Lars Ulrich: "Anti-internet? Loucura! Ganancioso? Pura loucura!"

WHIPLASH.NET - Rock e Heavy Metal!

Lars Ulrich: "Anti-internet? Loucura! Ganancioso? Pura loucura!"

Traduzido por Nacho Belgrande | Fonte: Blabbermouth

  | Comentários:

Imagem

Dan Ruledge da revista Rip It Up conduziu em dezembro de 2010 uma entrevista com o baterista do METALLICA, LARS ULRICH, antes do show da banda em Auckland, Nova Zelândia.

Sobre as coisas mais loucas que ele já leu sobre si próprio na internet:

Ulrich: “Eu não leio muito dessas coisas. Quero dizer, claro, você acaba olhando, mas você tenta não olhar... O grande lance da internet, obviamente, é que você tem acesso à informação e você pode achar... não há necessidade de cópias físicas e se você quiser checar uma resenha rápida ou o que alguém [escreveu], tá tudo lá. O lance ruim da internet, claro, é que dá a todo mundo uma opinião e dá a todo mundo meio que... eles têm a chance de ser anônimos. E algumas vezes, como você sabe, as coisas que as pessoas podem escrever e acabam escrevendo não são particularmente agradáveis ou respeitosas. Então eu sou meio calejado e tenho sido bem calejado por boa parte da minha vida. À medida que envelheço um pouco, eu me encontro sendo menos e menos interessado em... você sabe, quando você tem 20 ou 30 anos de idade, é aquilo de ‘Oooh, o que as pessoas estão pensando? O que as pessoas estão escrevendo?’ À medidas que você chega aos 150 anos como eu, fica um pouco menos interessante; eu não o faço muito ainda. Mas, claro, quando você começa uma turnê ou seja lá o que for, seus empresários, eles te mandam seis links, seis resenhas do show ou qualquer coisa – esse tipo de lance. Mas eu não passo muito tempo sentado, procurando por mim mesmo no Google ou achando o que alguém... eles dizem. Quero dizer, ouça, eu sou um viciado em internet tanto quanto todo mundo é, mas não tanto sobre mim; [estou] procurando por coisas que sejam mais interessantes.”

Ulrich: “Eu acho que provavelmente a coisa mais estranha foi no alvorecer do lance do Napster [o METALLICA notoriamente processou o Napster original, vários anos atrás, por tornar a música da banda disponível online sem a permissão do grupo] – e eu não sou um cara que passa muito tempo se defendendo; eu não sinto essa necessidade particular de ser combativo – mas aquele lance do Napster… Bem, as duas coisas sobre o Napster que foram bem estranhas era que nós éramos anti-internet… quero dizer, provavelmente, na minha casa… eu acho que nós temos tipo, nove computadores. Temos, tipo, um computador em cada cômodo. Eu tenho um iPod, eu tenho tipo, três iPhones… quero dizer, eu sou uma biscate de computadores. Falando sério, eu sou a razão pela qual [o chefão da Apple] Steve Jobs vendeu metade das geringonças que ele vendeu. Acredite em mim. Então essa coisa toda, tipo ‘Lars Ulrich é anti-internet.’ Isso foi lançado lá fora. A outra coisa que veio no meio de tudo aquilo era sobre Lars Ulrich ser realmente ganancioso. Eu sempre tive uma relação incrivelmente desprendida com dinheiro. Tipo, quando eu não tinha dinheiro algum, não era nada que importasse pra mim. E agora que somos afortunados por ter algum dinheiro, o dinheiro não desempenha um papel em nada do que fazemos, isso não tem importância em nada que eu faça. Eu não me sento e olho pros meus saldos bancários e micro-empresario o METALLICA… Se fizermos isso ou se fizermos isso… isso vai dar 17 dólares… Nada disso acontece de jeito algum. Quero dizer, o grande lance de ser bem-sucedido é, obviamente, no surgimento do que vem… te dá liberdade, te dá liberdade pra não pensar nisso, na verdade; essa é a melhor coisa.”

Ulrich: “Mas esse lance, tipo, que nós somos um tipo de pessoas Gene Simmons, que sentam lá e contam centavos ou algo assim, é absolutamente absurdo. Essas foram as duas coisas estranhas que vieram com aquilo. Somos maníacos por controle? Totalmente. Culpados do crime, meritíssimo. Estamos interessados em, tipo, controlar o que acontece com o METALLICA e nossas canções e nosso nome e todo esse tipo de coisa. Mas anti-internet? Loucura. E ganancioso. Pura loucura.”

Criado em 1996, Whiplash.Net é o mais completo site sobre Rock e Heavy Metal em português. Em março de 2013 o site teve 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas e 8.590.108 pageviews. Redatores, bandas e promotores podem colaborar pelo link ENVIAR MATERIAL no topo do site.

Esta é uma matéria antiga do Whiplash.Net. Por que destacamos matérias antigas?


  | Comentários:

Todas as matérias da seção Entrevistas
Todas as matérias sobre "Metallica"

Dio: Tributo faz jus à sua importância para a música pesada
Dedo x Palheta: Jason Newsted joga gasolina na fogueira do debate
Metallica: Vídeo oficial de "One" e "Orion" em Buenos Aires
Metallica: as mil expressões faciais de Lars Ulrich
Metallica: "Sempre seremos criativos", diz Kirk
Metallica: monstro de Jump In The Fire em edição limitada
Guitar World: 11 Álbuns Essenciais do Thrash Metal
Metallica: saiba quanto a banda faturou na América do Sul
Metallica: Confira "The Unforgiven" e "And Justice" na Argentina
Kiss: Paul Stanley continua questionando o Rock Hall Of Fame
Morbid Angel e Metallica: bandas em novo quadro do Arte Extrema
Metallica: banda disponibiliza imagens do show no Paraguai
Metallica: Assista vídeo oficial do show de Santiago
Rock e metal: o outro lado das capas de discos
Metallica: Assista vídeo oficial do show de São Paulo

Os comentários são postados usando scripts do FACEBOOK e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Pense antes de escrever; os outros usuários e colaboradores merecem respeito;
Não seja agressivo, não provoque e não responda provocações com outras provocações;
Seja gentil ao apontar erros e seja útil usando o link de ENVIO DE CORREÇÕES;
Lembre-se de também elogiar quando encontrar bom conteúdo. :-)

Trolls, chatos de qualquer tipo e usuários que quebram estas regras podem ser banidos sem aviso. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande, 33 anos, residente em Marilia - SP, é professor de inglês e francês, apesar de formado em Técnico de Engenharia de Estúdio pelo Recording Workshop de Los Angeles, nos EUA. Suas lembranças musicais mais remotas datam de 1983, com a fervilhante passagem do Kiss pelo Brasil e da alta popularidade do Queen no país. Fã(nático) por Mötley Crüe (de quem tem mais de 100 CDs), segue de perto também o trabalho de Slayer, Krisiun, Guns N´ Roses, Van Halen e Ozzy Osbourne, entre outros.

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Link que não funciona para email (ignore)

QUEM SOMOS | ANUNCIAR | ENVIAR MATERIAL | FALE CONOSCO

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em março: 1.258.407 visitantes, 2.988.224 visitas, 8.590.108 pageviews.


Principal

Resenhas

Seções e Colunas

Temas

Bandas mais acessadas

NOME
1Iron Maiden
2Guns N' Roses
3Metallica
4Black Sabbath
5Megadeth
6Ozzy Osbourne
7Kiss
8Led Zeppelin
9Slayer
10AC/DC
11Angra
12Sepultura
13Dream Theater
14Judas Priest
15Van Halen

Lista completa de bandas e artistas mais acessados na história do site

Matérias mais lidas