Matérias Mais Lidas

imagemSteven Tyler dá entrada em clínica de reabilitação após sofrer recaída

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemO que Adrian Smith descobriu ao retornar ao Iron Maiden

imagemMarcello Pompeu agradece mobilização de fãs

imagemAs composições de Paul McCartney nos Beatles preferidas de John Lennon

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemNick Mason relembra a época que o Pink Floyd desastrosamente tentou tocar reggae

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemMetallica libera vídeo de mais uma música tocada no show em São Paulo; assista aqui

imagem"Eu não tinha ideia de quão grande o Maiden iria ficar", diz Bruce Dickinson

imagemO clássico do Helloween que fez Angra mudar nome original de "Running Alone"

imagemMark Tremonti, do Alter Bridge, revela que é grande fã de lendária banda de metal

imagemShavo Odadjian, baixista do System Of A Down, conta quais álbuns mudaram sua vida

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis


Green Carnation: arranjos ricos e feeling de sobra

Resenha - Acoustic Verses - Green Carnation

Por Glauco Silva
Em 13/04/07

Nota: 9

Eu já tinha ouvido falar muito dessa banda, e a expectativa era grande pois o fundador e líder, o guitarrista Tchort, havia gravado baixo no essencial "Anthems To The Welkin At Dusk" do Emperor. Quando vi que era um CD inteiro acústico, bateu aquele desânimo inicial – putz, lá vem violãozinho água-com-açúcar... e que doce decepção eu tive!

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Esse CD é qualquer coisa de fenomenal... musicalidade latente em cada segundo, performances pra lá de inspiradas na voz de Kjetil Nordhus (que, pasmem, às vezes chega a lembrar entonações do Bono Vox), arranjos ricos e criativos, sem ficar numa exibição inútil de técnica – muito pelo contrário, o que sobra aqui é feeling.

E é engraçado notar que o interesse por músicas mais voltadas ao folk cresce e se enraiza cada vez mais entre os músicos advindos da cena Black Metal. Talvez seja uma evolução do instrumentista ou influência do clima local, mas é fato que essa saudável – embora nada pesada – tendência aumenta a cada dia.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As oito viagens (afinal, como definir uma divagação como "In the eye of elephant / Nothing's too big and nothing / Proves you wrong"?!?) desse álbum, por incrível que pareça, são distintas, sem ficar na repetição... vai desde a emoção da faixa de abertura, passando pelos arranjos brilhantes do semi-épico "9-29-045" (dividido em 3 partes), a enorme melancolia de "The Burden Is Mine... Alone" e o poema "Alone", do grande mestre Edgar Allan Poe, musicado de forma brilhante.

Agora, a cereja do bolo é mesmo a última faixa, um bônus inserido pela Hellion (não presente na maioria das versões do exterior): a excepcional "Six Ribbons". A letra é linda, a interpretação magistral, e acima de tudo, fecha esse excelente ábum com a melodia mais medieval que já escutei até hoje.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Uma surpresa agradabilíssima. Dê um descanso aos seus ouvidos e corra atrás deste lançamento o quanto antes... quem sabe, é capaz até de seus pais e amigos, que tanto criticam a 'barulheira' do Metal, passarem a respeitar o estilo que tanto amamos.

Tempo total - 43:29. Faixas

1. Sweet Leaf (4:38)
2. The Burden Is Mine... Alone (3:15)
3. Maybe? (5:02)
4. Alone (3:44)
5. 9-29-045 (15:29)
6. Childs Play part III (3:32
7. High Tide Waves (7:49)
8. Six Ribbons

Lançamento nacional: Hellion Rec.


Outras resenhas de Acoustic Verses - Green Carnation

Resenha - Acoustic Verses - Green Carnation

Resenha - Acoustic Verses - Green Carnation

Resenha - Acoustic Verses - Green Carnation

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Green Carnation: versão remasterizada de "The Acoustic Verses" liberada via streaming


Câncer na língua: entenda a doença de Bruce Dickinson


Sobre Glauco Silva

36 anos, solteiro, estudou Linguística e Engenharia de Alimentos na UNICAMP. Tem sua sobrevivência (CDs, cigarro e cerveja) garantida no trabalho em uma multinacional. Iniciado no Metal em 1988, é baixista/vocal do LACONIST (Death Metal) e acredita fielmente que o SARCÓFAGO é a melhor banda do universo.

Mais informações sobre

Mais matérias de Glauco Silva.