Resenha - Self Liberty - Midgard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos


O Midgard mostra em "Self Liberty", um profissionalismo impressionante e muita disposição para se firmar no cenário do metal brasileiro. O grupo, proveniente de Bauru, interior de São Paulo, e formado em Março de 2000, apresenta, nesta segunda demo, duas músicas de boa qualidade, seguindo uma linha de heavy/doom, com muitas influências de bandas como Candlemass e Memento Mori.

Motorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhiceMetal Sucks: os melhores álbuns de metal do século 21

Riffs pesados e extremamente cadenciados, aliados a uma boa variação de temas, sem exageros e frenesi, dão o tom às composições, marcam o estilo tocado e mostram a competência dos guitarristas, Omar Rezende e Fábio Vargas. O vocalistas F.L.Y. tem bons momentos, com melodias marcantes e leves toques melancólicos consegue incorporar, às duas faixas presentes, boas variações entre vocais limpos e rasgados. Sua voz é ótima, principalmente para a linha escolhida pelo Midgard. No entanto, a parte técnica deixa a desejar e deve ser melhorada para futuros trabalhos.

A banda é promissora e provou conhecer bem o terreno onde está pisando. Seguindo este caminho e ajustando pequenas falhas, que são naturais, principalmente em um grupo praticamente recém-formado, o Midgard tem tudo para obter sucesso e espaço no cenário metálico brasileiro.

Site Oficial - http://www.midgardband.homestead.com
E-mail - midgardband@hotmail.com

F.L.Y (Vocais)
Kleber Perini (Baixo)
Vinícius Perotto (Bateria)
Omar Rezende (Guitarra)
Fábio Vargas (Guitarra)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Midgard"


Motorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhiceMotorhead
A opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice

Metal Sucks: os melhores álbuns de metal do século 21Metal Sucks
Os melhores álbuns de metal do século 21

Vício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroínaVício
Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína

Drogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astrosDrogas e Álcool
Protagonistas nos piores shows de grandes astros

Freddy Frenzzy: O vocal que trocou Hard Rock por forró ostentaçãoFreddy Frenzzy
O vocal que trocou Hard Rock por forró ostentação

Nikki Sixx: Sebastian Bach tem que sair dessa de ex-Skid RowNikki Sixx
"Sebastian Bach tem que sair dessa de ex-Skid Row"

Guns N' Roses: O caminho até o recomeçoGuns N' Roses
O caminho até o recomeço


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.