Grand Funk Railroad: item básico em qualquer coleção

Resenha - E Pluribus Funk - Grand Funk Railroad

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig, Fonte: Collector's Room
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade


Um dos maiores e mais importantes power trios norte-americanos, o Grand Funk Railroad influenciou uma pá de bandas com seu vigoroso hard rock levado com uma fúria instrumental que metia medo.

Please Come To Brazil: 5 bandas de Classic Rock que nunca nos visitaramJim Carrey: batendo cabeça ao som de Cannibal Corpse

Tendo Mark Farner e Don Brewer à frente revezando-se nos vocais, enquanto Mel Schacher segurava as pontas com seu baixo personalíssimo, o grupo alcançou enorme sucesso durante a década de setenta, transformando-se em um fenômeno de popularidade nos Estados Unidos e, por consequência, em todo o mundo, atraindo multidões aos seus mitológicos shows.

Muito disso se deve a esse álbum. "E Pluribus Funk", o disco da moeda, foi lançado em 15 de novembro de 1971 e é o quinto trabalho da banda (sexto, se contarmos o "Live Album", de 1970). Nele estão algumas composições que se tornariam cavalos de batalha do trio, como "Footstompin' Music", "People Let's Stop the War" e a impressionante "Loneliness", onde os caras são acompanhados por uma orquestra.

Na época o álbum ganhou uma edição especial que vinha em uma embalagem de metal em formato de moeda, raríssima e disputada a tapa hoje em dia. Se encontrar, compre.

Vale citar também que a discografia do Grand Funk Railroad foi relançada em 2002, com todos os discos remasterizados e repletos de faixas bônus. Esse relançamento ocorreu também no Brasil, inclusive com as edições nacionais sendo consideradas melhores que as importadas, fato dificílimo de acontecer. Quem comprova isso é Bento Araújo, conceituado jornalista, editor da Poeira Zine e fã declarado do Grand Funk.

Aqui você leva, além das sete faixas originais, quatro bônus: "Live Medley: I'm Your Captain / Closer to Home", "Hooked on Love" , "Get It Together (Recorded in Dayton, OH 4/27/71)" e "Mark Say's Alright (Live)".

Discaço, item básico em qualquer coleção.

Line-up:
Mark Farner - Vocal e Guitarra
Don Brewer - Vocal e Bateria
Mel Schacher - Baixo

Faixas:
1. Footstompin' Music - 3:48
2. People, Let's Stop the War- 5:12
3. Upsetter- 4:27
4. I Come Tumblin' - 5:39
5. Save the Land - 4:14
6. No Lies - 3:58
7. Loneliness - 8:48

Bonus Tracks
8. Live Medley: I'm Your Captain / Closer to Home - 5:57
9. Hooked on Love - 2:45
10. Get It Together (Recorded in Dayton, OH 4/27/71) - 2:53
11. Mark Say's Alright (Live) - 4:23


Outras resenhas de E Pluribus Funk - Grand Funk Railroad

Grand Funk Railroad: A verdadeira trip do "E Pluribus Funk"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Grand Funk Railroad"


Please Come To Brazil: 5 bandas de Classic Rock que nunca nos visitaramPlease Come To Brazil
5 bandas de Classic Rock que nunca nos visitaram

Heavy Metal (o filme): trilha sonora do caralho!Heavy Metal (o filme)
Trilha sonora do caralho!

Grand Funk Railroad: quando a banda superou o Led Zeppelin - e foi boicotadaGrand Funk Railroad
Quando a banda superou o Led Zeppelin - e foi boicotada


Jim Carrey: batendo cabeça ao som de Cannibal CorpseJim Carrey
Batendo cabeça ao som de Cannibal Corpse

Cannibal Corpse: o pescoço gigante de George FisherCannibal Corpse
O pescoço gigante de George Fisher


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adGoo336|adClio336