RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO hit da Legião Urbana que traz crítica contra "Escolinha do Professor Raimundo"

imagemA banda que desbancava Roberto Carlos na época da Jovem Guarda, segundo Miguel Plopschi

imagemNarrador Luiz Carlos Jr. manda ver em cover de "Holy Diver"; assista vídeo

imagemA opinião curta e grossa de Tony Iommi sobre documentário de Ronnie James Dio

imagemPrince "não sabia lidar com as pessoas", segundo seu antigo empresário

imagemA banda que Mustaine achou que pudesse ser a nova encarnação dos Beatles (e não foi)

imagemSete canções de Rock que citam a Rainha Elizabeth II na letra

imagemBillie Joe Armstrong acorda antes de setembro acabar e mostra o corpo em Miami Beach

imagemAnthrax: Scott Ian revela qual música ele apagaria da história da banda

imagemJoão Gordo e Casagrande conversam sobre soluções inteligentes para a Cracolândia

imagemMetallica queria que o Mars Volta tocasse uma música. Não tocaram. O Metallica tocou.

imagemSalgadinho, ex-Katinguelê, diz que não tem como ouvir Legião Urbana e ser conformado

imagemOs dois filmes que deram origem ao título do novo álbum do Megadeth, segundo Mustaine

imagemSteve Harris explica a mudança no tracklist do "The Number of the Beast"

imagemThe Cure: 5 bandas que o vocalista Robert Smith já declarou odiar


NFL Steve Harris

Skillet: Banda lotou o Carioca Club de São Paulo

Resenha - Skillet (Carioca Club, São Paulo, 04/10/2013)

Por Tom Macedo
Em 07/10/13

Com certeza, o dia 04 de Outubro de 2013 ficará marcado para sempre na vida da banda Skillet e de seus fãs Brasileiros. Na estrada há quase 18 anos, essa foi a primeira vez que a banda norte-americana de Rock Cristão pisou em solos tupiniquins. Após tocarem em recife um dia antes, o grupo se apresentou em grande estilo no Carioca Club em São Paulo, lotando a casa para um show muito bem organizado pela Dark Dimensions.

Fotos por: Kennedy Silva - Proibida a utilização ou reprodução das imagens sem prévia autorização.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Antes mesmo de a casa abrir, havia uma grande concentração de fãs que já estavam na frente do local e acompanharam a chegada da banda por volta das 16h30min. Exatamente às 18h30min, foi liberada a entrada do público, e cada pessoa que entrava, fazia questão de garantir seu lugar bem próximo à grade. A casa foi enchendo, e a cada luz que ascendia ou apagava, os presentes se manifestavam gritando e levantando os braços.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Exatamente as 20h00min, as luzes ambientes se apagaram por definitivo e a galera começou a gritar sem parar o nome da banda. O telão ao fundo do palco começa a passar uma espécie de vídeo clipe com os integrantes da banda e toca uma introdução a base de sintetizadores. Então a banda sobe ao palco e inicia com a música "Hero". Em seguida, continuando com a ótima energia de início de show, mandam "Whispers In The Dark" e "Better Than Drugs". Em "Sick Of It", a empolgação do frontman John Cooper é tamanha, que ele acaba se desequilibrando e caindo no palco. Então pela primeira vez na noite, temos as participações de Tate Olsen no Cello e Jonathan Chu no violino para tocarem "Comatose". Logo vieram "Those nights" e "Awake And Alive".

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Chega então um dos momentos mais marcantes de todo o show, com a banda tocando "Rise". Quando a música acaba, o Carioca lotado continua entoando o refrão "Rise, Rise, Rise and Revolution". Na sequência vieram "Last Night", "Not Gonna Die" e "Savior". E outro momento marcante do show acontece quando um tradutor sobe ao palco e John Cooper diz ser a primeira vez que vem ao Brasil, más que voltará em breve e emenda dizendo o seguinte: "Gostaria de levar vocês para a América do Norte, assim vocês ensinanariam a eles como se curte um show de Rock’n’Roll". E chega a vez da canção "American Noise". Já era notável que o show se aproximava do final, então começaram algumas performances solos, onde destaco o cellista Tate Olsen, o violinista Jonathan Chu e o ótimo guitarrista Seth Morisson. Chega a vez de "Circus For a Psycho" e o clássico "Monster", que foram cantados de forma uníssona por um público fantástico e muito caloroso. Por último, o grupo toca a canção "Rebirthing", e agradece mais uma vez aos presentes, que fizeram um show a parte.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Eu particularmente gosto bastante da estrutura e localização do Carioca Club, que recebeu mais uma banda de muita qualidade e um público incrível em todos os aspectos, somado a uma organização impecável resultando um maravilhoso espetáculo. A banda Skillet, com certeza, terá ótimas recordações do Brasil e cumprirá sua promessa de voltar, afinal, nenhum fã quer esperar mais 18 anos para vê-los novamente.

Agradecimentos à Dark Dimensions e ao Marcos Rocha pelo credenciamento.

Skillet é formada por:
John Cooper - Vocal e Baixo
Korey Cooper - Guitarra, Sintetizador e Voz
Jen Ledger - Bateria e Voz
Seth Morrison - Guitarra
Scotty Rock - Baixo
Tate Olsen - Cello
Jonathan Chu - Violino

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Set List:
1. Hero
2 .Whispers In The Dark
3 .Better Than Drugs
4. Sick Of It
5. Comatose
6. Those nights
7. Awake And Alive
8. Rise
9. Last Night
10. Not Gonna Die
11. Savior
12. American Noise
13. Circus For a Psycho
14. Monster
15. Rebirthing

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Outras resenhas de Skillet (Carioca Club, São Paulo, 04/10/2013)

Resenha - Skillet (Carioca Club, São Paulo, 04/10/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Sebastian Bach: "A música pode pertencer a Deus mas o diabo fica com as melhores faixas"

John Cooper, do Skillet, não mede palavras e dispara contra hipocrisia no cristianismo

Gibson: os 50 melhores covers da história do rock

Nirvana: Dave Grohl comenta sobre o funeral de Kurt Cobain


Sobre Tom Macedo

Mineiro, Tom Macedo foi para São Paulo ainda pequeno. Com sete anos de idade, ganha de um colega da primeira série uma fita K7. A fita em questão era Seventh Son of a Seventh Son do Iron Maiden, e o pequeno garoto se apaixona pelo estilo musical até então desconhecido. Hoje, Tom é guitarrista e compositor de uma banda, é fanático por Kiss e diferente de todos em São Paulo, adora um congestionamento só para ter mais tempo de escutar o bom e velho Rock and Roll.

Mais matérias de Tom Macedo.