Queen: 10 coisas que você não sabe sobre Bohemian Rhapsody

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Mateus de Bem, Fonte: Rockizinho
Enviar correções  |  Comentários  | 


O single "Bohemian Rhapsody" é uma ópera rock magistral de seis minutos sobre um rapaz que matou alguém, vendeu sua alma para Belzebu e quer saber se Scaramouche pode fazer o Fandango. É um mito? Uma metáfora para um relacionamento falho de Freddie Mercury? Bem, o seu palpite é bom. Foi um trabalho gigantesco para uma banda prestes a se tornar uma das maiores do mundo - e estes são os fatos. Abaixo 10 coisas que você não sabe sobre essa canção:

57 acessosPipocando Música: 10 músicas impossíveis de cantar5000 acessosAs regras do Prog Metal

1. "Bohemian Rhapsody'' ficou nove semanas consecutivas no 1º lugar no Reino Unido. É a terceira canção que mais ficou em primeiro lugar no Reino Unido em todos os tempos, atrás de "Cara Mia" de David Whitfield (10 semanas, 1954) e "Rose Marie" de Slim Whitman (11 semanas, 1955).

2. O produtor de "Bohemian Rhapsody", Roy Thomas Baker foi um dos "infelizes" que tentaram produzir 'Chinese Democracy' do GUNS N' ROSES. Foi chutado por ter dado a ideia de o álbum ser guiado apenas pela guitarra. Na visão de AXL ROSE era errado.

3. Scaramouche é um palhaço (personagem da commedia dell'arte) que sempre consegue se esquivar de situações difíceis que se encontra, geralmente à custa de álguem. "Scaramucia", nome original, significa escaramuça.

4. Foi introduzida a rádio pelo comediante Kenny Everett. Num primeiro momento, ele pensou que era estranhamente longa, mas teve uma mudança de ideia. Ele complementa: "Ela poderia ser de meia hora de duração, e seria a número um por séculos!"

5. Freddie Mercury tocou no mesmo piano que PAUL MCCARTNEY utilizou para "Hey Jude".

6. EMI no Reino Unido e Elektra no Reino Unido tentaram cortar pedaços da canção. Como Roger Taylor diz: "Disseram que ela era demasiado longa e não iria funcionar. Podemos pensar, "Bem que poderíamos cortar ela, mas ela não faria qualquer sentido", não faz muito sentido agora e teria ainda menos sentido então; você iria perder todos os humores diferentes da canção. Por isso, dissemos que não."

7. A canção foi o bebê do Freddie Mercury. Brian May em 2002 comentou: "Ele sabia exatamente o que estava fazendo… nós só ajudamos ele dar vida a ela."

8. A ópera levou mais de 70 horas para ser concluída.

9. Freddie escreveu toda a canção - incluindo as composições de harmonias - sobre livros e pedaços de papel de telefone, tornando-se um pouco complicado para os outros membros compreender algumas coisas.

10. Após a primeira execução decisiva na rádio, a EMI percebeu que tinha um hit - porém incomum - em suas mãos. Foi o momento em que eles concordaram em liberar o single completo.

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Linkin ParkLinkin Park
"Chester está no nível de Freddie Mercury e James Hetfield"

57 acessosPipocando Música: 10 músicas impossíveis de cantar495 acessosQueen: veja unboxing da edição de luxo do "News of the World"846 acessosQueen: ouça "All Dead, All Dead" com Freddie no vocal1136 acessosRock and Roll: 5 Álbuns de Rock com Desenhos Malucos1427 acessosQueen: Brian May vai a show da sua banda e filma com o celular0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Queen"

QueenQueen
Bowie, Mercury e a história de Under Pressure

The Voice KidsThe Voice Kids
Até Brian May ficou impressionado com brasileiro

Hard RockHard Rock
As bandas que deram origem aos heróis do gênero

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Queen"


HumorHumor
Ser prog metal é mais que saber tocar em modo frígio

Sharon OsbourneSharon Osbourne
"Ela é a mais maléfica mulher que eu já conheci!"

GuturalGutural
Mulheres que fazem vocal em bandas de Metal

5000 acessosKing Diamond: O que significa ser Satanista?5000 acessosGuns N' Roses: as participações em filmes e trilhas sonoras5000 acessosStrip-Tease: algumas canções que combinam com o tema5000 acessosBlack Sabbath: eu odiava aulas de música, diz Tony Iommi5000 acessosRhythm: os bateristas mais influentes de todos os tempos5000 acessosGhost e Rob Zombie: O Globo errou mesmo a legenda da foto

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 18 de março de 2014
Post de 19 de março de 2014
Post de 28 de março de 2014
Post de 15 de fevereiro de 2015
Post de 21 de fevereiro de 2015
Post de 05 de junho de 2016
Post de 03 de novembro de 2016
Post de 01 de julho de 2017


Sobre Mateus de Bem

Nascido em 1994, conheceu rock ´n´ roll em meados de 2009 através de uma grande banda Guns N´ Roses depois disso não parou mais. Escuta além de Guns: Metallica, Angra, Muse, Shaman, Black Sabbath, Manowar, Kiss, Viper antigo, e muito mais da boa música pesada.

Mais matérias de Mateus de Bem no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online