Triumph of Metal: evento foi um sucesso absoluto

Resenha - Triumph of Metal Festival (Clube Fernão Dias, Pouso Alegre, 16/11/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Écio Souza Diniz, Fonte: Pólvora Zine
Enviar Correções  

publicidade







Por Anderson Carvalho de Oliveira
Fotos: Rogério Seiji

Realizado na acolhedora Pouso Alegre, no sul de Minas Gerais, o Triumph Of Metal é um dos principais festivais de Heavy Metal do Brasil. Sempre com um cast de peso e produção impecável, o evento oferece uma excelente estrutura para todas as bandas. Todo esse empenho por parte da produção reflete na enorme expectativa em torno de cada nova edição, como também na presença cada vez maior do público.

Na abertura desta sétima edição, uma prata da casa, a banda LADO DE LÁ empolgou com seu rock'n'roll em português, fez o lançamento de seu primeiro CD e teve como destaque a vocalista/guitarrista Laís Tiburcio Torres, que possui uma bela voz e muito carisma no palco.

Na sequência veio o FUNERATUS com seu Death Metal brutal e trabalhado, com a experiência adquirida em anos de estrada no underground. Fizeram um show matador, com muitas rodas se abrindo. Indian 'Healling', 'Universatan' e 'Visions From Hell' foram alguns destaques do set.

Em seguida sobe ao palco o BARANGA, bem conhecido dos mineiros e tendo se apresentado em outros grandes eventos do estado, como Roça and Roll e Camping Rock. O Rock pesado, direto e bem humorado do BARANGA faz de cada show uma verdadeira festa, sempre com muita interação com a galera. 'Filho Bastardo', 'Meu Mal' e 'Menina de 16' foram os pontos altos do show. O guitarrista Deca teve uma perfomance alucinante, no melhor estilo Angus Young.

Depois entrou em cena a clássica SALÁRIO MÍNIMO: o show foi uma viagem aos anos oitenta, com visual a caráter e grande presença de palco que emocionaram os amantes do Heavy Metal Tradicional ao executar pérolas como 'Delírio Estelar','Cabeça Metal' e 'Beijo Fatal'.

Era chegada a hora de um dos shows mais aguardados do festival: a lendária banda CHAKAL fez uma apresentação diferenciada, a começar pela qualidade do som, extremamente bem regulado e com o volume ideal para todos os instrumentos. Divulgando o recém lançado e já aclamado "Destroy! Destroy! Destroy!", foi uma porrada atrás da outra, destaque para 'Possessed Landscape', 'Flowers On Your Grave' e 'Jason Lives'. Vladimir Korg, considerado um dos melhores letristas do Metal nacional, é também um dos melhores frontman do Brasil.

Com a casa completamente lotada, entra em ação a principal atração do evento: o RATOS DE PORÃO mostrou no palco ser uma das bandas mais cultuadas da nossa cena, unindo punks e headbangers na mesma roda de mosh ao som de clássicos como 'Beber até morrer', 'Amazônia nunca mais', 'Aids, Pop, Repressão' e 'Commando(Ramones)'. Após o show, João Gordo foi atencioso com a galera, atendendo a todos e tirando fotos no backstage.

Já era madrugada, e devido ao compromisso com a excursão, tivemos que deixar o evento que ainda apresentou 3 excelentes shows: o EXECUTER, divulgando o DVD "25 Years Thrashing Heads"; a ECLIPTIKA que alterna vocais guturais e líricos; e a SVARTLAND encerrou o festival executando um Black Metal insano.

Mais uma vez o Triumph of Metal foi sucesso absoluto. Parabéns a toda equipe de produção, às bandas, e ao público que prestigiou. Em 2014 tem mais!



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Bandas Novas: 10 coisas que vocês jamais devem dizer no palcoBandas Novas
10 coisas que vocês jamais devem dizer no palco

Dave Mustaine: Kiko é o primeiro que me intimida desde FriedmanDave Mustaine
"Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman"


Sobre Écio Souza Diniz

Graduado em Ciências Biológicas e pesquisador na área de Ecologia e Evolução vegetal, sempre foi aficionado por leituras sobre o mundo do Rock/Metal. Além do metal, tem como paixões filmes de terror e épicos. Já participou como vocalista de várias bandas de Death/Grind, mas como nenhuma vingou se encontrou melhor em redigir matérias, fundando há alguns anos atrás o Pólvora Zine. Colabora também com vários sites especializados e com a revista Roadie Crew. Suas bandas preferidas são Iron Maiden, Black Sabbath, Dio, Dorsal Atlântica, Candlemass e Sarcófago.

Mais matérias de Écio Souza Diniz no Whiplash.Net.

adWhipDin