Resenha - Bride of Death - Travil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  


Os paulistas do Travil chegam a sua primeira demo com um pacote bem interessante. Um bom trabalho gráfico e um heavy tradicional bem épico, como se Rhapsody e Manowar se juntassem e fizessem uma bela "Jam".

"Desert of Red Ice" é um bom exemplo disso. O clima medieval paira no ar, mas algo está errado. A produção é bem carente, e os vocais de Danilo Moraes não soam bem colocados. Já "Moment of an Existence" traz mais calma e suavidade ao DEMO-CD, com os vocais de Danilo soando mais agradáveis (ele poderia explorar mais este lado suave de sua voz, já que os agudos parecem não soar bem, destoando do competente instrumental do grupo).

publicidade

"Travil" é um épico de 10 minutos que mostra que a banda tem extremo talento, com "riffs" realmente contagiantes e mudanças de andamento bem feitas. Os duelos de guitarras ficaram espetaculares, e o único senão fica para a produção, que ofusca a competência do grupo. Quase não se ouve a bateria e o baixo, e as guitarras soam fracas.

"Bride of Death" é uma boa balada que novamente vem ratificar o que já afirmei anteriormente. A banda é boa, mas o vocal de Danilo se sai bem melhor nas partes mais graves, com o auxílio da bela vocalista Mariliane Brizzoti.

publicidade

Uma demo razoável, que peca pela produção. Mais ensaios e mais capricho poderão render bons frutos. Boa Sorte aos paulistas.

Line Up:

Fabrício Santos – Bateria
Eduardo Meira – Baixo
Danilo Moraes – Vocais
Mariliane Brizotti – Teclados/Vocais
Glauco Barros – Guitarras

Site Oficial: http://www.travil.i8.com

Contato: [email protected]




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Metallica: James Hetfield comenta sobre egos, Mustaine, Load e homossexualidadeMetallica
James Hetfield comenta sobre egos, Mustaine, Load e homossexualidade

Dane-se Bruce Dickinson: Simone Simons no metrô é muito melhorDane-se Bruce Dickinson
Simone Simons no metrô é muito melhor


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin