Matérias Mais Lidas

Raimundos: Digão revela que recebeu proposta astronômica para reunião com RodolfoRaimundos
Digão revela que recebeu proposta "astronômica" para reunião com Rodolfo

Megadeth: David Ellefson se manifesta após ser acusado de enviar nudes a menor de idadeMegadeth
David Ellefson se manifesta após ser acusado de enviar nudes a menor de idade

Metallica: a canção famosa da banda que James Hetfield acha uma porcariaMetallica
A canção famosa da banda que James Hetfield acha "uma porcaria"

Malmsteen: Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarristaMalmsteen
Slash, Vai, Satriani e Wylde falam do guitarrista

KK's Priest: banda de ex-membros do Judas Priest anuncia título do primeiro álbumKK's Priest
Banda de ex-membros do Judas Priest anuncia título do primeiro álbum

Amon Amarth: Thor é flagrado em revista da Marvel com camiseta da bandaAmon Amarth
Thor é flagrado em revista da Marvel com camiseta da banda

Aquiles Priester: baterista se junta a Chitãozinho e Xororó em versão de EvidênciasAquiles Priester
Baterista "se junta" a Chitãozinho e Xororó em versão de "Evidências"

Gilby Clarke: Axl me disse aproveite seu último showGilby Clarke
Axl me disse "aproveite seu último show"

Eloy Casagrande: o meio metal perdeu espaço por anos e hoje respira por aparelhosEloy Casagrande
"o meio metal perdeu espaço por anos e hoje respira por aparelhos"

Slash: Myles Kennedy conta por que não se intimidou ao trabalhar com o guitarristaSlash
Myles Kennedy conta por que não se intimidou ao trabalhar com o guitarrista

Iron Maiden: Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivoIron Maiden
Adrian Smith revela quando a banda pretende voltar a tocar ao vivo

Guns N' Roses: falta de planejamento fez Gilby ter que aprender a tocar tudo rapidinhoGuns N' Roses
Falta de planejamento fez Gilby ter que aprender a tocar tudo rapidinho

Manowar: O baterista Marcus Castellani conta como entrou na banda (vídeo)Manowar
O baterista Marcus Castellani conta como entrou na banda (vídeo)

Pink Floyd: Seus 6 maiores shows em todos os tempos, pela Far Out MagazinePink Floyd
Seus 6 maiores shows em todos os tempos, pela Far Out Magazine

Lista: 20 músicas de bandas de rock e metal que são mais antigas do que parecemLista
20 músicas de bandas de rock e metal que são mais antigas do que parecem


Edu Falaschi - Vera Cruz
Pentral
MOPD

Resenha - Sanctus Diavolos - Rotting Christ

Por Ben Ami Scopinho
Em 28/10/04

Rotting Christ é, sem a menor sombra de dúvida, a mais importante banda da segunda geração do black metal. Formado na Grécia em 87 e lançando demos, mini-LPs e splits até 1991, ano em que lança seu debut e, a partir daqui, o que começou como puro black metal foi, com o passar dos anos, sendo moldado em arte de sonoridade única, acrescentando elementos de metal tradicional, industrial e principalmente o dark. E mesmo com tantos incrementos em sua música, o Rotting conseguiu manter o respeito no fechado grupo dos apreciadores do estilo black e melhor ainda, adquiriram a admiração de bangers menos radicais.

Com Sanctus Diavolos, seu nono disco de estúdio, o grupo volta a ser um trio, contando com Sakis nas vozes, guitarras e teclados, seu irmão Themis na bateria e Andreas no baixo. Desta vez gravado por Sakis em sua terra natal e mixado no famoso estúdio Fredman por Fredrik Nordstrom na Suécia, o álbum figura provavelmente entre os melhores discos do conjunto.

Atualmente rotular o Rotting Christ como sendo black metal é, na opinião deste que vos escreve, limitar em muito a capacidade criativa do conjunto. É claro que aquela aura obscura é o ponto-comum em todas as faixas do álbum, que possui uma forte e intensa atmosfera, com algumas melodias produzidas pelos teclados que evocam um sentimento de inconformismo, em certos momentos épico, por vezes melancólico e sufocante. A interpretação peculiar e expressiva de Sakis em sua performance vocal, os sintetizadores, os pesadíssimos riffs das guitarras e o excelente trabalho na seção rítmica estão em perfeita harmonia, num exemplo de extremo bom gosto no trabalho de composição, sem contar a inclusão de cordas, que gerou ótimos resultados.

Destacar algo neste disco é covardia, pois assim como os últimos trabalhos do Rotting Christ, vêm cheio de influências muito bem distribuídas, mas pode-se citar a velocíssima faixa "Visions Of A Blind Order", que possui ainda alguns pequenos efeitos eletrônicos estranhos, com um belo solo de guitarra de Gus G. (Firewind, Nightrage). A seguir vem "Thy Wings Thy Horns Thy Sin", com grande preocupação nos trabalhos de vozes e sintetizadores. Já as canções "Serve In Heaven" e "Doctrine", possuem aquela cadência sombria que não tem como ficar parado.

A mistura da língua grega antiga foi feita de maneira bastante inteligente, se encaixando perfeitamente no contexto de "Athanati Este" e "Shades Of Evil". A inclusão de cordas em "Sanctimonius" aumentou a carga de dramaticidade desta canção, porém, na faixa "Sanctus Diavolos", o Rotting Christ consegue atingir seu ápice criativo: as cordas deram uma dose épica nesta música que destoa do resto do álbum, com seu início simples, somente na bateria e sintetizadores, para ir crescendo até atingir puro heavy metal.

Com certeza o Rotting Christ somente não consegue atingir ainda mais apreciadores aqui no Brasil pelo fato de ter um nome bastante profano que, aliado à formação cristã da grande maioria da população, inibe de maneira até mesmo inconsciente muitos headbangers a procurar conhecer esta grande banda. E o mais curioso é que a própria banda possui uma postura anti-religiosa, e sua grande preocupação é focar o ser humano e a mostrar a realidade de suas ações (muitas vezes de maneira figurativa). Podem ter uma visão sombria desta realidade, mas a mesma é realmente absurda em muitos momentos...

Rotting Christ - Sanctus Diavolos
(2004 – Century Media)

01. Visions Of A Blind Order
02. Thy Wings Thy Horns Thy Sin
03. Athanati Este
04. Tyrannical
05. You My Cross
06. Sanctimonius
07. Serve In Heaven
08. Shades Of Evil
09. Doctrine
10. Sanctus Diavolos

Website - www.rotting-christ.com


Outras resenhas de Sanctus Diavolos - Rotting Christ

Resenha - Sanctus Diavolos - Rotting Christ

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

💬 Ler e postar comentários


Arte Musical
Stamp
Korzus
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Idioma: bandas que já cantaram em sua língua natalIdioma
Bandas que já cantaram em sua língua natal

Rotting Christ: Polêmicas com Mustaine e político norte-americanoRotting Christ
Polêmicas com Mustaine e político norte-americano

Grécia: dez das maiores bandas de metal do paísGrécia
Dez das maiores bandas de metal do país


Slayer: quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanistaSlayer
Quando o católico pai de Tom Araya descobriu que a banda era satanista

Guitarristas e vocalistas: os 10 melhores casamentosGuitarristas e vocalistas
Os 10 melhores "casamentos"


Sobre Ben Ami Scopinho

Ben Ami é paulistano, porém reside em Florianópolis (SC) desde o início dos anos 1990, onde passou a trabalhar como técnico gráfico e ilustrador. Desde a década anterior, adolescente ainda, já vinha acompanhando o desenvolvimento do Heavy Metal e Hard Rock, e sua paixão pelos discos permitiu que passasse a colaborar com o Whiplash! a partir de 2004 com resenhas, entrevistas e na coluna "Hard Rock - Aqueles que ficaram para trás".

Mais informações sobre

Mais matérias de Ben Ami Scopinho no Whiplash.Net.