Magnum: acrescentando metal melódico à proposta musical?

Resenha - Princess Alice and The Broken Arrow - Magnum

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Thiago El Cid Cardim
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 6

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


É muito provável que os fãs mais novos de hard rock/heavy metal só tenham ouvido falar do Magnum por meio de um de seus maiores fãs declarados, Tobias Sammet (é, aquele sujeitinho que comanda o Edguy, sabe?). O vocalista do Magnum, Bob Catley, esteve presente – de maneira soberba, diga-se – nos discos do projeto paralelo Avantasia e o próprio Edguy gravou um cover de “The Spirit” para o EP “Superheroes”. Desta forma, é preciso dizer que o mais recente álbum deste veterano quinteto inglês, “Princess Alice and The Broken Arrow” é exatamente o melhor ponto de partida para iniciar os jovens interessados na discografia de Catley e cia. No entanto, o disco pode não soar assim tão agradável aos ouvidos de quem já conhece o trabalho do Magnum de longa data...
5000 acessosSarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais5000 acessosGhost: De quais bandas brasileiras eles gostam?

Surgido na década de 70, o Magnum sempre foi uma banda de hard rock clássica, com notáveis elementos progressivos imbuídos na sua sonoridade. Depois de uma série de mudanças na formação, eles anunciaram sua separação – retomando as atividades em 2001, com a presença de apenas dois membros da equipe original. Mas, sejamos coerentes, restaram os dois músicos que são a alma da banda: enquanto o guitarrista Tony Clarkin é o principal compositor das canções do Magnum, a característica voz de Bob Catley dá o tom à sua obra.

Considere você um problema ou não, “Princess Alice and The Broken Arrow” continua acrescentando um elemento de metal melódico à proposta musical do Magnum. A guitarra de Clarkin na balada de abertura, “When We Were Younger”, é prova inconteste de que o caminho agora é outro – e, apesar de ser claramente fã de metal melódico, devo dizer que não sei se gosto deste desvio e do que ele parece reservar ao futuro. Escutando canções como “Dragons Are Real” ou a faixa de encerramento “You'll Never Sleep”, por exemplo, é possível sentir que tem algo ali que não combina, que não foi acrescido ao restante de maneira exatamente harmônica. Talvez um riff de guitarra fora do lugar ou um teclado que é pomposo demais para o restante.

Isso não quer dizer que “Princess Alice and The Broken Arrow” não tenha seus bons momentos. “Out of the Shadows” e “Be Strong” são dois daqueles hardões de sabor setentista nos quais a voz rasgada de Catley entrega uma força muitíssimo bem-vinda – e que não soam datados de maneira nenhuma. Da mesma forma, os baladões rasgados “Thank You For The Day” e “Inside Your Head” são apostas garantidas na maior especialidade do cantor, que sabe expressar sua emoção de forma profunda como poucos.

Aí vai uma dica para Catley e Clarkin: que tal deixarem o metal melódico para os convites de Tobias Sammet e, dentro do Magnum, trabalhar para evoluir um trabalho que vinha funcionando muito bem há décadas? Vai fazer bem para todo mundo.

Line-Up:
Bob Catley – Vocal
Tony Clarkin – Guitarra
Alan Barrow – Baixo
Jimmy Copley – Bateria
Mark Stanway – Teclado

Tracklist:
01. When We Were Younger
02. Eyes Wide Open
03. Like Brothers We Stand
04. Out of the Shadows
05. Dragons Are Real
06. Inside Your Head
07. Be Strong
08. Thank You for the Day
09. Your Lies
10. Desperate Times
11. You'll Never Sleep

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Magnum"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Magnum"

SarcófagoSarcófago
Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais

GhostGhost
De quais bandas brasileiras eles gostam?

Débil MetalDébil Metal
Quando os fãs assustam os ídolos

5000 acessosIron Maiden: Nado sincronizado ao som de "The Trooper"5000 acessosLGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais5000 acessosMetallica: banda pensou em demitir Lars Ulrich?5000 acessosSeparados no nascimento: Dave Mustaine e Mika Hakkinen4968 acessosJames Hetfield: ele rejeita a "fase U2" do Metallica5000 acessosMelhores de 2012: as escolhas do redator Ben Ami Scopinho

Sobre Thiago El Cid Cardim

Thiago Cardim é publicitário e jornalista. Nerd convicto, louco por cinema, séries de TV e histórias em quadrinhos. Vegetariano por opção, banger de coração, marvete de carteirinha. É apaixonado por Queen e Blind Guardian. Mas também adora Iron Maiden, Judas Priest, Aerosmith, Kiss, Anthrax, Stratovarius, Edguy, Kamelot, Manowar, Rhapsody, Mötley Crüe, Europe, Scorpions, Sebastian Bach, Michael Kiske, Jeff Scott Soto, System of a Down, The Darkness e mais uma porrada de coisas. Dentre os nacionais, curte Velhas Virgens, Ultraje a Rigor, Camisa de Vênus, Matanza, Sepultura, Tuatha de Danaan, Tubaína, Ira! e Premê. Escreve seus desatinos sobre música, cinema e quadrinhos no www.observatorionerd.com.br e no www.twitter.com/thiagocardim.

Mais informações sobre Thiago El Cid Cardim

Mais matérias de Thiago El Cid Cardim no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online