Matérias Mais Lidas

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemOzzy Osbourne diz que está bem aos 73 anos, mas sabe que sua hora vai chegar

imagemKiko Loureiro defende surgimento de banda que seria "Greta Van Fleet do Iron Maiden"

imagemDo Ozzy ao Slayer: veja os momentos mais metal do desenho South Park

imagemEvanescence anuncia a saída da guitarrista Jen Majura

imagemLars Ulrich diz que shows do Metallica na América do Sul foram incríveis

imagemA visão de Arnaldo Antunes sobre sua timidez no período da adolescência

imagemRitchie Blackmore revela como o impactou a chegada de Jimi Hendrix na Inglaterra

imagemComo CDs e MP3s decepcionaram Jimmy Page

imagemOzzy Osbourne dá sua opinião sobre o streaming e dispara contra Spotify; "É uma piada"

imagemOzzy Osbourne é visto caminhando com dificuldade ao sair de estúdio

imagemRobert Trujillo conta como uma abelha e "migué" quase causaram treta com James Hetfield


Stamp

Resenha - Rock In Rio - Iron Maiden

Por Fábio Faria
Em 17/04/02

Nota: 10

Quatorze meses depois da apresentação no festival Rock in Rio 3, dia 19 de janeiro de 2001, os fãs têm em mãos um CD que pode ser considerado um marco na carreira do Iron Maiden. Se considerarmos que o álbum "Rock in Rio" reflete o ótimo momento que a banda vem atravessando, ele tem tudo para fazer história.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Depois da volta de Bruce Dickinson e Adrian Smith, veio o lançamento do "Brave New World" (muito bem recebido mundialmente) e uma turnê vitoriosa que passou pela Europa, América do Norte, Japão e teve sua parte sul-americana finalizada no Brasil, durante um festival de grande projeção internacional. O show na terceira edição do Rock in Rio foi o maior evento no qual o Iron Maiden esteve como atração principal.

Mesmo com uma certa insatisfação dos fãs em relação ao repertório tocado na "Brave New World Tour" – grande concentração de canções novas e muitos clássicos deixados de lado – este CD duplo (cuja versão especial tem faixas multimídia e capa holográfica) mostra com fidelidade o que foram os shows dessa turnê: o Iron Maiden provando que a volta de seus ex-integrantes não foi uma jogada de marketing para encher o bolso de dinheiro, e sim, que eles acreditavam no material novo que haviam criado, que ele tinha qualidade, e que dele poderiam surgir novos clássicos, daqueles que passam a fazer parte do set list de qualquer show do conjunto no futuro – "Blood Brothers" é uma forte candidata ao posto. Vale ressaltar que, duas das melhores canções da era Blaze passam a ser imortalizadas em versões ao vivo: "The Clansman" e "Sign of The Cross".

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Além disso, o CD registra uma performance perfeita do grupo. Seis quarentões - Bruce Dickinson, Steve Harris, Dave Murray, Adrian Smith, Janick Gers e Nicko McBrain - que ao empunharem seus instrumentos incendeiam qualquer platéia. Todos eles são mais que eficientes, entretanto, não se pode negar que o mérito maior é do vocalista Bruce Dickinson. É impressionante perceber que os anos passam e ele continua sendo o mais carismático frontman da história do Heavy Metal. Podem existir cantores melhores que ele – poucos, talvez Dio e Rob Halford – mas nenhum tem o poder hipnótico que Bruce exerce numa platéia.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

O registro desse poder acabou sendo prejudicado no CD, no que pode ser considerado como o único ponto negativo deste lançamento. Steve Harris, usando das facilidades que o computador oferece a um produtor atualmente, cortou trechos da voz do Bruce em algumas canções e os colou em partes que o cantor interagia com os milhares de fãs. A desculpa dada foi que a "voz" da platéia às vezes estava fora de tempo em relação à música, ou então, não na altura adequada. Na verdade, uma bobagem, que deixará muita gente contrariada.

Fora o deslize, Harris evoluiu como produtor, e ao lado de Kevin Shirley, conseguiu dar ao "Rock in Rio" a produção que um disco ao vivo necessita. As 3 guitarras soam potentes, a cozinha (baixo/bateria) está perfeita e a participação dos fãs, mesmo escondida em alguns trechos pela voz "cortada/colada" de Bruce, ficou excepcional, contribuindo para o resultado final do CD.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Em entrevistas recentes, Bruce Dickinson chegou a comparar o CD "Rock in Rio" com o clássico "Live After Death", este uma referência obrigatória em se tratando de disco ao vivo. Apesar das diferenças, os dois álbuns documentam dois momentos grandiosos da carreira do Iron Maiden. Primeiro, o auge da popularidade durante a turnê do álbum "Powerslave", e agora, a coroação de um retorno bem sucedido. Se o novo ao vivo será tão importante quanto o antigo, só o tempo, e os fãs dirão.

Track List CD 1

01. Intro *
02. The Wickerman
03. Ghost Of The Navigator
04. Brave New World
05. Wrathchild
06. Two Minutes To Midnight
07. Blood Brothers
08. Sign Of The Cross
09. The Mercenary
10. The Trooper
11. A Day In The Life **

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

* "Arthur's Farewell", do filme "O Primeiro Cavaleiro", com Sean Connery e Richard Gere

** video mostrando imagens curiosas de bastidores)

Track List CD 2

01. Dream Of Mirrors
02. The Clansman
03. The Evil That Men Do
04. Fear Of The Dark
05. Iron Maiden
06. Number Of The Beast
07. Hallowed Be Thy Name
08. Sanctuary
09. Run To The Hills
10. Brave New World *

* Vídeo tirado do futuro DVD


Outras resenhas de Rock In Rio - Iron Maiden

Resenha - Rock In Rio - Iron Maiden

Resenha - Rock In Rio - Iron Maiden

Resenha - Rock In Rio - Iron Maiden

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Até Steve Harris aprova: guitarras feitas de skates quebrados



Sobre Fábio Faria

"Maidenmaníaco" convicto, nascido em 1973, passou a escutar Rock com 10 anos de idade. Primeiro disco adquirido foi "Destroyer" do Kiss. Logo depois conheceu o álbum "Killers" do Iron Maiden, e a identificação foi instantânea. Curte todos os estilos e sub-estilos do Rock e do Metal. Sem preconceito, escuta desde Black Sabbath, Yes, Janis Joplin, Slayer, In Flames, Sex Pistols até Dream Theater, U2, Blind Guardian, Slipknot, Carcass, etc. Bandas favoritas: Iron Maiden e Beatles.

Mais matérias de Fábio Faria.