. E "Walpurgis Rites: Hexenwahn" mostra o longo caminho percorrido desde o debut "The Last Supper" (95), com basicamente a mesma visão musical, mas buscando novos elementos para a brutalidade de seu Heavy Metal.

É claro que o Belphegor, com toda sua reputação, nunca iria seguir por rumos que mudassem drasticamente sua sonoridade. É apenas uma questão de tornar as coisas mais interessantes e dinâmicas ao fazer uso de vários andamentos mais cadenciados e uma sutil inserção de melodias que seriam heresia há alguns anos. Mas, enfatizo, mantendo as raízes cruas e amargas de seu conhecido Death e Black Metal.

Assim sendo, a audição de "Walpurgis Rites: Hexenwahn" vai impressionando enquanto progride, em especial pela intrigante "Veneratio Diaboli - I Am Sin". Seus sete minutos faz desta a mais longa composição de toda a carreira dos austríacos e mostra sua necessidade de se expressar com maior liberdade, de forma mais lenta e sem perder a agressão. Outros grandes momentos ficam por conta de "The Crosses Made Of Bone" e "Hail The Blood", que exibem um pouco do que é o ótimo trabalho das guitarras deste disco.

Gravado no Stage One Studios do alemão Andy Classen (Legion Of The Damend, Dew-Scented, Asphyx) e com a sufocante arte de capa elaborada pelo brasileiro Marcelo HVC (Gorgoroth, Vader, Satyricon), este é um excelente álbum de música extrema, mesmo que provavelmente venha a ofuscar ainda mais aquela aura ‘cult’ que o Belphegor vinha ostentando até alguns anos.

Formação:
Helmuth - voz e guitarra
Serpenth - baixo
Morluch - guitarra
Robert Kovačić - bateria (músico de estúdio)

Contato:
http://www.belphegor.at
http://www.myspace.com/belphegor

Belphegor – Walpurgis Rites: Hexenwahn
(2009 - Nuclear Blast Records / Laser Company Records - nacional)

01. Walpurgis Rites
02. Veneratio Diaboli - I Am Sin
03. Hail The New Flesh
04. Reichswehr In Blood
05. The Crosses Made Of Bone
06. Der Geistertreiber
07. Destroyer Hekate
08. Enthralled Toxic Sabbath
09. Hexenwahn - Totenkult

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

WhatsApp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Belphegor: Dane-se a Igreja, precisamos de mais Metal!Belphegor: "Dane-se a Igreja, precisamos de mais Metal!"

Belphegor: frontman quase morreu por doença do BrasilBelphegor: frontman quase morreu por doença do Brasil


Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

The Voice Kids: garotinha canta Led Zeppelin e conquista todosThe Voice Kids
Garotinha canta Led Zeppelin e conquista todos


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.