Black Raven: energia que diferencia o Heavy Metal

Resenha - Day of the Black Raven - Black Raven

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Fernão Silveira
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


A paixão pelo heavy metal levou cinco jovens do nordeste italiano a formar o BLACK RAVEN, banda que apresenta o CD demo "The Day of the Black Raven" como trabalho de estréia. Em cinco faixas, os metaleiros da terra de Roberto Baggio e Alessandro Del Piero mostram que sabem reproduzir à risca os requisitos fundamentais do estilo.
5000 acessosBlack Sabbath: mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward5000 acessosInspiração: 30 canções (não somente rock) para mantê-lo motivado

As músicas trazem climas e introduções elaboradas, que abrem as cortinas para um heavy metal com todos os ingredientes recomendados pelo livro de receitas dos headbangers. A admiração declarada dos italianos pelo IRON MAIDEN é facilmente perceptível ao longo de "The Day of the Black Raven". Não estranhe se algumas passagens do demo remeterem você diretamente a "Two Minutes to Midnight" (em "Black Raven") e "The Rime of the Anciet Mariner" (em "Soldier of the Light"), além das constantes referências sonoras a bandas como JUDAS PRIEST, MEGADETH, HELLOWEEN e MANOWAR – para só citar algumas.

A dupla de guitarras é formada por Cláudio "The Reaper" e Giovanni Schiavon, que se esforçam para reproduzir duetos como Smith & Gers, Downing & Tipton e Mustaine & Friedman. O baixo fica a cargo de Marco Rosa, que compõe a cozinha juntamente com o promissor baterista Francesco Schiavon. E os vocais estão sob a responsabilidade de Andras "Sax" Csàszàr, que não esconde por um segundo sequer a influência de nomes como Michael Kiske, Rob Halford e, claro, Bruce Dickinson.

O trabalho de estréia dos garotos está longe de ser revolucionário ou mesmo diferenciado, mas deixa claro que é o fruto da devoção que eles têm pelo bom e velho heavy metal. E não podemos esquecer que essa energia diferencia o metal dos demais gêneros musicais desde os primórdios, ajudando a arregimentar milhões de fãs pelo mundo afora, geração após geração.

Interessou-se pela proposta? Então, acesse a página do Black Raven no MySpace ou visite o próprio site oficial da banda – os caras prometem enviar a demo para quem demonstrar interesse em conhecer melhor o trampo deles...

BLACK RAVEN – "The Day of the Black Raven" (Demo CD)

1 – Black Raven
2 – Riders of the Grave
3 – Live for Metal
4 – Soldier of the Light
5 – The Day After

Produção independente

Site da banda: http://www.black-raven.it/
Black Raven no MySpace: http://myspace.com/blackravenheavymetalband

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Black Raven"

Black SabbathBlack Sabbath
Mais uma do Tony Iommi pra cima do pobre Bill Ward

InspiraçãoInspiração
30 canções (não somente rock) para mantê-lo motivado

MetallicaMetallica
Prejudicando as finanças da Igreja Universal

5000 acessosSarcófago: Wagner fala da banda, radicalismo, Ghost e muito mais5000 acessosGhost: De quais bandas brasileiras eles gostam?5000 acessosDébil Metal: quando os fãs assustam os ídolos5000 acessosMetallica: "One" fez a ponte entre o Venom e eles4148 acessosScreaming Lord Sutch & the Savages5000 acessosLed Zeppelin: sexo explícito na entrega de discos de ouro em 1973

Sobre Fernão Silveira

Paulistano, são-paulino, nascido nos "loucos anos 70" (1979 ainda é década de 70, certo?) e jornalista. Sua profissão já o levou a cobrir momentos antológicos da história da humanidade, como o título paulista do São Caetano, a conquista da Copa do Brasil pelo Santo André, a visita de Paris Hilton a São Paulo e shows de bandas como Judas Priest, Whitesnake, W.A.S.P., Megadeth, Slayer, Scorpions, Slipknot, Sepultura e por aí vai. Ainda tem muito gás para o nobre ofício jornalístico, mas acha que não vai muito mais longe depois de ter entrevistado Blackie Lawless, Glenn Tipton, Rogério Ceni e, claro, Paris Hilton.

Mais matérias de Fernão Silveira no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online