Matérias Mais Lidas

imagemRegis Tadeu e os cinco grandes vocalistas que o mundo do Rock não dá valor

imagemFãs detonam produção do Knotfest após anúncio do Pantera

imagemA música do Metallica que James não queria apresentar aos outros integrantes

imagemA melhor música de heavy metal lançada a cada ano desde 1970, em lista do Loudwire

imagemO carinhoso jeito de Axl Rose se desculpar com sua equipe pelo seu jeito imprevisível

imagemDez músicas de outros estilos que ganharam ótimas versões rock/metal - Parte I

imagemAngra e Shaman, Edu Falaschi fala sobre a treta que havia entre as bandas

imagemFrank Zappa surpreende ao eleger seus dez álbuns favoritos

imagemOzzy Osbourne revela que Lemmy Kilmister era um leitor voraz

imagemAmy Lee surpreende ao escolher os melhores cantores (e cantoras) de todos os tempos

imagemA música do Raul Seixas com erro gramatical que parece um plágio mas é uma homenagem

imagemO arrependimento que David Bowie carregava em relação a Elvis Presley

imagemBruno Sutter explica semelhança problemática entre Ayrton Senna e Fausto Fanti

imagemDave Lee Roth revela qual é seu álbum preferido do Van Halen

imagemMúsico de Los Angeles compartilha foto recente de Alex Van Halen


Stamp
2022/07/09

Resenha - IV - Kick Axe

Por Ben Ami Scopinho
Em 27/02/05

O pessoal que vem curtindo rock pesado desde os anos 80 deve se lembrar do Kick Axe, pois em meados desta década foi lançado no Brasil um de seus trabalhos chamado "Vices" ainda no formato vinil, que foi devidamente rechaçado pela mídia especializada da época, porém apreciado por boa parcela do público.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Acontece que em 2000 os três primeiros álbuns do Kick Axe foram relançados em CD no exterior e tiveram boa vendagem. Empolgados com esse fato, estes canadenses voltam à ativa com praticamente todos os membros depois de quinze anos de encerradas as atividades. O novato aqui é o vocalista Gary Langen e o restante são os mesmos Larry Gillstrom e Raymond Harvey nas guitarras, o ótimo Victor Langen no baixo e Brian Gillstrom na bateria.

E o que antes era aquele hard rock calcado no heavy norte-americano que saturava o mercado musical oitentista, hoje está com menos distorção, mais refinado e polido. Em "IV" a voz de Gary se encaixou muito bem na nova linha musical mais melódica adotada pelo Kick Axe. É um disco bem variado, que oscila entre canções com algum peso, outras nem tanto e por fim, as baladas.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Os guitarristas se saem muito bem nos solos e Victor tem boas linhas no contrabaixo, que teve sua sonoridade realçada no disco e soando muito bem aos ouvidos. Dá para destacar "Right Now", "Rockin Daze", "Time", "Rock n´Roll Dog"; que possuem boa distorção e também a diferente e viajante "Slip Inside My Dreams". Mas aqui as tão famosas baladas que fazem a festa aos apreciadores do gênero realmente não conseguem empolgar e muitas vezes interrompe o que poderia ser uma boa seqüência de canções.

Musicalmente o Kick Axe não apresenta nada de original, é apenas música bem feita para entretenimento e sem maiores pretensões, soando até relativamente similar ao que o Firehouse vem fazendo. Indicado para quem curte hard mais farofa ou saudosistas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

KICK AXE – IV
2004 – distribuído por MNF Brazil)

01. Right Now
02. Rockin Daze
03. Consolation
04. Turn to Stone
05. Do You Know
06. Who Knows Ya
07. Woe
08. Time
09. Slip Inside My Dreams
10. Who Says
11. Rock n Roll Dog
12. Black Heart
13. City Lights
14. The Only Ones Here

homepage: www.kickaxe.net

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

2022/08/18


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Fotos de Infância: Red Hot Chili Peppers


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho.