Resenha - Krushies - Krushies

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos


A banda mineira Krushies, formada no final dos anos 90 (mais precisamente no ano de 1999), chegou a participar de diversos shows e festivais locais. Foi assim que agora no início de 2003 a banda investiu no lançamento da sua primeira demo, auto-intitulada, e manteve-se fiel à sua sonoridade de desde o início de carreira: o heavy metal tradicional.

Metallica: James Hetfield imitando Dave Mustaine na TVSuzi Quatro: a importância da linda baixista para o rock

O quarteto Bruno Braga (vocal e baixo), Fabrício Correa e Jefferson de Paula (guitarras) e Ricardo Castro (bateria) é responsável pela composição e execução destas quatro músicas presentes na demo, que contabilizam pouco mais de dezoito minutos de duração. Caracterizar o som do Krushies não é algo muito simples, já que como no release mesmo consta, são muitas as influências da banda, variando do mais simples hard rock até o mais trabalhado thrash metal. Iron Maiden (do disco "Piece of Mind"), Dio (fase "Holy Diver") e Megadeth (época de "Countdown to Extinction") parecem ser as influências em que a música do Krushies é mais calcada. Com estas boas influências, apesar de não tocar como os exemplos (pelo menos até agora), nota-se grandes qualidades na banda, começando pelo vocalista, com um timbre bem próprio - além do trabalho de baixo e bateria.

A gravação está bem caseira, pouco audível e bastante abafada. Apesar de ter tudo apresentado nesta forma "precária", as boas qualidades da banda são o que mais são perceptíveis. "Signs of the World" e "Caught by the Thoughts" são as músicas mais simples do material, estas, com uma "cara" que varia do heavy tradicional ao hard rock mais agressivo, como o "New Tattoo", um dos últimos álbuns do Motley Crue. Já "Slaves of the Chance" é a música que mais influências melódicas possui, com um refrão bastante cativante. Mas para mim, "Morbid Hope" é a melhor música das quatro, esta com a maior faceta Iron Maiden: linhas de guitarra empolgantes unidas em uma boa presença do vocalista.

Se a banda corrigir os pequenos erros de produção e gravação, tiver mais calma para preparar o seu álbum 'full lenght', e ainda, dar mais peso às guitarras, pode ser mais uma promessa do Brasil, já que as músicas apresentadas aqui são realmente boas. Espero que assim seja.

Site oficial: http://krushies.yourdbsolutions.com

Line-up:
Bruno Braga (vocal/baixo);
Fabrício Correa (guitarra);
Jefferson de Paula (guitarra);
Ricardo Castro (bateria).

Track-list:
01. Signs of the World
02. Caught by the Thoughts
03. Slaves of the Chance
04. Morbid Hope




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Krushies"


Metallica: James Hetfield imitando Dave Mustaine na TVMetallica
James Hetfield imitando Dave Mustaine na TV

Suzi Quatro: a importância da linda baixista para o rockSuzi Quatro
A importância da linda baixista para o rock

Avenged Sevenfold: 10 músicas que podem fazer você mudar de idéiaAvenged Sevenfold
10 músicas que podem fazer você mudar de idéia

Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1989Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1989

Exemplos: 10 músicos com deficiências ou problemas de saúdeExemplos
10 músicos com deficiências ou problemas de saúde

Slash: um resumo de suas experiências ao longo dos anosSlash
Um resumo de suas experiências ao longo dos anos

Márcio Guerra Canto: o Axl Rose paraguaio que parece o Sebastian Bach (vídeo)Márcio Guerra Canto
O Axl Rose paraguaio que parece o Sebastian Bach (vídeo)


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.