Iron Maiden: Sobre o que é a música de "The Edge of Darkness"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Por Fabricio Maoski
Enviar correções  |  Comentários  | 

Desde a primeira vez que eu escutei "Edge of Darkness" no lançamento do "X-Factor" em 1995 já havia ficado impressionado com a letra da música. Na época não sabia quais eram as referências da música, via apenas que era uma música sobre guerra. Sempre fui fascinado por cinema e alguns anos mais tarde ao assistir o clássico Apocalipse Now, percebi as referências diretas à música do Iron Maiden. Eu ainda tinha uma dúvida: Por que o filme se chamava Apocalipse Now e a música se chamava "Edge of Darkness?"

2060 acessosIron Maiden: 37 anos atrás, o primeiro álbum era lançado5000 acessosAtaques em Paris: Pastor caga pela boca ao comentar massacre

Com a popularização da internet em meados dos anos 2000, descobri que esse era o título de um livro de Joseph Conrad. Como nerd e fã do Iron Maiden, fui à biblioteca pública daqui de Curitiba procurar o livro. Achei e li o livro. Ao comparar o livro com a música vê-se claramente que a inspiração do Iron Maiden foi o filme e não o livro, sendo aproveitado apenas o título do livro na música. Vou fazer um breve resumo do livro e do filme para que quem não os conheça possa entender do que eu estou falado.


"O coração das trevas" é um livro editado em 1902 por Joseph Conrad. O livro conta a história de um marinheiro inglês que adentrar na África pelo rio Congo para procurar um comerciante de peles chamado de Kurtz. O comerciante teria passado tempo demais com os nativos, perdendo o contato com a realidade e se deixando levar pelos instintos mais básicos. O livro relata que Kurtz teria cometido atos inonimáveis, mas não dá muitas pistas sobre o ocorrido, no que difere muito do filme. O livro trata de temas como a selvageria e a civilização e a contraposição entre a África selvagem e a Europa. O livro é do início do século XX e mostra um certo temor Europeu de que a sua civilização fosse engolida pela selvageria da África. Não deixa de ser um ponto de vista preconceituoso, mas que reflete a cultura do tempo do livro.

Apocalypse Now é um filme Norte-Americano de 1979 dirigido por Francis Ford Copolla. O filme contou com grandes atores da época, como Marlon Brando, Robert Duvall e Martin Sheen, e conta a história de um oficial do exército em plena guerra Vietnã que é mandado em missão para matar um renegado e presumido oficial Kurtz que teria enlouquecido em plena selva. A narrativa mostra toda a violência e loucura da guerra, focando na crueldade sem sentido e no impacto emocional da guerra. Kurtz comanda um povoado como um semi-Deus, o qual é decorado por centenas de cabeças de pessoas assassinadas. Em minha modesta opinião, um dos melhores filmes que eu já assisti. Um filme cansativo, arrastado em certos trechos, porém envolvente e impactante. Um verdadeiro clássico do cinema. Recomendo a todos!

Ao ler a letra da música do Iron Maiden, vê-se que é basicamente a história do filme. A letra do Iron Maiden foca especialmente a cena da conversa do Willard com os oficiais que repassam a missão e a cena inicial no quarto do hotel. Infelizmente não achei a cena da missão no youtube.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Em relação à música de uma forma geral, assistir ao filme Apocalipse Now é deleito para os ouvidos já que vemos a música The End do The Doors logo no início do filme.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Vemos também tocar "(I Can't Get No) Satisfaction" dos Rolling Stones numa cena no barco.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Além das referências mais roqueiras vale lembrar ainda a cena clássica quando vemos helicópteros destruindo uma vila Vietnamita ao som de uma ópera.

youtube player
Inscreva-se no nosso canalWhiplash.Net no YouTube

Em relação à música do Iron Maiden,eu fiquei frustrado ao ir ao show aqui em Curitiba em 1996 e a banda não tocar essa música. Na época não sabia que tinham excluído a música na turnê da América do Sul, provavelmente por problemas com o público. No show 1998 nova expectativa, mas que também acabou frustrada. Com a volta de Bruce tinha certeza que o sonho de ver essa música ao vivo estava perdido. Felizmente tive a honra de escutar essa música ao vivo nas diversas turnês e shows que o Blaze Bayley fez por aqui. Uma curiosidade interessante que o Blaze na turnê no show da turnê "The Night That Will Not Die" usa um playback mais longo do início do filme que o Iron Maiden usou no CD do "X-Factor".

Para concluir, o filme e o livro são obras que valem a pena serem lidas e assistidas não apenas por serem referências para o Heavy Metal, mas por se tratarem de grandes obras literárias e cinematográficas. Mostram todo o absurdo da guerra e da matança em nome de ideologias duvidosas. Além disso, mostram como a guerra e o sofrimento despersonificam e levam pessoas comuns como o Willard e o próprio Kurtz se tornarem assassinos. Mostram como a guerra e a violência leva as pessoas a perderem a própria noção de humanidade e civilização. Daí vem o título, o coração das trevas. A música do Iron Maiden mostra esse clima pesado e sombrio, especialmente no seu dedilhado inicial e na forma sombria como Blaze canta a música. Particularmente, essa é uma das minhas músicas prediletas da banda.

Fontes:

Conrad,j. O coração das trevas.
Copolla, F. Apocalipse Now.(1979).

Comente: Você já sabia que este era o tema da música?

5000 acessosQuer ficar atualizado? Siga no Facebook, Twitter, G+, Newsletter, etc

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+Compartilhar no WhatsApp

Bruce DickinsonBruce Dickinson
Ele vai acertar os salários atrasados do próprio bolso

2060 acessosIron Maiden: 37 anos atrás, o primeiro álbum era lançado0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Os álbuns da banda, do pior para o melhor

System of a DownSystem of a Down
"A maior banda do planeta é o Iron Maiden"

Iron MaidenIron Maiden
Veja performance arrasadora no Wacken Open Air 2016

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, no link abaixo:

Post de 13 de março de 2017

0 acessosTodas as matérias da seção Matérias0 acessosTodas as matérias sobre "Iron Maiden"

Ataques em ParisAtaques em Paris
Pastor caga pela boca ao comentar massacre

Dave MustaineDave Mustaine
Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman

Ozzy OsbourneOzzy Osbourne
Dando "chega mais" em Mônica Apor na coletiva

5000 acessosAnos 90: bandas de hard rock e metal que decepcionaram os fãs5000 acessosBeatles: homenagens e paródias à capa de "Abbey Road"5000 acessosGuns N' Roses: melhores músicas segundo a Ultimate Classic Rock5000 acessosRock And Roll: 10 melhores álbuns de estreia de todos os tempos5000 acessosBeatles e Elvis Presley: o dia em que eles tocaram juntos5000 acessosRegis Tadeu: explicando por que o Slipknot é tão odiado

Sobre Fabricio Maoski

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online