Resenha - Sanctus Diavolos - Rotting Christ

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Clóvis Eduardo
Enviar correções  |  Ver Acessos


Desde já antecipo que o som que a banda grega Rotting Christ faz nunca foi um dos meus preferidos, porém, as músicas são envolventes e atraentes, isso sim posso confirmar. A banda formada pelo vocalista e guitarrista Sakis, o baixista Andreas e o baterista Themis, apresenta o ponto mais considerável para qualquer banda. A pegada. Além de uma produção cheia de momentos apoteóticos. O som é uma total mistura de heavy, industrial, thrash e gotic metal.

Rotting Christ: banda lança lyric video de "Serve In Heaven"Rock In Rio I: Pra quem tem menos de quarenta anos fica difícil imaginar

As músicas são cheias de efeitos sinfônicos e corais - fato que por vezes, lembrará a banda Therion em seus trabalhos antigos, pela agressividade - como na segunda música Thy Horns Thy Sin. No entanto, os períodos raivosos e riffs matadores são excelência. A bateria é poderosa e os bumbos são como marteladas no ouvido. Os riffs de guitarra, já citados, por serem muito variados, determinam músicas bem diversificadas. Confira a terceira música, Athanati Este, que possui uma palhetada não rara, mas muito empolgante.

Os vocais de Sakis estão diferentes e mais modernos do que no último trabalho, Genesis, de 2002. Há mais efeitos, que tornam as vocalizações mais soturnas e misteriosas. Porém, esta relevância soa estranha, já que é uma mistura tão convincente que ocasionalmente a gente confunde a banda com um estilo de black metal mais cru, ou o gótico bem depressivo e arrastado.

Mas como é tão fácil variar de um total clima de "vou dormir" para um "é hora de quebrar a parede", Sanctus Diavolos pode se tornar um cd para agradar a vários públicos. Dois momentos especiais dele são Serve in Heaven e Shades of Evil. Vocais estremecedores, bumbo forte e teclados e corais de fundo são capazes de fazer passar mil pensamentos pela cabeça, claro, se ela não estiver sendo movimentada.

A arte gráfica do encarte, assim como da grande maioria da discografia da banda, é bastante soturna. Os representantes do metal grego deram em 2004 um bom presente para os fãs. Fica a critério a aprovação, e posso dizer que meus conceitos sobre a banda estão a caminho de mudar.


Outras resenhas de Sanctus Diavolos - Rotting Christ

Resenha - Sanctus Diavolos - Rotting Christ



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Rotting Christ"


Rotting Christ: banda lança lyric video de "Serve In Heaven"

Grécia: dez das maiores bandas de metal do paísGrécia
Dez das maiores bandas de metal do país

Idioma: bandas que já cantaram em sua língua natalIdioma
Bandas que já cantaram em sua língua natal

Rotting Christ: Polêmicas com Mustaine e político norte-americanoRotting Christ
Polêmicas com Mustaine e político norte-americano


Rock In Rio I: Pra quem tem menos de quarenta anos fica difícil imaginarRock In Rio I
Pra quem tem menos de quarenta anos fica difícil imaginar

Slayer: Não sei improvisar, diz Kerry KingSlayer
"Não sei improvisar", diz Kerry King

Esquisitices: algumas exigências bizarras para showsEsquisitices
Algumas exigências bizarras para shows

Metallica: a lista de exigências da banda em 1983Metallica
A lista de exigências da banda em 1983

Ódio musical: os artistas mais detestados em lista da SpinnerÓdio musical
Os artistas mais detestados em lista da Spinner

Duff McKagan: Izzy Stradlin não é um herói desconhecido do GNRDuff McKagan
Izzy Stradlin não é um herói desconhecido do GNR

Mötley Crüe: Vince Neil não se desculpou por sexo com namorada de Tom ZutautMötley Crüe
Vince Neil não se desculpou por sexo com namorada de Tom Zutaut


Sobre Clóvis Eduardo

Clóvis Eduardo Cuco é catarinense, jornalista e metaleiro.

Mais matérias de Clóvis Eduardo no Whiplash.Net.