Resenha - In Distortion We Trust - Crucified Barbara

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Como é bom ouvir um disco como este! O Crucified Barbara sacode - com domínio completo, e inspiração proveniente de grupos como Motörhead, Metallica e L7 - a memória dos fãs das melhores mulheres que já fizeram rock 'n' roll em todos os tempos.

Iron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da bandaMr Catra: Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)

O que realmente te pega de primeira é o início indefectível do álbum. "Play It Hard (The Bachelor's Guitar)", "In Distortion We Trust", "Losing The Game", mostram de prima a disposição da banda. Guitarras distorcidas e pesadas, baixo e bateria simples e diretos, e uma vocalista impressionante; Mia Coldheart despeja energia com uma voz tremendamente adequada a este rock fervoroso de sua banda, remetendo-nos a Ann Wilson (Heart), Sass Jordan, PJ Harvey, Patti Smith e nas partes mais ligadas ao punk, Wendy O. Williams.

Os solos de guitarra também são de responsabilidade dela, aparentemente líder do conjunto; sua maneira de solar surpreende. Não é técnica como Jennifer Batten ou Jaye Foucher, mas cria melodias a'la Kirk Hammett e em passagens mais rápidas soa como Eddie Clarke e Phil Campbell (Motörhead).

As letras e os títulos das composições são fiéis o hard rock oitentista. Talvez as drogas não estejam presentes, mas sexo e rock 'n' roll não saem da temática um segundo, e se realçam em "I Need A Cowboy From Hell", "Going Down" e "I Wet Myself". Bem soltinhas as moças.

Aquela vibração de começo de carreira que pode levar ao ápice é tanto o ponto forte quanto o fraco aqui. No geral este aspecto funciona perfeitamente para essas suecas, porém há momentos que soam "incompletos", feitos na ânsia e garra; nestes instantes percebe-se que é possível que elas lapidem um pouco suas músicas. Todavia correria-se o risco, então, de perderem a naturalidade febril que faz de "In Distortion We Trust" um dos candidatos a revelação do ano. Para evoluir, elas vão precisar de encontrar este difícil meio termo. Não obstante, já satisfazem e muito com este trabalho nas extremidades do rock.

Site Oficial - http://www.crucifiedbarbara.com

Mia Coldheart (Vocais - Guitarras solo)
Klara Force (Guitarras - Backing Vocals)
Ida Evileye (Baixo)
Nicki Wicked (Bateria - Backing Vocals)

Material cedido por:
Hellion Records - http://www.hellionrecords.com
Rua 24 de Maio, 62 - Lojas 280 / 282 / 308 - Centro.
São Paulo - SP - BRASIL
CEP: 01041-900
Tel: (11) 5083-2727 / 5083-9797 / 5539-7415
Fax: (11) 5549-0083
Email: hellion@uol.com.br


Outras resenhas de In Distortion We Trust - Crucified Barbara

Resenha - In Distortion We Trust - Crucified Barbara




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Crucified Barbara"


Mulheres: 5 bandas de Hard Rock atuais com vocais femininosMulheres
5 bandas de Hard Rock atuais com vocais femininos

Crucified Barbara: A curiosa origem do nome da bandaCrucified Barbara
A curiosa origem do nome da banda


Iron Maiden: Rachel Sheherazade é uma grande fã da bandaIron Maiden
Rachel Sheherazade é uma grande fã da banda

Mr Catra: Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)Mr Catra
Uma lista das suas maiores influências no rock (vídeo)

Influências: Folk Metal e Música CeltaInfluências
Folk Metal e Música Celta

Iron Maiden: Bruce diz não haver muito diálogo na bandaIron Maiden
Bruce diz não haver muito diálogo na banda

Pearl Jam: banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desistePearl Jam
Banda tenta tocar Rush em homenagem a Geddy Lee mas desiste

Kiss: a trágica história que inspirou Detroit Rock CityKiss
A trágica história que inspirou "Detroit Rock City"

AC/DC: dez possíveis substitutos de Cliff WilliamsAC/DC
Dez possíveis substitutos de Cliff Williams


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336