Resenha - Confusion - Cyril Achard

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar Correções  

9


Diversidade é a palavra-chave de Cyril Achard em seu debute, "Confusion", o qual chega a nós pela Lion Music devidamente remasterizado e com três faixas bônus (o lançamento original ocorreu em 1997). Pintado aqui o começo da carreira de um músico simplesmente fantástico, permeando sempre o fusion, jazz, progressivo, e obtendo sucesso também em outras investidas, como na música oriental.

publicidade

A principal qualidade do francês é de não limitar sua música à exímia técnica que possui na guitarra. O fenômeno busca apoio em ótimos arranjos, e nas mudanças admiráveis de suas composições, mesmo quando estas são radicais e bruscas.

Sua caminhada pelo Oriente em "Correspondance" é anormal. Uma viagem bem-sucedida de tal forma que só me recordo de Marty Friedman se saindo tão bem em investida similar no álbum "Scenes" (1992), o qual teve a co-produção do premiado Kitaro.

publicidade

As insanidades de fusion e guitarra rock se espalham por faixas como "Teumi", "Suspicious Mind" e "Pharaons". Elas elucidam a aclamação a Cyril vindo tanto de gravadoras tradicionais de rock progressivo, cito à Musea Records, como da própria Lion Music com seu investimento nos virtuoses e no prog metal.

Em "Confusion", de confuso mesmo, só o nome e o trocadilho com o estilo do qual Cyril Achard usa e abusa. No mais, um disco pensado, compilado com perfeição, bem mixado e produzido.

publicidade

Site Oficial: http://www.cyrilachard.com

Material cedido por:
Lion Music - http://www.lionmusic.com
Box 19 Godby 22 411
Aland FINLAND
Email: [email protected]
Fax - 35818 41551




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Hetfield: egos, Mustaine, Load e homossexualidade no MetallicaHetfield
Egos, Mustaine, Load e homossexualidade no Metallica

Slash: Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vícioSlash
Alucinações, sexo, dinheiro e armas de fogo no auge do vício


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin