Resenha - Hands Of Time - Archetype

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

Site Oficial - http://www.intrometal.com/archetype

Chyle Vagner - Vocais
Chris Matyus - Guitarras
Jamie Still - Baixo
Keith Zeigler - Bateria

Com tantas bandas de heavy metal progressivo aparecendo fica bem difícil destacar em especial uma ou outra. Existem os grandes medalhões, como Dream Theater e Symphony X, e várias outras bandas seguindo uma mesma linha e fazendo um belo trabalho. Porém, no meio de tantas promessas, existem algumas que são REAIS candidatas ao 'título' de medalhão do metal progressivo. Entre essas, com certeza, podemos colocar o Archetype.

"Hands Of Time" é o segundo CD Demo da banda e impressiona muito. Boa produção, músicas inspiradíssimas, muitas variações nos temas, complexidade e uma excelente técnica por parte de todos os músicos fazem com que qualquer fã de Dream Theater/Symphony X fique de queixo caído e se apaixone pela banda.

A primeira música, "Visionary", já é um espetáculo, deixando uma ótima 'primeira impressão'. Os elogios que fiz à banda não vieram porque "a primeira impressão é a que fica". Vieram porque as outras músicas, "Dissension's Wake", "Arisen" e "Hands Of Time", são espetaculares também. O trabalho é tão bom que é difícil destacar uma música como a melhor do álbum ou um músico que tenha se apresentado melhor que o outro. Todos têm excelentes atuações e contribuem para que "Hands Of Time", mesmo se tratando de um CD de apenas 22 minutos e 13 segundos, seja um dos melhores trabalhos de metal progressivo que já ouvi em toda a minha vida.

As gravadoras e distribuidoras mais direcionadas à música progressiva devem abrir os olhos e bem rápido, pois essa banda é uma garantia de músicas espetaculares e de retorno financeiro também, já que o espaço para o metal progressivo, em especial, vem crescendo assustadoramente nos últimos tempos.

Email da banda: archetype@intromental.com




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Archetype"


Tom Araya: Não sou ateu; acredito em Deus!Tom Araya
"Não sou ateu; acredito em Deus!"

Mulheres: 10 músicas que ajudarão a conquistá-lasMulheres
10 músicas que ajudarão a conquistá-las

Keith Richards: colocando Justin Bieber em seu devido lugarKeith Richards
Colocando Justin Bieber em seu devido lugar

Astros mortos: como estariam alguns se ainda estivessem vivos?Astros mortos
Como estariam alguns se ainda estivessem vivos?

Separados no nascimento: Dave Mustaine e um Cocker SpanielSeparados no nascimento
Dave Mustaine e um Cocker Spaniel

Megadeth: 14 coisas que você não sabe sobre Rust in Peace....Megadeth
14 coisas que você não sabe sobre Rust in Peace....

Van Halen: éramos muito pop para roqueiros e pesados para fãs de popVan Halen
"éramos muito pop para roqueiros e pesados para fãs de pop"


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.