Bible Of The Devil: proposta retrô cativa pela nostalgia

Resenha - Freedom Metal - Bible Of The Devil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Embora seja um veterano na cena de Chicago (EUA), seu nome ainda pode gerar algumas confusões por aí... Mas o Bible Of The Devil consegue mostrar que o cenário underground norte-americano está longe de produzir somente aquelas bandas mais alternativas que tem estado em evidência nos últimos anos. Na ativa desde 1999, o grupo está lançando seu quinto álbum com uma proposta bem retrô, mas que cativa pela nostalgia transmitida por cada uma de suas composições.
5000 acessosCharlie Brown Jr.: as raízes heavy metal da banda5000 acessosIron Maiden: as 10 melhores músicas da fase Blaze Bayley

Analisando friamente, “Freedom Metal” não se preocupa em apresentar uma real identidade musical. Longe disso. Ainda que Mark Hoffmann tenha um timbre que remeta parcialmente a Dave Wyndorf (Monster Magnet), seus músicos possuem mesmo é um impressionante talento em render verdadeiras homenagens às mais influentes bandas que o Hard Rock e o Heavy Metal apresentaram ao mundo e que fizeram história entre a segunda metade dos anos 1970 e início da década seguinte.

Para o leitor ter uma idéia do respeito que o Bible Of The Devil tem pelos velhos tempos, cito duas das melhores composições do álbum: “Hijack The Night” e “Ol’ Girl”. A primeira poderia ter sido composta pelo Kiss em seus melhores momentos, e a segunda encheria de orgulho o falecido Phil Lynott, do Thin Lizzy. E, durante a audição, a sensação de Déjà vu prossegue firme, com inúmeras referências ao Ted Nugent, Grand Funk, Motorhead e uma sempre interessante veia do famoso NWOBHM de Iron Maiden ou Saxon.

Em uma época em que o público parece dar mais valor às bandinhas covers, o Bible Of The Devil até se prontifica a fazer algo similar, mas tocando músicas autorais que parecem ter sido compostas pelos mestres em seus dias de glória – e não possuem pudores de em mostrar isso para todo mundo. Tudo é muito familiar e totalmente recomendável àqueles que curtiram o Hard Metal em seus primórdios. Muito bom!

Formação:
Mark Hoffmann - voz e guitarra
Nate Perry - guitarra
Darren Amaya - baixo
Greg Spalding - bateria

Bible Of The Devil - Freedom Metal
(2008 / Cruz del Sur Music – importado)

01. Hijack The Night
02. Night Oath
03. The Turning Stone
04. Womanize
05. 0Heat Feeler
06. Ol’ Girl
07. Greek Fire
08. 500 More

Homepage:
http://www.bibleofthedevil.com

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Bible Of The Devil"

Charlie Brown Jr.Charlie Brown Jr.
As raízes heavy metal da banda

Iron MaidenIron Maiden
As 10 melhores músicas da fase Blaze Bayley

SatanismoSatanismo
O que pensam os que acreditam que rock é coisa do demo?

5000 acessosZakk Wylde: "eu bebia porque curto tomar um porre"5000 acessosAlemanha: as dez maiores bandas de Metal do país5000 acessosEm 16/08/1977: Morre Elvis Presley3976 acessosU2: os acachapantes números da turnê 360°5000 acessosFrases de bandas: o que eles realmente querem dizer?4793 acessosIron Maiden: de Somewhere in Time até hoje, reminiscências que causam delírio

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online