Suidakra: Death Metal melódico repleto de elementos folk

Resenha - Emprise To Avalon - Suidakra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ben Ami Scopinho
Enviar Correções  


A Dynamo Records vem colocando no mercado brasileiro ótimos registros liberados há alguns anos por bandas que enfim vem se destacando no underground mundial. Agora é a vez de "Emprise To Avalon", o quinto álbum de estúdio do alemão Suidakra, liberado originalmente em 2002 e considerado por muitos como uma verdadeira jóia em se tratando de Death Metal Melódico repleto de elementos da música folclórica.

Angra: versões bizarras de músicas da banda

Baixos e Guitarras: Instrumentos que são verdadeiras obras primas

O Suidakra sempre foi uma banda multifacetada em sua musicalidade. Há muita velocidade em meio a arranjos extremamente melódicos, interlúdios acústicos de refinado bom gosto, freqüente abordagem da música folk européia e a perfeita combinação entre vocalizações agressivas e limpas. Um desafio sônico dos mais prazerosos, pois muitas vezes os arranjos tendem a se apresentar de forma inesperada, ainda que tudo esteja em seu devido lugar.

Escutar "Emprise To Avalon" é ter a garantia de total isenção da monotonia com tal eficácia que, mesmo alguns anos depois de seu lançamento, continue a exalar frescor e inovação. Aliás, o conceito do álbum está longe de ser inovador – retrata a já manjada Avalon do Rei Arthur – mas as canções são de arrepiar, como a abertura bombástica "Darkane Times" (congratulações pelo solo de guitarra!), ou a bela atmosfera criada pelos teclados de "Pendragons's Fall", ou... ou... ou...! Oras, o repertório é praticamente irretocável, certo?

Com um estilo muito bem definido, "Emprise To Avalon" causou grande impacto entre público e crítica europeus na época de seu lançamento – mas infelizmente não o suficiente para que estes alemães conseguissem maior exposição pelo restante do globo. Aliás, o Suidakra pode ser considerado como o mais criativo conjunto do estilo que ainda permanece na obscuridade... E se o caro leitor se encontra entre os que nunca ouviram falar desta incrível banda, então não perca tempo, vá conferir seus álbuns!

Formação:
Arkadius Antonik - vozes agressivas, guitarra, teclados e baixo
Marcel Schoenen - vozes limpas e guitarra
Lars Wehner - bateria

Suidakra - Emprise To Avalon
(2002 / Century Media Records - 2008 / Dynamo Records – nacional)

01. Darkane Times
02. Dinas Emrys
03. Pendragons's Fall
04. The Highking
05. The Spoils Of Annwn
06. The Quest
07. And The Giants Dance...
08. Song Of The Graves
09. Still The Pipes Are Calling (nova versão para "Warpipes Call Me", do álbum "Lupine Essence", de 1997)

Homepage: www.suidakra.de


Outras resenhas de Emprise To Avalon - Suidakra

Resenha - Emprise To Avalon - Suidakra

Resenha - Emprise To Avalon - Suidakra



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Angra: versões bizarras de músicas da bandaAngra
Versões bizarras de músicas da banda

Baixos e Guitarras: Instrumentos que são verdadeiras obras primasBaixos e Guitarras
Instrumentos que são verdadeiras obras primas


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin