Resenha - Suicidal Angels (Hangar 110, Sao Paulo, 12/01/2013)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por FLAVIO SANTIAGO
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

Abrindo o calendário de shows internacionais em 2013 os gregos do Suicidal Angels debutaram em terras brasileiras e fizeram um show memorável para os amantes do thrash metal dos anos 80.

Rock e Metal: todo artista tem uma fase vergonhosaRock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os tempos

As bandas Guillotine, Leviaethan e Bywar foram as responsáveis pela abertura do show e não decepcionaram aos fãs com performances devastadoras e com sonoridade remetida ao thrash metal e heavy metal dos anos 80.

Após uma rápida troca de palco e uma breve introdução os gregos tomam conta do palco e com "Bloodbath" faixa que intitula o aclamado álbum lançado no ano passado dão inicio ao massacre sonoro, o público por sua vez corresponde a altura como muitos stage dives e mosh pits.

Como citado anteriormente o Suicidal Angels tem sua sonoridade calcada no thrash dos anos 80 com claras influências de bandas como Slayer e Testament, mas ao mesmo tempo não ficam reféns deste rótulo e tem uma sonoridade bem particular e vem crescendo a cada álbum mostrando um futuro promissor na cena musical atual.

O show prossegue e petardos como "Bleeding Holocaust", "Pestilence of Saints" e "Moshing Crew" fazem a alegria dos bangers presentes, à banda no geral se mostrou muito carismática, especialmente o vocalista/guitarrista Nick Melissourgos e sempre tentavam manter contato com o publico, outro ponto a ser citado e a incrível performance de palco da banda que se movimenta bastante e torna o show com níveis de energia em alta, ingrediente imprescindível para bandas que tocam o bom e velho thrash metal.

Com um show certeiro e potente o Suicidal Angels agradou a todos os fãs, sejam eles de longa data ou recém-adquiridos e se mostra com uma grata surpresa no cenário mundial, encerrando o show com as poderosas "Beggar of Scorn" e "Apokathilosis".

Sem dúvidas teremos um ano extenso de grandes shows, mas afirmo com certeza que este terá seu espaço em futuras listas de melhores do ano.

Fotos:

Mais fotos em: http://www.flickr.com/photos/flaviosantiago/sets/72157632524656205/

Agradecimentos: CP Management e Costabile Salzano Jr.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Suicidal Angels"Todas as matérias sobre "Bywar"Todas as matérias sobre "Leviaethan"Todas as matérias sobre "Guillotine"


Thrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionávelThrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável


Rock e Metal: todo artista tem uma fase vergonhosaRock e Metal
Todo artista tem uma fase vergonhosa

Rock Progressivo: as 25 melhores músicas de todos os temposRock Progressivo
As 25 melhores músicas de todos os tempos

Homossexualidade: 5 nomes da cena rock/metal que assumiramHomossexualidade
5 nomes da cena rock/metal que assumiram

A História da New Wave Of British Heavy MetalPresença de Palco: dicas para iniciantesOs estranhos relacionamentos de Janis JoplinStewart Copeland: "Não levava Led Zeppelin a sério graças aos vocais"

Sobre FLAVIO SANTIAGO

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.