Engenheiros: Gessinger + "A Revolta dos Dândis" = Espetáculo

Resenha - Engenheiros do Hawaii (Teatro Mix, São Paulo, 22/10/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Tom Macedo
Enviar correções  |  Comentários  | 

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Sabe aquele cara que tem vários anos de estrada, emplacou incontáveis hits, tem canções que mesmo após muitos anos continuam atuais e leva sempre uma legião de fãs aonde se apresenta? Esse cara se chama Humberto Gessinger. Fundador, compositor, multi-instrumentista, alma e líder da banda Engenheiros do Hawaii durante toda e existência do grupo.

5000 acessosEngenheiros: Gessinger comenta sobre Licks e Maltz e descarta volta5000 acessosRoger Moreira: chamando Pitty de "imbecil" via rede social

Fotos: Kennedy Silva
http://www.facebook.com/KennedyFotografiaShow

Humberto foi convidado para participar do programa “Albuns Clássicos” do “Grupo Mix”, que aconteceu na última terça-feira (22/10/2013) no Teatro Mix em São Paulo. O álbum escolhido foi “A Revolta dos Dândis”. O projeto é bastante interessante, e tem como propósito reproduzir o álbum inteiro da forma mais fiel e na mesma sequência em que foi gravado. Apresentado por Rafaella Brites, a cada duas músicas executadas ela voltava ao palco e fazia perguntas para Humberto e os músicos convidados, que foram Rodrigo Tavares na guitarra e violão e Rafael Bisogno na bateria.

O local estava cheio, e por falar no Teatro Mix, os técnicos de som mandaram muito bem além da acústica do lugar que é muito boa, e o resultado foi um som do ótima qualidade.

As 20h:30min Rafa Brites aparece no palco e anuncia o que todo o público esperava.Teoricamente, seria um show previsível, já que todos sabiam exatamente qual música viria na sequência, mas ninguem se atentou a isso e os presentes vibraram quando o trio subiu ao palco.

O show começa com "A Revolta Dos Dândis I", e não vou dizer que todos cantaram juntos esta música, já que estaria menosprezando os fãs presentes que cantaram em alto e bom som todas as músicas executadas sem exceção. Na sequência é a vez de "Terra De Gigantes", considerada um dos hinos da banda. Então chega a vez do clássico, e por se tratar de um teatro, e ser um show que deveria ter estética já que passará no canal Mix, o público foi orientado a ficar sentado durante todo o show, mas com o "Infinita Highway", algumas pessoas não se contiveram e aplaudiram o trio de pé. Então Humberto chama “Refrão de Bolero”, uma música que emplaca apenas no inicio da década de 90, mas faz parte do album lançado em 1987.

Entre a pausa combinada a cada duas músicas, Humberto explicava sobre o album e falava da história de algumas canções. O papo era bastante descontraído e ele fazia brinacadeiras sobre a própria história dizendo sobre os confrontos da juventude de quando compos e gravou o album, e de como ele vê a oportunidade de reviver essa história.

Continuando o show, tocam "Filmes De Guerra, Canções De Amor" e "A Revolta Dos Dândis II". Rafa Brites comenta sobre sua fama de tímido, contrariando o Humberto comunicativo e brincalhão que estava ao palco.
Seguindo o album, executam "Além Dos Outdoors" e "Vozes", e o “Engenheiro” que não concluiu o curso diz que acreditava que “Vozes” seria o grande Hit que estouraria na mídia e viria a ser utilizada como música de trabalho, algo que não aconteceu.

E pra finalizar a sequência do álbum “A Revolta dos Dândis” o trio toca "Quem Tem Pressa Não Se Interessa", "Desde Aquele Dia" e "Guardas Da Fronteira" . Rafaella Brites volta ao palco, encerra o programa da rádio e anuncia que os presentes continuariam com “Engenheiros do Hawaii", e eles tocam “Dom Quixote” e “Bora”. O público pedia mais, só que ali o show se encerrava.

Como fã que sou de Humberto e de seu trabalho tanto no “Engenheiros do Hawaii”, “Pouca Vogal”, “Trio Grande do Sul” e solo, me senti realizado de pela primeira vez ter a chance de assistir pessoalmente um show desse grande mito. Agora fico na expectativa de uma próxima oportunidade para ver músicas que não foram executadas nesse evento, mais que são presenças certas em apresentações do artista.

Agradecemos a Clarisse Goldberg pelo credenciamento e parabenizamos Grupo Mix pela iniciativa.

Set-List:

1 - A Revolta Dos Dândis I
2 - Terra De Gigantes
3 - Infinita Highway
4 - Refrão de Bolero
5 - Filmes De Guerra, Canções De Amor
6 - A Revolta Dos Dândis II
7 - Além Dos Outdoors
8 – Vozes
9 - Quem Tem Pressa Não Se Interessa
10 - Desde Aquele Dia
11 - Guardas Da Fronteira

Bis:

12 - Dom Quixote
13 - Bora

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.


EngenheirosEngenheiros
Gessinger comenta sobre Licks e Maltz e descarta volta

559 acessosHumberto Gessinger: baixista revela detalhes sobre DVD solo1150 acessosHumberto Gessinger: Resenha e fotos do show em Porto Alegre0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Engenheiros Do Hawaii"

Pra discutirPra discutir
Os 100 melhores discos do rock brasileiro

BRockBRock
Os 10 melhores álbuns dos anos 80

0 acessosTodas as matérias da seção Resenhas de Shows0 acessosTodas as matérias sobre "Engenheiros Do Hawaii"


Roger MoreiraRoger Moreira
Chamando Pitty de "imbecil" via rede social

TatuagensTatuagens
Homenagens à banda Iron Maiden na pele dos fãs

System Of A DownSystem Of A Down
Daron Malakian ensina como ser músico

5000 acessosComo batizar a criança: os nomes de bandas mais estúpidos5000 acessosSabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca5000 acessosIron Maiden: a fotografia de "The Final Frontier"5000 acessosGeezer Butler: morte de Dio poderia ter sido evitada5000 acessosDeath On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie Mercury5000 acessosGuns N' Roses: Axl e Slash em "As Canções Que Você Fez Pra Mim"

Sobre Tom Macedo

Mineiro, Tom Macedo foi para São Paulo ainda pequeno. Com sete anos de idade, ganha de um colega da primeira série uma fita K7. A fita em questão era Seventh Son of a Seventh Son do Iron Maiden, e o pequeno garoto se apaixona pelo estilo musical até então desconhecido. Hoje, Tom é guitarrista e compositor de uma banda, é fanático por Kiss e diferente de todos em São Paulo, adora um congestionamento só para ter mais tempo de escutar o bom e velho Rock and Roll.

Mais matérias de Tom Macedo no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online