Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemEvanescence anuncia a saída da guitarrista Jen Majura

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemSe vira nos 30: Andre Matos tomou cano de produtor e fez milagre pra agradar fãs

imagemVinte excelentes músicas do Iron Maiden escritas pelo "chefe" Steve Harris

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield

imagemFreddie Mercury revelou em 1985 como foi conciliar carreira solo e o Queen

imagemO clássico dos Rolling Stones que levou mais de 30 anos para ser tocado ao vivo


Stamp

Resenha - Emprise To Avalon - Suidakra

Por Thiago Sarkis
Em 12/09/02

Nota: 9

Algumas bandas misturam homogeneamente vertentes metálicas. Para entrarmos na linha da crítica, podemos citar o Thyrfing, que traz o pagão e folclórico penetrando o death. O Suidakra brota de mesmas influências, porém com abordagem diferente, heterogênea, sendo os elementos separados nitidamente e cada estilo tocado em sua hora, numa clássica prova do metodismo alemão.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Na veia mais extrema do grupo, a introjeção da escola sueca é óbvia, principalmente pelas guitarras induzidas fortemente por um sensor melódico, o qual se depara e ecoa, por vezes, à maneira da velha e famosa NWOBHM.

Já o lado menos agressivo, e quase sempre imposto por instrumentos acústicos e outros de proveniência do ‘folk’ irlandês, escancara a paixão dos componentes por conjuntos como Skyclad e Blind Guardian. Aliás, o primeiro citado fora homenageado no álbum anterior dos germânicos ("The Arcanum" – 2000), onde há uma versão para "The One Piece Puzzle".

As partes não se cruzam, mas se preenchem. Os vocais limpos completam perfeitamente os guturais, e vice-versa. Da mesma forma, violões e guitarras, folclórico e death. Som técnico, estudado, contagiante e que mesmo trabalhando em temas pouco originais nas letras, exemplo das lendas do Rei Arthur e da espada Excalibur, agrada e muito.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

A escolha de Andy Classen novamente chegou ao nível de melhor impossível. O produtor foi crucial na divisão metódica dos meios influentes e caiu como luva dentro dos objetivos do Suidakra. Que a união prossiga, pois "Emprise To Avalon" é uma amostra excepcional de que Arkadius e sua turma evoluem e amadurecem a cada lançamento. Imperdível!

Site Oficial – http://www.suidakra.info

Formação:
Arkadius (Vocais – Guitarras – Violões – Baixo – Teclados)
Marcel (Vocais limpos - Guitarras – Violões – Tin-Whistle)
Lars (Bateria – Percussão)

Material cedido por:
Century Media Records – http://www.centurymedia.com.br
Telefone: (0xx11) 3097-8117
Fax: (0xx11) 3816-1195
Email: [email protected]

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal


Outras resenhas de Emprise To Avalon - Suidakra

Resenha - Emprise To Avalon - Suidakra

Resenha - Emprise To Avalon - Suidakra

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis.