Resenha - Reality In Chaos - Heavenfalls

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

8


Demorou, mas saiu! Após lançarem seu debut "Ethereal Dreams", tocarem em alguns shows no circuito carioca e em outros estados, abrirem o show carioca do Iron Maiden em 2004, planejarem um EP (plano abortado) e iniciarem um longo processo de composição, eis que o agora quinteto Heavenfalls lança seu segundo CD.

Da formação que abriu para o Iron Maiden continuam Victor Montalvão (guitarra), Carlos Janarelli (baixo), Sabrina Carrión (vocais), e José Faulhaber (teclados), acompanhados agora por André Andrade (bateria, substituindo Fábio Rodgers), e Pedro Motta (guitarra).

publicidade

O novo trabalho traz um Heavenfalls mais agressivo, rompendo laços com o metal melódico e investindo pesado no metal tradicional (com toques de thrash). "No Sorrow" começa pesada e rápida, com as guitarras dando o tom, seguida pela pesadíssima "Fly High Away" (aonde os teclados conseguem mesclar-se ao peso das guitarras com habilidade) e de "Masquerade Down" (outra extremamente pesada, que já havia sido apresentada pela banda em algumas ocasiões).

publicidade

Tudo estaria perfeito, uma produção de alto nível, e o trabalho gráfico excelente, não fossem os vocais de Sabrina. Optando por investir em tons agudos em boa parte do CD, a vocalista não conseguiu atingir um resultado que seja digno de acompanhar o trabalho instrumental da banda.

Ela se dá extremamente bem quando se aventura em tons mais graves (deixando fluir seu lado Doro Pesch e Wendy O. Williams), como na hard "Through The Ruins" e na belíssima balada "Self To Self", esbanjando desenvoltura e habilidade. No entanto, deslizes como em "H.W.L.", "New Reality" (aonde ela tenta se redimir levando alguns tons graves, acompanhando o peso da música) votam contra o CD.

publicidade

A banda ainda teve a boa idéia de incluir uma "suíte" de três movimentos, chamada "Rising Of A New Soul", na qual encontramos cada um dos elementos que sempre influenciaram o Heavenfalls: prog, heavy e hard rock. Encerram o CD as pesadas "Awakening" e "Go Away" e a acústiva "Evolution". Quem dera Sabrina usasse seu tom mais grave e agressivo em mais partes, assim teríamos uma obra quase perfeita.

publicidade

Um bom CD, digno de continuar a trajetória desta boa banda. Mas serão necessárias aparar algumas arestas, para que o Heavenfalls se fixe como um dos grandes nomes do metal nacional.

Site Oficial: www.heavenfalls.com.br

Material Cedido Por:
Hellion Records
http://www.hellionrecords.com.br
São Paulo (SP)

publicidade


Outras resenhas de Reality In Chaos - Heavenfalls

Resenha - Reality In Chaos - Heavenfalls

Resenha - Reality in Chaos - Heavenfalls




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Felipe Andreoli: Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra...Felipe Andreoli
"Se você quiser se arriscar a ligar para o ex-cantor do Angra..."

Sepultura: Pavarotti gravou uma versão de Roots Bloody Roots?Sepultura
Pavarotti gravou uma versão de "Roots Bloody Roots"?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin