Matérias Mais Lidas

imagemAs faixas do "Black Album" que James Hetfield e Lars Ulrich não curtem

imagemAs seis músicas do Metallica que Dave Mustaine ajudou a escrever

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemAs 10 melhores versões metal de músicas pop dos anos 1980, em lista da Metal Hammer

imagemSérgio Moro elege banda clássica de Rock como sua favorita

imagemRaul Seixas: o clássico que presta homenagem ao brega e foi feito com Paulo Coelho

imagemAnitta é a maior roqueira que existe hoje no Brasil, diz integrante do Titãs

imagemJanis Joplin: última gravação dela em vida foi feita para um Beatle

imagemRock in Rio: Pitty alfineta a produção do festival ao revelar qual seria sua exigência

imagemA reação de Jimi Hendrix ao assistir King Crimson ao vivo

imagemMax e Iggor Cavalera: setlists, fotos e vídeos de shows na Audio, em São Paulo

imagemJoão Gordo relembra proposta de fazer propaganda de calmante com Dado Dolabella

imagemRage Against The Machine cancela turnê europeia por conta de contusão do vocalista

imagemO hit da Legião que Renato Russo compôs para Cássia Eller e traz coincidência trágica

imagemAmy Lee escolhe a melhor música do Evanescence para apresentar a banda


Stamp

Resenha - We Have Seem The Enemy And The Enemy Is Us - Enemy Is Us

Por Ben Ami Scopinho
Em 19/04/05

A banda sueca "Enemy is Us", depois de lançar uma única demo, libera agora seu primeiro registro oficial chamado "We Have Seen The Enemy And The Enemy Is Us", tendo em sua formação Ronnie Nyman (Darkane) nas vozes, Staffan Winroth e Peter Lindholm nas guitarras, Lawrence Mackrory (Darkane) no contrabaixo e Magnus Ingels na bateria, e este pessoal vem apresentar canções muito agressivas e sem concessões.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sua violência sonora traz o estilo técnico e típico do death/thrash que se transformou em marca registrada deste gênero musical na Suécia. Ronnie tem a tradicional voz gritada, a "rifferama" aqui é um verdadeiro massacre aos ouvidos dos mais desavisados e na seção rítmica Lawrence tem uma atuação estupenda nas 11 canções, sendo uma instrumental, em pouco mais de 37 minutos de verdadeiras homenagens à raiva.

E aí é que reside um problema: toda esta raiva em vários momentos soa forçada, as canções nos dão a nítida certeza de possuírem a mesma estrutura no decorrer de quase todo o disco, o que torna sua audição relativamente cansativa após a quarta ou quinta faixa.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

"We Have Seen The Enemy And The Enemy Is Us" não é um disco ruim. Tem uma gravação excelente e uma dose cavalar de peso extra, mas oferece uma fórmula que está começando a se tornar repetitiva, com centenas de bandas-clone tentando ter acesso à uma fatia de um mercado já saturado. Aliás, neste estilo thrash/death pouca coisa tem mudado realmente nos últimos anos... talvez o timbre do vocalista e a produção dos álbuns, e olhe lá.

ENEMY IS US - We Have Seen The Enemy And The Enemy Is Us
(2004 – distribuído por Hellion Records)

01. Ashes Of The World
02. Cold As Hate
03. Demon Song
04. Blooddance
05. Killfest
06. No Second Chance
07. Plagued From Within
08. The Walking Dead
09. Unearthed
10. Dead Last
11. In Dreams

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Homepage: www.enemyisus.com

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Dream Theater 2022


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Kiss: como foi demitir Eric Carr em seu leito de morte

O Whiplash.Net protege algumas bandas e prejudica outras?


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.