Resenha - Awake - Dream Theater

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Diogo Oliveira
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10


Após o lançamento do marco no metal progressivo Images and Words, o Dream Theater volta aos estúdios em 1994 para gravar um dos melhores discos de sua carreira: Awake. Com músicas mais pesadas e agressivas, eles reafirmam seu incrível domínio e técnica, compondo músicas extremamente bem-elaboradas, com peso e melodia na medida certa.

Europe: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl RoseGuns N' Roses: álcool, drogas e intrigas nos primórdios da banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum já começa com a faixa "6:00", extremamente conceitual, diferente de tudo que fora lançado antes. Logo após, vem a ótima "Caught In a Web", uma composição de LaBrie e Petrucci, com um refrão bem marcante. A seguir vem "Innocence Faded", uma música muito boa, mas sem nada de muito especial. Logo após, vem "A Mind Beside Itself", que é dividida em 3 músicas: a mágica e incrivelmente bem-feita "Erotomania", a longa e empolgante "Voices" e a calma, porém cativante "The Silent Man". Em seguida, vêm os dois grandes marcos do CD: "The Mirror" e "Lie"; duas músicas extremamente pesadas, com uma pegada de guitarra extremamente agressiva, com solos muito bem feitos, executados com perfeição pelo mestre Petrucci. Por fim, "Lifting Shadows Off a Dream", uma composição bem viajada, mas ótima de John Myung, "Scarred" (a mais longa do disco, com 11 minutos) e "Space-Dye Vest"(uma musica muito bem trabalhada, com uma melodia na qual se evidencia toda a ótima técnica de Moore) fecham essa verdadeira obra-prima do metal progressivo.

Awake é um CD extremamente recomendado para todos os fãs de uma música pesada, porém bem trabalhada. A qualidade e criatividade desses músicos são indiscutíveis, o feeling da banda, a harmonia e o entrosamento entre os integrantes são a principal característica do disco.

Em outras palavras "Um álbum genial, feito por músicos geniais". Soberbo.


Outras resenhas de Awake - Dream Theater

Dream Theater: em 1994, o Dream Theater cravava seu nome na cenaDream Theater: Awake é um dos melhores trabalhos dos anos 90Dream Theater: Cadeira cativa entre grandes lançamentos prog metal




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Dream Theater"


Metallica: Nunca uma grande banda fez tantos discos ruins, diz PortnoyMetallica
Nunca uma grande banda fez tantos discos ruins, diz Portnoy

Dream Theater: Pull Me Under é a mais importante da banda, diz PetrucciDream Theater
"Pull Me Under" é a mais importante da banda, diz Petrucci


Europe: toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl RoseEurope
Toco de Lemmy, pito de Freddie, mijada com Axl Rose

Guns N' Roses: álcool, drogas e intrigas nos primórdios da bandaGuns N' Roses
álcool, drogas e intrigas nos primórdios da banda


Sobre Diogo Oliveira

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336