Matérias Mais Lidas

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemJoão Gordo compara anarcocapitalistas com quem acredita em terraplanismo

imagemBruce Dickinson revela qual é sua música preferida do Iron Maiden

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemNando Reis e a linda música que Samuel Rosa dispensou por ter recebido na hora errada

imagemNergal diz que vocalista do Arch Enemy é mais corajosa do que muito metaleiro homem

imagemSteve Perry revela o motivo ter recusado substituir Dave Lee Roth no Van Halen

imagemNirvana: Segundo Kurt Cobain, "Lithium" fala sobre vício e religião


Stamp

Black Dahlia Murder: composições um pouco mais refinadas

Resenha - Deflorate - Black Dahlia Murder

Por Ben Ami Scopinho
Em 12/01/10

Nota: 8

Ainda que obscuro entre o público brasileiro, o The Black Dahlia Murder já liberou um EP e três álbuns desde o início de sua carreira em 2000, nos Estados Unidos, e inclusive alguns garantem que estes discos até mesmo influenciaram várias outras bandas de Death Metal Melódico e Metalcore. Os últimos tempos foram marcados pelo fato de seu guitarrista e fundador John Kempainen partir em busca de outros objetivos, e cujo posto foi preenchido por Ryan Knight (Arsis).

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Assim sendo, após uma extensa turnê o The Black Dahlia Murder entrou em estúdio para gravar um novo trabalho. Apesar de a troca de guitarrista refletir em composições um pouco mais refinadas e com um nível técnico realmente elevado – em especial no que diz respeito aos solos – é fato que o repertório apresenta muito da musicalidade de seu antecessor, o respeitável "Nocturnal" (07).

Ou seja, "Deflorate" é um álbum acelerado, com boas doses de groovy, passagens extremas recheadas com blastbeats e também melodias acessíveis, onde o humor negro de suas letras continua sendo guinchado ameaçadoramente por Trevor. E, com toda essa conhecida atmosfera, naturalmente há ótimas composições como as furiosas "A Selection Unnatural", "Eyes Of Thousand" e "I Will Return", além dos ótimos solos de "Denounced, Disgraced" e "Throne Of Lunacy".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

O real inconveniente por aqui é que a audição beira pouco mais de 30 minutos, o que pode até mesmo ser encarado como certa ‘preguiça’ por parte da banda... De qualquer forma, os apreciadores do estilo e até mesmo alguns de seus detratores encontrarão por aqui todos os elementos que fizeram do Death Melódico e Metalcore estilos tão interessantes. Dificilmente poderá ser enquadrado como algo realmente original, mas em compensação possui tudo muito bem estruturado e cheio de energia.

Amenidades macabras: o termo The Black Dahlia Murder teve sua origem em um assassinato nunca desvendado que ocorreu na Hollywood de 1947. O matador não se limitou apenas em tirar a vida da jovem atriz Elizabeth Short... O elemento a dividiu na altura da cintura e drenou todo seu sangue antes de jogá-la em um terreno baldio. E um caso tipicamente hollywoodiano desses fatalmente resultou no filme "The Black Dahlia" em 2006, dirigido por ninguém menos que o mestre Brian De Palma.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Contato: www.myspace.com/blackdahliamurder

Formação:
Trevor Strnad - voz
Brian Eschbach - guitarra
Ryan Knight - guitarra
Bart Williams - baixo
Shannon Lucas - bateria

The Black Dahlia Murder - Deflorate
(2009 / Metal Blade Records - importado)

01. Black Valor
02. Necropolis
03. A Selection Unnatural
04. Denounced, Disgraced
05. Christ Deformed
06. Death Panorama
07. Throne Of Lunacy
08. Eyes Of Thousand
09. That Which Erodes The Most Tender
10. I Will Return


Outras resenhas de Deflorate - Black Dahlia Murder

Resenha - Deflorate - Black Dahlia Murder

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Revocation lança música com participação de falecido vocalista do Black Dahlia Murder

Quais bandas formariam o "Big Four" do death metal, de acordo com o Loudwire

Quais bandas formariam o "Big Four" do death metal, de acordo com o Loudwire

Death Metal: cinco bateristas do gênero que são insanos

Heavy Metal: 10 bandas com formações tumultuadas

Guns N' Roses: a versão de Axl Rose sobre a separação

Metal: 16 músicas dos anos 80 para se escutar durante o treino


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.