Destrage: do lado mais contemporâneo do Heavy Metal

Resenha - Urban Being - Destrage

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 7

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Outro bom grupo recomendado aos que apreciam o lado mais contemporâneo do Heavy Metal... Natural de Milão, o Destrage vem desde 2005 lapidando sua música e, após duas demos - "Code To Emptiness" (05) e "Self Id Generator" (06) - chegou o momento de estrear em disco, que está chegando ao mercado europeu via Coroner Records, selo que parece ter como missão apresentar os novos nomes que estão atuando no underground da Itália.
5000 acessosGastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical5000 acessosA História do Burzum

"Urban Being" mostra uma banda bastante equilibrada entre a ferocidade da música extrema e as melodias, que certamente encontram referências no chamado Death Metal Melódico. Mas o uso e abuso de elementos do Rock´n´Roll, Thrash e Hardcore são aplicados de forma que tudo venha a soar mais modernoso, inclusive a ponto de abrir uma brecha para serem enquadrados no lado mais alternativo do rock pesado.

Ainda que cada faixa possua uma dinâmica distinta, a fórmula se mantém basicamente a mesma no decorrer das 10 composições. Andamentos incrivelmente rápidos, groove, muitos riffs competentes e vocalizações distorcidas e gritadas, que, como é típico do estilo, dispara vozes limpas em alguns dos refrões. Teclados? Seu uso é raro, o que garante um peso ainda maior às canções.

"Art For Free", "Self ID Generator", a incrível "Beauty Clown" e a faixa título são exemplos do nervosismo que é a música do Destrage. Uma estréia bem acima da média, que merece uma cuidadosa audição por quem quer provar uma apimentada pizza italiana com temperos suecos e norte-americanos, na linha de Soilwork, The Haunted, Slipknot e The Dilinger Scape Plan.

Formação:
Paolo Colavolpe - voz
Matteo Di Gioia - guitarra
Ralph Salati - guitarra
Gabriel Pignata - baixo
Federico Paulovich - bateria

Destrage - Urban Being
(2009 / Coroner Records - importado)

01. Trash For Sale
02. Art For Free
03. Self ID Generator
04. The H Factor
05. Joker The Fast
06. Infinite Dump System Circle
07. Beauty Clown
08. Digital Abuse
09. Very Important Pointless
10. Urban Being

Homepage: www.destrage.com

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Urban Being - Destrage"

Collectors RoomCollectors Room
A coleção de Gastão Moreira, ex-VJ do programa Fúria Metal

BurzumBurzum
A polêmica história e filosofia de Varg Vikernes

Sua Banda Favorita Fez Merda?Sua Banda Favorita Fez Merda?
Deixe de ser otário e reconheça

5000 acessosGastão Moreira: A coleção do VJ, apresentador e jornalista musical5000 acessosA História do Burzum5000 acessosSua Banda Favorita Fez Merda?: Deixe de ser otário e reconheça5000 acessosSammy Hagar: ego fora de controle ou mentiroso descarado?5000 acessosComo formar uma banda de Hard Rock em 69 lições5000 acessosSign of the horns: o sinal do Demônio

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online