Guitarras do Kiss: Parte 4 - As guitarras de Vinnie Vincent e Mark St. John

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marco Pala
Enviar correções  |  Ver Acessos

Na quarta parte da saga envolvendo os instrumentos usados pelo KISS, temos dois guitarristas que ficaram por curto tempo na banda, Vinnie Vincent e Mark St. John, que serão compilados no mesmo texto.

Humor: O dia em que Steve Vai foi humilhado por ChimbinhaQuando shows dão errado: 25 apresentações desastrosas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

VINNIE VINCENT (1982-1984)

CREATURES OF THE NIGHT (1982/1983)

Vinnie estreou no KISS logo no primeiro show da Creatures Of The Night Tour, em dezembro de 1982, tendo, antes, gravado e composto partes deste álbum, ainda usando seu nome de batismo, Vincent Cusano. Nas gravações, Vinnie usou uma Stratocaster preta, montada por ele mesmo, usando corpo e braço confeccionados pela empresa Boogie Bodies, de propriedade de Wayne Charvel e Lynn Ellsworth, criada depois de Wayne vender a Charvel Guitar Repair para Grover Jackson, em 1978. Nos primeiros shows da Creatures Of The Night Tour, Vinnie tocou com uma Stratocaster vermelha, com ponte Floyd Rose e pickups EMG feita pela obscura empresa Guitarman (comumente confundida com uma Charvel). Depois de alguns shows, Grover Jackson entregou um novo braço (com escala de maple) para Vinnie fazer propaganda da sua marca, enquanto ele próprio preparava as principais guitarras da turnê. Neste período, Vinnie também usou uma Gibson Les Paul Standard sunburst e uma B. C. Rich Mockinbird preta, ambas de propriedade de Paul Stanley. Com a turnê já engrenada, Vinnie recebeu de Grover Jackson pelo menos quatro Jackson Custom Made V (originalmente projetadas por Grover e Randy Rhoads, e que viriam a ser batizadas de "Rhoads" algum tempo depois). Sua #1 era um modelo "gold sparkle", com pickup EMG 81 na ponte (Floyd Rose 1) e um PAF Seymour Duncan no braço. Havia também uma #2, também dourada, além de uma #3 preta, com ponte fixa. Em fotos, Vinnie apareceu também com uma quarta Custom V (branca), com ponte Floyd Rose, mas que não foi usada em shows. Uma curiosidade sobre as primeiras Jackson V usadas por Vinnie: há rumores de que seriam guitarras que Grover Jackson teria começado a preparar para Randy Rhoads, mas que não chegaram a ser finalizadas por conta da prematura morte do guitarrista. Vinnie sustentou esta tese, porém Jackson diz que as guitarras de Vinnie eram novas e feitas com base nos gabaritos originais das guitarras de Rhoads.

Charvel/Boogie Bodies Stratocaster
Charvel/Boogie Bodies Stratocaster
Guitarman Stratocaster
Guitarman Stratocaster
Gibson Les Paul de Paul Stanley
Gibson Les Paul de Paul Stanley
B. C. Rich Mockingbird de Paul Stanley
B. C. Rich Mockingbird de Paul Stanley

LICK IT UP (1983/1984)

O setup da fase Lick It Up foi mais homogêneo: Vinnie somente usou Jacksons Custom V (Rhoads). Logo nos primeiros dias em que estava na Europa com o KISS para os primeiros shows da turnê, Vinnie pessoalmente pintou sua #1 dourada de pink, usando um simples spray. Ele também usou sua Custom V #2 dourada em alguns shows, mas sua guitarra reserva passou a ser uma segunda Custom V pink (que aparece no vídeo de "All Hells Breaking Loose", esta já fabricada assim pela Jackson, com as marcações "dente de tubarão" invertidas em relação à original). Na reta final da turnê, além das duas Jacksons Pink, Vinnie usou uma Custom V preta, com ponte Floyd Rose. Recentemente, o ermitão Vinnie Vincent colocou à venda num leilão, vários itens de sua memorabilia, incluindo guitarras originais como sua V #1 pink (reformada pela Jackson), a Jackson V preta usada na Creatures Tour (repintada de branco), a Boogie Bodies Strato, entre outros itens.

Jackson V #1
Jackson V #1
Outras Jacksons V
Outras Jacksons V

MARK ST. JOHN (junho/novembro 1984)

ANIMALIZE (1984)

Mark fez oficialmente apenas três shows com o KISS, em novembro de 1984, dois deles completos (no primeiro da trilogia, Mark tocou apenas 5 músicas, com Bruce Kulick tocando nas demais). Portanto, são muito raras as imagens e informações sobre os instrumentos usados por Mark com o KISS, principalmente ao vivo. Como ele foi indicado ao KISS pelo luthier Grover Jackson, naturalmente ele usou guitarras Jackson, principalmente do modelo Soloist. No vídeo de "Heavens On Fire" e nas principais sessões de fotos, Mark usou uma Soloist Custom preta, com 3 pickups single coil e ponte Kahler. Ao vivo, usou pelo menos duas guitarras: uma Jackson Soloist preta com acabamento mais simples (e apenas um humbucker) e uma Stratocaster amarela, não sendo possível identificar sua marca. Durante toda sua carreira, Mark sempre preferiu guitarras tipo 'super-strato', principalmente as G&L Rampage, usadas depois de sua breve passagem pelo KISS.

Jackson Soloist Custom
Jackson Soloist Custom
Jackson Soloist (Animalize Tour)
Jackson Soloist (Animalize Tour)
Stratocaster amarela
Stratocaster amarela

As Guitarras do Kiss

Guitarras do Kiss: Parte 1 - As guitarras de Paul Stanley

Guitarras do Kiss: Parte 2 - Os baixos de Gene Simmons

Guitarras do Kiss: Parte 3 - As guitarras de Ace Frehley

Guitarras do Kiss: Parte 5 - As guitarras de Bruce KulickGuitarras do Kiss
Parte 5 - As guitarras de Bruce Kulick

Guitarras do Kiss: Parte 6 - As guitarras de Tommy Thayer

Todas as matérias sobre "As Guitarras do Kiss"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção MatériasTodas as matérias sobre "As Guitarras do Kiss"Todas as matérias sobre "Kiss"Todas as matérias sobre "Vinnie Vincent"


Kiss: a clássica canção que fala sobre sexo analKiss
A clássica canção que fala sobre sexo anal

Eric Singer: Eu nunca quis ser mais rápido que ninguém!Eric Singer
"Eu nunca quis ser mais rápido que ninguém!"


Humor: O dia em que Steve Vai foi humilhado por ChimbinhaHumor
O dia em que Steve Vai foi humilhado por Chimbinha

Quando shows dão errado: 25 apresentações desastrosasQuando shows dão errado
25 apresentações desastrosas


Sobre Marco Pala

Marco Pala, nascido em 1975 na cidade de Monte Alto-SP, é advogado, guitarrista da banda Roy Corroy nas horas vagas e um apreciador do bom e velho rock and roll desde a mais tenra idade.

Mais matérias de Marco Pala no Whiplash.Net.

adGoo336