Agathocles: repugnante caldeirão de extremismo

Resenha - Thanks For Your Hostility - Agathocles

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Ben Ami Scopinho
Enviar correções  |  Comentários  | 

Nota: 8

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.


Dando sequência ao pacote de bandas extremas que está chegando ao Brasil via Cut Throat Records/Bucho Discos, aqui temos outro importantíssimo item da discografia do Agathocles, lançado originalmente em 1996 e até então inédito no Brasil. Foi com “Thanks For Your Hostility” que o guitarrista Matty Dupont estreou no grupo belga ao lado do fundador Jan (baixo e voz) e Burt (bateria e voz), dando continuidade ao caldeirão de extremismos que foi seu antecessor, “Razor Sharp Daggers” (95).
5000 acessosLars Ulrich: O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"5000 acessosO lado escuro do rock: você acredita em magia negra?

Matty é considerado por muitos fãs como um dos grandes guitarristas que passou pela banda, e também o provável responsável por tornar a sensação Punk e Hardcore mais evidente do que nunca – e que consequentemente reduziu espaço para o Grindcore. E são estas as peculiaridades que fornecem a “Thanks For Your Hostility” um caráter tão específico quando comparado com qualquer outro trabalho já lançado pelo grupo.

O Agathocles está em grande forma, tendo como representantes do Grindcore “Criminalisation Of A Strange Behaviour”, “Life Control”, “Strangulation” e a incrível “He Cared”; enquanto torpedos como “Until It Bleeds”, “Hatred Is The Cure” e “Cheers Mankind Cheers” mostram grandes momentos de Hardcore. Também merece citação a destoante “Try”, com rudimentos de reggae (juro que é verdade!!!) que descambam em algo mais punk, bem pegajoso.

“Thanks For Your Hostility” também se caracterizou pelo fato de Burt ter de voltar ao estúdio para regravar novamente toda a bateria do álbum, pois em alguma etapa anterior ocorreu uma falha técnica que comprometeu seu trabalho. De qualquer forma, o único ponto passível de críticas neste álbum recai mesmo é sobre esta mesma gravação, que ficou por demais desleixada. Todos os instrumentos estão lá, marcando presença, mas a bateria possui um timbre inadequado e as guitarras não soam tão altas como poderiam estar.

É claro que este fato não impediu que o disco caísse nas graças do público Grindcore, Punk e Hardcore. Vai ver até ajudou a elevar ainda mais seu moral, afinal, características como ‘horroroso’, ‘cruel’ e ‘repugnante’ não são alguns dos singelos termos que definem o Agathocles como sendo o Agathocles...? Assim sendo, “Thanks For Your Hostility” é um discão!

Agathocles - Thanks For Your Hostility
(2007 - Cut Throat Records / Bucho Discos)

01. Criminalisation Of A Strange Behaviour
02. Life Control
03. Until It Bleeds
04. End Of The Line
05. Doctors Wished Me
06. Knock Back
07. Thanks For Your Hostility
08. Hatred Is The Cure
09. Be Your Own God
10. Distraction
11. Remember
12. Cheers Mankind Cheers
13. Strangulation
14. Foul
15. No Use... Hatred
16. My Reason
17. No One's Right
18. Sheer Neglect
19. Is There A Place?
20. Go Fucking Nihilist
21. Progress Or Stupidity?
22. Try!
23. He Cared
24. Mankind's Not Kind
25. Reduced To An Object
26. Ego-Generosity
27. .....

Homepage: www.agathocles.com

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Agathocles"

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDs0 acessosTodas as matérias sobre "Agathocles"

Lars UlrichLars Ulrich
O motivo pelo qual o Big Four tocou "Am I Evil"

GhostGhost
O lado escuro do rock: você acredita em magia negra?

BizarricesBizarrices
Ozzy Osbourne, Rolling Stones, The Who e outros

5000 acessosCannibal Corpse: o pescoço gigante de George Fisher5000 acessosÁlbuns ao vivo: 10 grandes registros da história do rock5000 acessosGaleria - Musas do Rock N' Roll e Heavy Metal5000 acessosBret Michaels: a pornografia que quase o matou5000 acessosMustaine: "Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!"5000 acessosTestament: Eric Peterson fumou erva com o Black Sabbath

Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre Ben Ami Scopinho

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online