Resenha - Hard - Sex Toyz

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 6


Formação:

Ron Foster (Guitarra - Vocais)
Jeff Hart (Guitarra - Vocais)
Andy Sheer (Baixo - Vocais)
Scott Karr (Bateria - Vocais)

Não sei de onde ou como isso surgiu. Sem 'release' e ausente de qualquer informação sobre website, outras críticas, endereço ou telefone para contato, chegou esse CD às minhas mãos. Lançamento de 2002, presumível debute do Sex Toyz. Aliás, nomezinho cretino tanto da banda quanto do álbum ("Hard"). Está mais pra vitrine de sexshop, mas tudo bem.

A gravação é razoável e prejudica algumas músicas interessantes como "Russian Roulette" (a melhor) e "'Nother Day". Esta última citada é a única que possibilita alguma informação sobre o conjunto. O co-autor dela, ao qual o trabalho é dedicado, era um amigo dos Sex Toyz e estava no Vôo 11 que explodiu no World Trade Center em 11 de Setembro de 2001.

Em termos de estilo, eles fazem um hard normal, nada fora do esperado, todavia variando entre duas vertentes. Nas baladas soam como Faster Pussycat ou Guns N' Roses. As pauladas, por sua vez, vêm recheadas de Motörhead e possuem também alguns toques da banda de Axl Rose.

As guitarras são boas e os vocais excêntricos, sendo divididos por todos os integrantes. Eles deixam uma impressão razoável e uma curiosidade sem limites. Seria interessante conferir outros trabalhos deles, caso venham a surgir, pois com modificações aqui e ali, eles podem crescer.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Sex Toyz"


Time Magazine: os 100 maiores álbuns de todos os temposTime Magazine
Os 100 maiores álbuns de todos os tempos

Motorhead: a dieta que mantinha Lemmy jovem e viçosoMotorhead
A dieta que mantinha Lemmy jovem e viçoso


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.