Resenha - Leftover - Sigil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 5


Santa mistura BATMAN! O Sigil surgiu em 1998 com o nome "Flare", misturando música (pasmem!) alternativa com teclados e orquestras. Em 2001 o nome Sigil foi adotado e o line-up efetivado. As novas composições começaram a tomar forma, e o alternativo deu lugar a um prog-metal com toques de pop e de heavy tradicional. Eis que em 2002 a banda lança seu primeiro cd, "Leftover" e podemos finalmente conferir o resultado de tal mistura.

Astros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?Nirvana: "Kurt Cobain era meio pau no cu", diz produtor

"Genetic Toxin", a abertura, é um bom exemplo de prog-metal com toques pop, embora o instrumental seja carente de mais peso e o vocal seja fraco, precisando de mais ataque. A voz de Guilherme Dakr soa como um fiapo, embora o mesmo demonstre controle e agilidade, mas fica muito limitada. Já "The Unbeliever" traz mais peso, embora as guitarras continuem muito baixas, e a banda não consiga empolgar.

Mas é injusto dizermos que o cd é ruim. Boas composições como a progressiva "Lost Link" (com uma bela introdução) e a quase speed (com muitos traços de heavy tradicional) "Undead" dão valor à banda, que sabe mesclar heavy,prog, e pop numa mesma composição. As duas últimas, "The Last Dawn", uma balada épica no estilo Blind Guardian, e "Full Moon" (a mais progressiva de todas) não são fracas, mas a má produção e os vocais limitados de Guilherme dificultam sua evolução.

Uma banda que tem um grande potencial, mas precisa melhorar bastante para poder dar uma maior qualidade a seu material, que mostra ser extremamente versátil, algo raro hoje em dia.

Line Up:
Guilherme Dakr - Guitarras, Vocais
Fernando Mano - Guitarras
Werther Andrade - Teclados
Marcos Erbiste - Baixo
Dan Eisenberg - Bateria
Andrew Waid - Viola (músico convidado)

Site: http://www.sigil.tk

Email: sigil@bridge.com.br




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Sigil"


Astros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?Astros mortos
Como estariam alguns se ainda estivessem vivos?

Nirvana: Kurt Cobain era meio pau no cu, diz produtorNirvana
"Kurt Cobain era meio pau no cu", diz produtor

Antes da fama: Atores que apareceram em clipes clássicosAntes da fama
Atores que apareceram em clipes clássicos

Frances Bean Cobain: assustada com tatuagem de fãFrances Bean Cobain
Assustada com tatuagem de fã

Twisted Sister: segundo Dee, ser pobre e famoso é uma merdaTwisted Sister
Segundo Dee, "ser pobre e famoso é uma merda"

Jimmy Page: qual foi seu maior momento fora do Zeppelin?Jimmy Page
Qual foi seu maior momento fora do Zeppelin?

Gene Simmons: O rock está morto; onde estão o Metallica e Maiden de hoje?Gene Simmons
O rock está morto; onde estão o Metallica e Maiden de hoje?


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.