Matérias Mais Lidas


Stamp
Summer Breeze 2024

Creedence: Resenha e fotos do show em Porto Alegre

Resenha - Creedence (Auditório Oi Araújo Vianna, Porto Alegre, 05/11/2015)

Por Guilherme Dias
Postado em 18 de novembro de 2015

A banda Creedence Clearwater Revisited esteve em Porto Alegre mais uma vez para reviver os clássicos do passado. A apresentação não foi muito diferente das anteriores. Apenas o local da apresentação foi diferente, dessa vez o Auditório Oi Araújo Vianna recebeu os fãs do grupo norte-americano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

O Creedence Clearwater Revival durou pouquíssimo tempo, foi formado no ano de 1967 e terminou em 1972, porém deixou um legado muito grande na história do rock and roll. Foram sete álbuns lançados, embora os integrantes da ex-banda não considerem o álbum "Mardi Gras" (1972) que antecedeu o término da banda. O Creedence Clearwater Revival não toca nenhuma música desse álbum ao vivo, inclusive.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Os membros originais do Creedence Clearwater Revival, Stu Cook (baixo) e Doug Clifford(bateria) formaram o Creedence Clearwater Revisited em 1995. Desde então fazem turnês pelo mundo inteiro tocando o que deu muito certo no final dos anos 60 e início dos 70. Junto a eles estão Steve Gunner (teclados/ violão), Kurt Griffey (guitarra) e John "Bulldog" Tristão(vocais/ guitarra).

O show iniciou exatamente as 21 horas com "Born on the Bayou". Antes de "Green River" John pediu ajuda para o público e agradeceu a presença de todos. Ainda no início a emocionante "Who’ll Stop the Rain" agradou bastante a plateia. John Tristão disse que a comida no Brasil é ótima e que as garotas são muito bonitas, anunciando "Hey Tonight".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

O baixista Stu Cook foi o responsável por apresentar os seus colegas de banda, brincando com John, dizendo que possui grandes pés, um grande coração e uma grande voz. Stu não foi apresentado por ele mesmo, o velho colega Doug foi o responsável por isso.

A longa "I Heard It Through the Grapevine" foi muito bem executada pelos músicos. Destaque para o guitarrista Kurt Griffey que mostrou muita técnica e muito feeling. Não apenas nessa canção, mas em todas apresentadas, sendo o músico que mais se movimentou e se aproximou dos fãs.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

O público ocupou praticamente todos os mais de 3 mil lugares do Auditório Oi Araújo Vianna. Desde jovens que nasceram após 1995 até idosos que nasceram muito antes de 1970. Todos permaneceram sentados praticamente o show inteiro, quando algum fã se animava um pouco e se levantava, logo em seguida era criticado por alguém e era obrigado a se sentar. A emoção de um show faz com que as pessoas prefiram assistir de pé e cantando as músicas o tempo inteiro. Mas não foi o que aconteceu, na maior parte do espetáculo o público ficou sentado e calado, apenas aplaudindo bastante ao final de cada música. As coisas começaram a mudar apenas quando o show estava se aproximando do final.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

Músicas como "Bad Moon Rising", "Proud Mary" e "Fortune Son" foram responsáveis por animar mais o público e fazê-lo levantar e cantar, mas aí para não parar mais. Essas foram as últimas do set, mas o show não estava acabando por aí.

A banda voltou para o bis com cerveja (literalmente). O começo teve não só o maior clássico da banda, mas também um dos maiores hits da história da música, aquela típica música que todo mundo conhece e já ouviu ao menos uma vez na vida, eu falo de "Have You Ever Seen the Rain". Aí sim todo mundo estava cantando e participando muito. Na animada "Travelin’ Band" alguns arriscaram alguns passos de dança inclusive. A derradeira foi "Up Around the Bend", que fechou a apresentação com chave de ouro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 6

A qualidade sonora estava perfeita, cada detalhe podia ser escutado com muita clareza. A iluminação embelezou muito o palco que possuía uma grande cortina preta ao fundo. A cada turnê do grupo um show muito semelhante, mas aquela típica apresentação que sempre vai valer a pena ver de novo. Quem agradece é o público que pôde voltar no tempo e ser muito feliz em mais um show de rock and roll.

Set-list completo:
Born on the Bayou
Green River
Lodi
Commotion
Who'll Stop the Rain
Susie Q
Hey Tonight
Long as I Can See the Light
I Put a Spell on You
Down on the Corner
Lookin' Out My Back Door
I Heard It Through the Grapevine
Midnight Special
Bad Moon Rising
Proud Mary
Fortunate Son

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Have You Ever Seen the Rain?
Travelin' Band
Up Around the Bend

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Bruce Dickinson
Jethro Tull


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Guilherme Dias

Fanático por heavy metal e hard rock desde os 12 anos de idade. Coleciona CDs e LPs, principalmente do Helloween e seus derivados. Colabora com o site desde 2013. Nasceu em Porto Alegre, capital do Rio Grande do Sul.
Mais matérias de Guilherme Dias.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS