Resenha - There Will Be a Light - Ben Harper

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Ben Harper é um cara interessante. Único, para dizer a verdade. Depois de um álbum absolutamente fantástico como Diamonds On The Inside, ele parou, respirou fundo, e foi buscar inspiração para a sua música com os Blind Boys Of Alabama, grupo de velhinhos cantores americanos. O resultado é There Will Be A Light, álbum surpreendente lançado por Ben Harper em setembro passado.

Surfing Rockers: várias bandas em documentário sobre surf para 2020Frances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fã


Sabe aqueles arranjos vocais que você pensou não existirem iguais após o Pet Sounds dos Beach Boys, ficou com água na boca depois que conheceu Pictures Of Jesus e Blessed To Be A Witness do Diamonds, e achou que nunca mais iria ouvir novamente ? O novo álbum é pródigo neles, isso sem falar na participação do fantástico guitarrista Mark Ford, ex-Black Crowes, que faz uma grande diferença.

Na boa, provavelmente There Will Be A Light seja um dos discos mais simples e sinceros que minha alma já ouviu. Claro, sensível, na cara, sem rodeios, como não só a música, mas a vida deve ser.

Ideal para um começo de ano como esse, onde a gente pára e pergunta onde ficaram os nossos sonhos, em que parte do caminho eles se perderam, ao mesmo tempo em que olha para frente e faz planos sem parar, afinal, é isso que nos mantém vivos.

Diamonds On The Inside é um álbum essencial. There Will Be A Light é igual, mas diferente.

Neste começo de ano, como seus ouvidos saturados de Jack Johnson, Donavon Frankeireither e outros caras que fazem surf music como se fossem Norah Jones, nada melhor que o bom Ben Harper para te tirar do ponto morto e te mostrar que as coisas estão apenas começando.

Vai fundo. Eu já fui.

Ouvindo:
Ben Harper and The Blind Boys Of Alabama, Church House Steps.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ben Harper"


Surfing Rockers: várias bandas em documentário sobre surf para 2020

Frances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fãFrances Bean Cobain
Assustada com tatuagem de fã

Twisted Sister: segundo Dee, ser pobre e famoso é uma merdaTwisted Sister
Segundo Dee, "ser pobre e famoso é uma merda"

Jason Becker: O mais tocante desafio do balde de geloJason Becker
O mais tocante desafio do balde de gelo

Motivação: 10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estimaMotivação
10 músicas de metal que melhorarão sua auto-estima

Rock: A história dos primórdios aos anos 90Rock
A história dos primórdios aos anos 90

Slash: falando sobre Adele, Guns N' Roses, filhos e maisSlash
Falando sobre Adele, Guns N' Roses, filhos e mais

System Of A Down: brasileira de cinco anos toca música na bateriaSystem Of A Down
Brasileira de cinco anos toca música na bateria


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.