Resenha - Past Lives With Good Company - Blackmore's Night

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rafael Carnovale
Enviar Correções  

8


Quando deixou o Deep Purple, Richie Blackmore sempre mostrou sua vontade de mudar seus rumos musicais para um lado mais acústico, levando a temática medieval, como se quisesse voltar no tempo. O primeiro cd pós Deep Purple, o bom "Stranger in Us All" do Rainbow, já mostrava tal temática, embora a sonoridade ainda fosse bem rockeira. Mas passada tal empreitada, Richie e sua fiel escudeira (e esposa) Candice Night foram à fundo na idéia de fazer um projeto mais acústico, com um toque bem folk e pitadas progressivas numa roupagem acústica. Daí surgiu o Blackmore’s Night, que após três cd’s e tours de razoável sucesso, lança seu primeiro cd ao vivo.

Rainbow: vocalista faz tributo a Ronnie James Dio com cover de "Rainbow Eyes"

Angra: banda errou na escolha de Fabio Lione?

O ambiente é tipicamente medieval. Uma audição mais apurada lembrará muito bandas como Renaissance, principalmente nos cuidadosos arranjos acústicos e na voz belíssima de Candice. "Shadow of the Moon" surge como um convite a um show intimista, com platéia pequena (a tour só passou por pequenos teatros) e logo nos sentimos numa atmosfera bem viajante... faixas como "Play Ministrel Play" e "Fires at Midnight" reforçam esta atmosfera que poderia muito bem embalar um filme medieval, embora a última traga maiores elementos elétricos e percussivos, cortesia de Richie que resolveu pegar mais na guitarra elétrica no último cd da banda, "Fires at Midnight".

Bons momentos podem ser encontrados na pop "Under a Violet Moon" e nas releituras que a banda fez, com extrema maestria para "16 th Century Greensleeeves" (Rainbow) e "Soldier of Fortune" (Deep Purple),que ficaram maravilhosas com a roupagem medieval/acústica e na voz de Candice. Ironicamente Richie escolheu a música do Purple na era Coverdale. Porque será?

Quem gosta do estilo do Blackmore’s Night irá se deliciar com "Beyond the Sunset" (um instrumental primoroso) e com a quase "Folk" "Morning Star" e com as mais chegadas ao pop, como "Renaissance Faire" e nas mais pesadas, como a quase heavy "Writing on the Wall", que fecha o cd.

Um cd indicado para os fãs do Blackmore’s Night, mas que irá agradar a todos aqueles que gostam de uma música diversificada, bem tocada e, que apesar de não ter tanto peso, prima pela qualidade dos arranjos. E quem disser que Candice Night canta mal e é feia apanha!!!!

Line Up:
Richie Blackmore – Violões, Guitarras
Candice Night – Vocais
Robert of Normandie – Baixo
Carmine Giglio – Teclados
Malcom of Lumley – Bateria
Kevin Dunne – Bateria em "16 th Century Greensleeves"
Lady Raine – Vocais de apoio
Chirs Devine – Violino

Site oficial: www.blackmoresnight.com

Lançado pela SPV records/Stealhammer.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Rainbow: vocalista faz tributo a Ronnie James Dio com cover de Rainbow EyesRainbow
Vocalista faz tributo a Ronnie James Dio com cover de "Rainbow Eyes"


Ritchie Blackmore: Fender homenageia o ícone com uma StratocasterRitchie Blackmore
Fender homenageia o ícone com uma Stratocaster

Ritchie Blackmore: vocalista é mistura de Dio com Freddie MercuryRitchie Blackmore
Vocalista é mistura de Dio com Freddie Mercury


Angra: banda errou na escolha de Fabio Lione?Angra
Banda errou na escolha de Fabio Lione?

Runaways: Jackie Fox conta como foi estuprada por Kim FowleyRunaways
Jackie Fox conta como foi estuprada por Kim Fowley


Sobre Rafael Carnovale

Nascido em 1974, atualmente funcionário público do estado do Rio de Janeiro, fã de punk rock, heavy metal, hard-core e da boa música. Curte tantas bandas e estilos que ainda não consegue fazer um TOP10 que dure mais de 10 minutos. Na Whiplash desde 2001, segue escrevendo alguns desatinos que alguns lêem, outros não... mas fazer o que?

Mais matérias de Rafael Carnovale no Whiplash.Net.

adWhipDin adWhipDin adWhipDin