Maná: show da turnê Drama Y Luz em São Paulo

Resenha - Maná (Credicard Hall, São Paulo, 26/10/2012)

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Otávio Augusto Juliano
Enviar correções  |  Ver Acessos

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

A banda MANÁ passou mais uma vez pelo Brasil e os fãs paulistanos puderam conferir novamente a performance dos mexicanos na última sexta-feira 26 de outubro, no Credicard Hall.

Paula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black MetalSlash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Fotos por Rafael Koch Rossi (T4F)

O MANÁ é um dos grupos mais bem sucedidos no segmento de Pop/Rock latino e dessa vez trouxe para o público a turnê "Drama Y Luz", nome do seu último álbum de estúdio, lançado em 2011.

Em mais de duas horas de apresentação, o MANÁ fez um show repleto de luzes coloridas no palco e de imagens projetadas nos telões e em um pano gigante que descia do teto, sem contar as inúmeras brincadeiras e conversas do vocalista Fher com o público.

Com o Credicard Hall lotado, a banda causou uma agitação geral e muitos aproveitaram para dançar ao ritmo latino, inclusive as pessoas que estavam sentadas. Seja na cadeira, seja em pé, os fãs não ficaram parados e responderam com gritos, palmas e, é claro, soltando a voz para cantar junto com o grupo mexicano.

Fher chegou até a escolher uma "chica" que estava na parte da frente da pista para subir ao palco. Convidou-a para sentar em um sofá, tomar tequila e cantar junto com os músicos.

Dentre as canções tocadas, "Mariposas Tracioneras", "Vivir Sin Aire", "Rayando El Sol" e ainda músicas mais recentes como "Latinoamérica", que foi um dos pontos altos da noite, com seu ritmo mais acelerado e suas letras fortes em defesa dos latinos.

Para o final, o MANÁ reservou dois grandes sucessos. O vocalista Fher hasteou as bandeiras do Brasil e do México e vieram "Labios Compartidos" e "Corazón Espinado", quando o relógio marcava quase uma hora da madrugada.

A banda agora segue para Belo Horizonte e Porto Alegre, mostrando que está cada vez mais identificada os "hermanos" brasileiros e que é sempre muito bem vinda por aqui.

Agradecimentos a Guilherme Oliveira (T4F) pela atenção e credenciamento.

Banda:
Fher Olvera - vocal, guitarra
Sergio Vallín - guitarra
Juan Calleros - baixo
Alex González - bateria




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de ShowsTodas as matérias sobre "Maná"


Bateristas: os dez melhores em vídeo, com algumas surpresasBateristas
Os dez melhores em vídeo, com algumas surpresas

WatchMojo: As melhores bandas de Rock em espanholWatchMojo
As melhores bandas de Rock em espanhol


Paula Fernandes: aos 19 anos ela ia em shows de Black MetalPaula Fernandes
Aos 19 anos ela ia em shows de Black Metal

Slash: por que ele usa óculos escuros o tempo todo?Slash
Por que ele usa óculos escuros o tempo todo?

Di'Anno: Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!Di'Anno
"Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"

Metal Alemão: as 10 melhores bandas segundo o About.comDave Mustaine: "Kiko é o primeiro que me intimida desde Friedman"Guitarras e motos: as dez melhores músicas sobre motocicletas.Kiko Loureiro: canções que fizeram ele ser o músico que é hoje

Sobre Otávio Augusto Juliano

Otávio é paulistano, tem 29 anos e faz algo nada a ver com o Rock: é advogado. Por gostar muito de música e não possuir talento algum para tocar instrumentos musicais, tornou-se um comprador compulsivo de cds. Sempre interessado em leitura ligada ao Rock e Metal, começou a enviar algumas pequenas colaborações para a Whiplash e hoje contribui principalmente com textos relacionados ao Hard Rock, estilo musical de sua preferência. De qualquer forma, é eclético e não dispensa álbuns de todas as demais vertentes do Metal, sendo fã incondicional de W.A.S.P., Mötley Crüe e dos trabalhos do guitarrista Steve Stevens.

Mais matérias de Otávio Augusto Juliano no Whiplash.Net.