Resenha - House Of Bones - VersOver

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8


Após ouvir "House Of Bones" fica difícil entender como o VersOver ainda não explodiu na cena nacional e internacional. Lançamento no exterior e boas notas em revistas especializadas apareceram, mas este disco merece ser aplaudido de pé, digno de colocar a banda no mundo.

Woodstock: som ruim, gente demais e cheiro de fezes e urinaMetal: as bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads

Um som maduro calcado no metal clássico, sempre com bastante agressividade e toques de progressivo espetaculares. Os músicos não vacilam um segundo sequer na execução de suas linhas. O intricado parece simples para o grupo.

Por vezes o Queensryche vem à mente e aí, se você concorda que o Superior arrebentou em "Ultima Ratio", ouça isso. Não é tão sugado de "Operation: Mindcrime", apresenta outras influências e, sem dúvida, supera o já ótimo trabalho dos alemães.

A Bay Area aparece aqui e ali, através dos potentes riffs de Gustavo Carmo, e do soberbo trabalho de baixo e bateria estabelecido por Fernando Hagihara e Daniel Roviriego. A união destas vertentes e a qualidade de cada integrante dão o contorno, dentro do qual desenvolvem-se instrumental e letras, baseadas num conto de Adriano Villas.

O quarteto contou ainda com as participações especiais de Edu Falaschi (Angra), Leandro Caçoilo (Eterna) e Charles Dalla (Wizards). A gravação aconteceu no Creative Studios e foi realizada por Ricardo Nagata e Philip Colodetti (Shaman - Krisiun - Eterna). A produção do guitarrista Gustavo Carmo é ótima, altamente profissional.

Se "House Of Bones" não apareceu em qualquer lista que fiz do melhor de 2003, desculpem-me, demorei para escutar este grande álbum. Agora que começou também, não pára mais. Vai grudar no aparelho de som.

Site Oficial - http://www.versover.com.br

Rodrigo Carmo (Vocais)
Gustavo Carmo (Guitarras - Backing Vocals)
Fernando Hagihara (Baixo)
Daniel Roviriego (Bateria)

Material cedido por:
Die Hard Records - http://www.diehard.com.br
Phone / Fax: +55 11 3331-3978
Email: diehard@diehard.com.br


Outras resenhas de House Of Bones - VersOver

Resenha - House Of Bones - VersOverResenha - House of Bones - VersOver




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Vers'Over"


Woodstock: som ruim, gente demais e cheiro de fezes e urinaWoodstock
Som ruim, gente demais e cheiro de fezes e urina

Metal: as bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheadsMetal
As bandas e sub-gêneros mais odiados pelos metalheads


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336