Resenha - Live! - Eterna

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Jackson Paula
Enviar Correções  

9


Com um pouco mais de dez anos de carreira, e cinco álbuns lançados, a banda Eterna lança seu primeiro registro ao vivo, "Live!". Um trabalho onde estão registrados os maiores sucessos do grupo, que é o maior representante do metal cristão da atualidade no mercado nacional.

Anos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana

O disco foi lançado pelo respeitado selo Die Hard Records, e teve um orçamento bem limitado, o que para a banda pouco importou, pois os resultados alcançados foram muito mais do que gratificante. O álbum foi gravado no teatro Dias Gomes (São Paulo), em setembro do ano passado, em um show especialmente preparado para a gravação. Muita garra e extrema capacidade técnica ficam claras nas onze faixas registradas.

O disco é aberto com a excelente "Epiphany", música que dá título ao último trabalho de estúdio da banda. É difícil destacar faixas, pois o conteúdo está muito bem escolhido. Mas algumas coisas devem ser citadas, como, por exemplo, a excelente performance do vocalista Leandro Caçoilo, que prova mais uma vez que não sentiu nem um pouco a responsabilidade de assumir sozinho as vozes do trabalho, com isso também se firmando como um dos maiores vocalistas do nosso país, e um dos melhores do mundo. Prova do que estou falando, são as interpretações feitas em "Corruptions", "Mary’s Son", "Da Pacem Domine" "Piedade" e "The Word", canções que foram feitas antes da sua entrada na banda, que ficaram registradas de uma maneira totalmente singular.

Os integrantes mais novos, o baterista Paulo Henrique e o tecladista Jose Cardillo fazem o seu papel. Peso e melodia ficam na responsabilidade do baixista Jason Freitas e Paulo Frade (único membro restante desde o primeiro lançamento oficial "Shema Israel"). Uma banda muita bem entrosada, como vemos em "Working Man", e que merece o posto de terceira maior força do metal nacional.

Um ótimo trabalho, com excelente material gráfico, lançado em digipack, que em breve também vai ser lançado em DVD.

Só fica o destaque negativo de não haver nenhuma música do álbum "The Gate". Faixas como "Entrance", "The Gate" e "Fight" mereciam um lugarzinho neste excelente presente para todos os seus fãs.

Die Hard Records – nac.


Outras resenhas de Live! - Eterna

Eterna: para fãs de metal cristão ou não-cristão




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Café com Ócio: 15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010Café com Ócio
15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010

Idioma: bandas que já cantaram em sua língua natalIdioma
Bandas que já cantaram em sua língua natal


Anos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãsAnos 90
Bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs

Van Halen: o constrangedor encontro de Eddie com o NirvanaVan Halen
O constrangedor encontro de Eddie com o Nirvana


Sobre Jackson Paula

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin