RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemThe Cure: 5 bandas que o vocalista Robert Smith já declarou odiar

imagemBruce Dickinson é confirmado como uma das atrações do Summer Breeze 2023

imagemGuns N' Roses compartilha foto incrível de show realizado em São Paulo

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemFãs do Guns N' Roses tretam com Regis Tadeu nas suas redes sociais

imagemOs álbuns de outros estilos musicais que Dave Mustaine indica para quem é headbanger

imagemBarbosa ficou em 2º em concurso de guitarrista mais sexy e perdeu para astro internacional

imagemDavid Coverdale lista seus 20 álbuns preferidos do rock britânico

imagemQuando Frank Zappa inventou o streaming, mas nenhuma gravadora se interessou

imagemRafinha Bastos e João Gordo debatem piada sobre Wanessa e discutem papel do humor

imagemBittencourt explica óbvio motivo para convidar "Cara do Crepúsculo" para papel do Batman

imagemCom tempo de sobra, Bruce Dickinson também faz segurança em show do Iron Maiden

imagemPor que Casagrande precisou de escolta de psicóloga para participar de programa de Gordo?

imagemArnaldo explica por que saía do palco quando Titãs tocava hit de "Cabeça Dinossauro"

imagemAxl e o pequeno gesto com Slash comprovando que as tretas do passado ficaram pra trás


Stamp

Van Canto: cinco vocais, música descartável

Resenha - A Storm to Come - Van Canto

Por Gustavo Silva
Em 04/05/07

De tempos em tempos, surge um novo nome no campo da música que, apenas por sua proposta, não necessariamente ligada diretamente ao conteúdo, já exerce fascínio e desperta curiosidade antes mesmo da audição de um trabalho em si. Se hoje já não são mais surpresas, o noneto Slipknot e os violoncelos do Apocalyptica, para ficar em poucos exemplos, chegaram a tal status à época de suas estréias.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

No que diz respeito ao heavy metal, o Van Canto é o estreante mais inovador em sua proposta até o exato presente. E também, o mais subversivo. Em um gênero que se destoou dos outros justamente pelas melodias distorcidas de guitarras e contrabaixos auto-suficientes, criar música apenas com vozes é uma afronta a conservadores de um ritmo que produz há mais de quatro décadas ídolos eternos dedicados à maestria das cordas.

"Cinco cantores, um baterista. Sem guitarras, baixo, teclados, mas, apesar disso, uma experiência melódica inacreditável", descreve a si mesma a banda, que se auto-rotula como representante do ‘hero-metal a-capella’em seu álbum de estréia, "A Storm to Come". Facilitando a vida da crítica, indica, de forma sincera, suas referências: "para aqueles que gostam de canções metal melódicas, épicas e vigorosas; que gostam tanto de Metallica como Nightwish; que acham que o clímax de um show do Blind Guardian é cantar em coro".

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Apenas por palavras, é possível idealizar a personalidade do Van Canto. É nesse ponto que a criatividade musical envereda por rumos inversos ao da criatividade indiscutível do formato. Das nove músicas apresentadas, sete são de autoria do grupo – a instrumental (?!) "Stora Rövardansen" é parte da trilha sonora de um filme sueco; "Battery" é de autoria do... você sabe quem.

Conduzidas por levadas em dois bumbos a cargo de Dennis Strillinger, também baterista do desconhecido Synasthasia, "Lifetime" e "She’s Alive" valem apenas pela experiência de conferir o contraponto de vozes principais de Philip Dennis Schunke, líder do projeto, e Inga Scharf, a única presença feminina. Mas essa intenção é mais bem resolvida em "I Stand Alone", essencialmente uma canção ‘capella metal’.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Com bases em "rakkatakka" – onomatopéia criada pelo grupo para seu karaokê às avessas - "Starlight" tenta aproximar o Van Canto de sua influência Metallica, enquanto a versão para "Battery" pode ser, de tão inusitada e curiosa, risível para alguns, especialmente em seus solos e bases cavalgadas.

Já "King", "Rain" e "The Mission" (que virou videoclipe, já disponível no YouTube) invadem e se alojam no cérebro sem pedirem licença. Todas aspirantes a hinos, mas, com o grande porém: hinos de uma vertente saturada.

Reina (o verbo não é utilizado por acaso), tanto na parte lírica quanto na instrumental (?) o clima épico, de muito tempo atrás, em um reino muito distante (os clichês também não são utilizados por acaso) do metal melódico. E sequer é necessária a audição do álbum para chegar à conclusão: "para todos aqueles que querem ser heróis": é a deixa, escrita pelo próprio grupo, para dar ainda mais referências aos ouvintes, e definir com clareza seu próprio som.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Com frescor indiscutível e carisma popularesco nas primeiras ouvidas, "A Storm to Come" é explicado por um verbete simples: descartável, que deita fora após uma ou mais utilizações (obrigado, Houaiss). Ou seja, a audição não é tortuosa, muito pelo contrário, agradável até certo ponto. Mas o prazo de validade não é indeterminado. E, com as cordas assumindo seus lugares de direito, a música do Van Canto é, simplesmente, comum.

Van Canto – A Storm to Come
( 2006 / General Schallplatten – Importado)

01. Stora Rövardansen
02. King
03. The Mission
04. Lifetime
05. Rain
06. She´s Alive
07. I Stand Alone
08. Starlight
09. Battery

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Homepage: www.vancanto.de


Outras resenhas de A Storm to Come - Van Canto

Resenha - A Storm To Come - Van Canto

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

NFL Steve Harris


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Andre Matos: assista vídeo de Carry On com Van Canto no WOA

Angra: como fica "Carry On" nas vozes do Van Canto

Originalidade: 10 Bandas ou Projetos Inusitados

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Gustavo Silva

Mineiro radicado em São Paulo, Gustavo Silva é curioso por vocação, o que o levou a tentar a carreira de jornalista. Rockstar frustrado, trocou parte do poder emanado de uma guitarra em alto e bom som por palavras, as quais, sem distorção, devem também provocar algum barulho.

Mais matérias de Gustavo Silva.