Matérias Mais Lidas

João Gordo: Comentários sobre metal espadinha, Angra e Andre Matos no Flow PodcastJoão Gordo
Comentários sobre "metal espadinha", Angra e Andre Matos no Flow Podcast

Red Hot Chili Peppers: morre o ator Blackie Dammett, pai do vocalista Anthony KiedisRed Hot Chili Peppers
Morre o ator Blackie Dammett, pai do vocalista Anthony Kiedis

Guns N' Roses: as diferenças entre Steven Adler e Matt Sorum, segundo Gilby ClarkeGuns N' Roses
As diferenças entre Steven Adler e Matt Sorum, segundo Gilby Clarke

Kiss: Gene Simmons diz que Rock and Roll Hall Of Fame é uma farsa por não incluir MaidenKiss
Gene Simmons diz que Rock and Roll Hall Of Fame é uma farsa por não incluir Maiden

Rodox: quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezandoRodox
Quando baterista estragou show da banda após João Gordo vê-lo rezando

Taylor Hawkins: ele escondia que ouvia Rush e Led nos anos 80 para não parecer idiotaTaylor Hawkins
Ele escondia que ouvia Rush e Led nos anos 80 para não parecer idiota

Lista: 10 bandas que acabaram e nunca mais retomarão as atividadesLista
10 bandas que acabaram e nunca mais retomarão as atividades

Suécia: 15 grandes bandas de rock surgidas no país escandinavoSuécia
15 grandes bandas de rock surgidas no país escandinavo

Cavalera Conspiracy: Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceriaCavalera Conspiracy
Max confessa que mentiu a Iggor sobre primeiro álbum da parceria

Nirvana: A faixa mais subvalorizada em cada álbum, pela Ultimate Classic RockNirvana
A faixa mais subvalorizada em cada álbum, pela Ultimate Classic Rock

Pearl Jam: banda lança site com 5.404 músicas de 186 shows ao vivoPearl Jam
Banda lança site com 5.404 músicas de 186 shows ao vivo

Nightwish: banda fará show virtual em mundo 3D interativo, veja o trailerNightwish
Banda fará show virtual em mundo 3D interativo, veja o trailer

Papa Roach: o dia que Sharon Osbourne deu esporro e colocou o vocalista em seu lugarPapa Roach
O dia que Sharon Osbourne deu esporro e colocou o vocalista em seu lugar

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Nirvana: por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da bandaNirvana
Por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da banda


Stamp
Edu Falaschi - Vera Cruz

Resenha - House of Bones - VersOver

Por Roberto Gutierrez
Em 13/01/04

Os ufanistas que me perdoem, mas, na história do heavy metal brasileiro, é possível contar nos dedos os álbuns que de fato possuem o tão famigerado – e almejado – "nível internacional". Essa conta não inclui, é claro, os Sepulturas e Angras da vida que, a partir de certo ponto de suas carreiras, cruzaram a fronteira do mundo independente em direção a uma infra-estrutura mais profissional, comparável à de artistas de outros gêneros musicais mais populares.

Esse déficit em relação ao heavy metal que se pratica no exterior não tem uma causa única. São inúmeras as bandas talentosas, bem-intencionadas e com enorme potencial que deixaram de estourar devido ou a uma péssima divulgação, ou a uma produção de quinta categoria, ou mesmo à necessidade de ganhar dinheiro (alguém conhece algum músico independente sem trabalho paralelo, dentro ou fora da música?). Da mesma forma, vez ou outra pipocam bandas que têm toda a sorte de apoio da mídia e das gravadoras, mas escorregam ou por pura falta de talento (para compor e/ou tocar), ou por vaidade pessoal, ou por cantarem em um inglês sofrível (essa vai especialmente para os muitos que desdenham desse fator), dentre outras zilhões de causas.

Mas como nem tudo são trevas, ocasionalmente ocorre o fenômeno do encontro do talento com o profissionalismo. E definitivamente este é o caso de "House of Bones", segundo álbum da banda paulista VersOver. Um álbum brasileiro de metal, enfim, consistente: bem composto, bem executado, bem gravado e bem divulgado. Tudo ao mesmo tempo agora. Parece que a fórmula da boa música pesada – riffs criativos, um vocalista com garra e melodias assimiláveis – havia sido esquecida em um canto qualquer e só agora resgatada.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Já na primeira audição, nota-se que a banda mudou consideravelmente seu estilo desde o último registro, "Love, Hate and Everything in Between", muito mais voltado para o prog-metal. "House of Bones", por sua vez, é heavy metal puro, difícil de rotular, principalmente porque há influências de vários sub-estilos: thrash, power, NWOBHM e, claro, progressivo, mas em doses menores. Isso tudo moldado de forma a criar um som muito particular e original. Para os mais afoitos, talvez Rage seja o melhor paralelo, mas quem gosta das fases áureas de Metallica e Megadeth também vai se sentir em casa. Em alguns momentos, Evergrey também me vem à mente.

Mas vamos deixar as comparações de lado. O fato inegável é que o VersOver parece ter adquirido identidade e concluído que as canções importam mais que a performance individual dos músicos. As onze faixas do álbum são interessantíssimas e tornam-se melhores a cada nova audição. "Prologue", apesar do título manjadão, abre o CD com riffs maravilhosos e um pique empolgante "a la" Rage. A simétrica "Wind up the Clock" é outro destaque: com três movimentos, possui belas passagens acústicas (o timbre do violão está fantástico) e um grande arranjo vocal. "DaemAngel" é hit pronto, coisa rara no metal nacional. Riffs muito bem sacados e um refrão pra lá de pegajoso (no bom sentido). "Signs of the Past", com a participação de Edu Falaschi nos vocais, se destaca pelo soberbo arranjo melódico.

Estas – e as outras músicas do álbum – mostram uma banda muito coesa e, principalmente, buscando se diferenciar no cenário metálico. A guitarra de Gustavo Carmo é sem dúvidas a estrela do álbum, com um timbre pesado e riffs e solos que esbanjam talento e originalidade. Seu irmão Rodrigo Carmo, vocalista, deu um salto qualitativo enorme com relação a "Love, Hate..." em termos de afinação e garra, mas ainda vacila na pronúncia em certas passagens. Contudo, se o álbum anterior pecou pelos fracos vocais, neste aqui o cantor é um dos responsáveis pelo ótimo resultado final da bolacha, fugindo do lugar-comum que são as notas altas do heavy metal melódico. Por fim, a cozinha de Fernando Hagihara (baixo) e do recém-chegado Daniel Roviriego (bateria) é eficiente e pesadíssima.

Com relação às letras, todo mundo já está careca de saber que se trata de um álbum conceitual baseado no suspense "A Casa de Ossos" de Adriano Villa. Mais um ponto positivo, pois a história é interessante e incomum. A única ressalva é que o texto em inglês (tanto as letras como as passagens não cantadas) apresenta alguns poucos erros que denunciam a "brasilidade" do trabalho. A produção, a cargo de Gustavo Carmo (que, além de tudo, é o principal compositor da banda), e a mixagem estão excelentes: todos os instrumentos estão bem timbrados e nítidos. A parte gráfica, apesar da confusão das páginas trocadas no encarte, é acima da média.

Enfim, um autêntico álbum de heavy metal que deverá fazer a alegria de qualquer um que se julgue amante do que há de melhor no estilo e que torça, como eu, para que o Brasil efetivamente contribua para o estilo com mais e melhores bandas. Parabéns ao VersOver, pelo talento e dedicação, e para a DieHard, pelo amor à música e visão de futuro.


Outras resenhas de House of Bones - VersOver

Resenha - House Of Bones - VersOver

Resenha - House Of Bones - VersOver

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Pentral
Arte Musical
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Guns N' Roses: Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?Guns N' Roses
Mauricio de Sousa, o criador da Turma da Mônica, odeia a banda?

Túmulos: alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUATúmulos
Alguns dos jazigos mais famosos do Metal nos EUA

 
 
 
 

[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive]