Em 24/03/2012 | Resenha - Amon Amarth (Carioca Club, São Paulo, 24/03/12)

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Resenha - Amon Amarth (Carioca Club, São Paulo, 24/03/12)


  | Comentários:

Prestes a completar três anos desde sua primeira bem-sucedida passagem pelo Brasil, os suecos do Amon Amarth desembarcaram novamente em nosso país para promover seu mais recente álbum, o ótimo "Surtur Rising", lançado em 2011. Usando como temática nas letras a mitologia nórdica, a banda conseguiu demonstrar o motivo de ser considerada uma das mais adoradas do Viking Metal.

O texto representa a opinião do autor, não do Whiplash.Net ou de seus editores.

Já era grande a movimentação por volta das 16hs no Carioca Club, local escolhido para a apresentação desta vez e logo uma fila que dobrava esquinas se formou. Considero que a apresentação poderia ocorrer em um local maior, mas considerando o "boom" de shows que estão ocorrendo por aqui (inclusive no mesmo final de semana deste show, caso do Iced Earth), fica difícil para todos acompanharem a maioria dos shows e lotar todas as casas, mas mesmo assim a casa ficou completamente tomada por vigorosos fãs que aguardavam ansiosos o início da apresentação.

Antes de Johan Hegg e cia adentrarem o palco do Carioca Club, ficou a cargo do grupo Ordo Draconis Belli despertar o espírito guerreiro dos ali presentes com demonstrações de combates que empolgaram o público e já são freqüentes em eventos/shows com temática viking em São Paulo.

Era chegada a hora da brutalidade ter início, e bastou alguns poucos acordes de "War Of The Gods", uma das melhores do lançamento mais recente dos suecos, para que aquele espaço se tornasse um verdadeiro campo de batalha! Logo emendando a poderosa "Runes To My Memory", do álbum "With Oden On Our Side", de 2006, recebida com fervor por todos.

Imagem

"Destroyer Of The Universe" foi simplesmente matadora, os fãs faziam rodas que fariam com que alguns hematomas não se tornassem surpresa, dado o vigor que esta e praticamente todas as músicas da banda transmitem. Contando ainda com um refrão cantado com potência, destaco o trabalho das guitarras que simplesmente foram incríveis.

Imagem

E se alguém queria respirar um pouco, poderia esquecer. O que viria a seguir era simplesmente a fanstástica "Live Without Regrets", mais uma de "Surtur Rising". Não poderia deixar de citar o quão bom é este álbum, afinal, você ouvir um álbum uma vez na sequencia, sem pular faixas é sinal de coisa realmente boa.

Imagem

Finalmente para acalmar (se é que podemos usar isto no contexto do Amon Amarth) veio "Thousand Years Of Oppression", bela música que soou com perfeição ao vivo e que com certeza resultou em um momento épico do show. Em "The Pursuit Of Vikings" não deve ter havido uma alma que não bangueou ao ritmo de Johan e seus companheiros, aliás, este frontman demonstra uma presença de palco incrível (sim, um cara de 2 metros e pouco não ter presença é difícil, mas no caso dele, isto se torna apenas um detalhe), que nos leva a ter a sensação de estarmos lutando como verdadeiros vikings acompanhando as canções da banda.

Imagem

A ventilação da casa não era suficiente naqueles momentos, notavam-se fãs encharcados com o suor daquela que sem dúvidas era mais que uma batalha, era uma celebração onde todos partiam "For Victory or Death"! Em seguida veio uma das que me surpreenderam e que achei que não estaria presente no setlist no Brasil, a faixa "The Hero", presente no álbum "Twilight Of The Thunder God", de 2008.

Imagem

Aguardei ansiosamente a execução de "Valhalla Awaits Me", essa não só fez muitos acabarem suas vozes com seu excelente refrão, como também se tornou um momento muito especial para todos ali presentes, já que esta é uma letra bem emblemática da banda. As três próximas músicas foram para esquentar de vez o já quentíssimo Carioca Club: "Slaves Of Fear", "Fate Of Norns" e "Bleed For Ancient Gods", sempre com a banda demonstrando simpatia, em especial Johan Hegg, que interagia muito bem com o público.

A belíssima e mais cadenciada "Under The Northern Star" foi outro momento mágico do show que, sem dúvidas, muitos não esquecerão (ou até a próxima passagem da banda por aqui), assim como "Free Will Sacrifice" e "Cry Of The Black Birds", esta última uma daquelas que mesmo com pescoço comprometido, não deixa que sintamos qualquer limitação para seguir seu ritmo furioso. Para encerrar o set regular, "Death In Fire" e "Victorious March" mostraram que os fãs realmente representaram, pois naquele momento todos pareciam estar com a energia do início do show.

Imagem

Para o bis, a banda reservou duas das mais adoradas músicas da carreira, "Twilight Of The Thunder God" e "Guardians Of Asgaard", que gerou rodas insanas, além de fazer com que todos usassem o pouco que ainda restava de suas vozes para entoar o "Cause We Are!/We're The Guardians/ Guardians Of Assssgaaaaaaaard".

Vinte e quatro de março de 2012 ficará marcado como o dia em que presenciamos um dos sérios concorrentes a grande show do ano, além claro, de um público que não ficou devendo absolutamente nada. Para ficar ainda mais perfeito só gostaria que "Asator" tivesse entrado no set, mas tenho certeza que logo poderemos conferir estes suecos por terras tupiniquins novamente.

Set List - São Paulo:

1. War Of The Gods
2. Runes To My Memory
3. Destroyer Of The Universe
4. Live Without Regrets
5. Thousand Years Of Oppression
6. Pursuit Of Vikings
7. For Victory Or Death
8. The Hero
9. Valhalla Awaits Me
10. Slaves Of Fear
11. Fate Of Norns
12. Bleed For Ancient Gods
13. Under Northern Star
14. Free Will Sacrifice
15. Cry Of The Black Birds
16. Death In Fire
17. Victorious March

Bis:
18. Twilight Of The Thunder God
19. Guardians Of Asgaard

Fotos: Gabriel Souza

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Resenhas de Shows
Todas as matérias sobre "Amon Amarth"

Amon Amarth: Joham Hegg comenta faixas tributo
Amon Amarth: Metalhead pede namorada em casamento no palco
Amon Amarth: líder dá entrevista sobre novo vídeo e tour nos EUA
Amon Amarth: filmagem completa do show de Los Angeles
Amon Amarth: vocalista no filme "Northmen - A Viking Saga"
Amon Amarth: vocalista Johan Hegg fará papel de Viking em filme
Amon Amarth: confira novo clip com dez minutos de duração
Amon Amarth: confira o clip de "Father of the Wolf"
Amon Amarth: tour sulamericana anunciada para maio
Amon Amarth: Os mestres suecos estão de volta em sua melhor forma
Amon Amarth: confira o lyric video de "As Loke Falls"
Amon Amarth: Johan Hegg atua em filme sobre vikings

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre José Antonio Alves

Nascido em 02/07/1989, sou estudante de Informática e me aventuro nos caminhos do rock desde os treze anos. Comecei ouvindo os clássicos, Iron Maiden, Black Sabbath, Motorhead. Hoje ouço um leque variado de bandas dentro do Metal, sem radicalizações de estilo. Posso ser encontrado no twitter no @jose665.

Mais matérias de José Antonio Alves no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas