Matérias Mais Lidas

Iron Maiden: escola bate o martelo contra demitir diretora fã do grupoIron Maiden: escola bate o martelo contra demitir diretora fã do grupo

Whitesnake: Coverdale confirma que Dino Jelusić vai cantar na banda; qual o problema?Whitesnake: Coverdale confirma que Dino Jelusić vai cantar na banda; "qual o problema?"

Dave Grohl: ele toca Smells Like Teen Spirit na bateria 30 anos depois e impressionaDave Grohl: ele toca Smells Like Teen Spirit na bateria 30 anos depois e impressiona

Dream Theater: John Petrucci fala sobre a falta de mulheres em seus showsDream Theater: John Petrucci fala sobre a falta de mulheres em seus shows

Angra: a música do Whitesnake que inspirou a criação da clássica Carry OnAngra: a música do Whitesnake que inspirou a criação da clássica "Carry On"

Slayer: a banda pode se reunir? Gary Holt diz o que achaSlayer: a banda pode se reunir? Gary Holt diz o que acha

Zakk Wylde: para ele, Ozzy em Sabotage está no nível de Robert Plant e Ian GillanZakk Wylde: para ele, Ozzy em Sabotage está no nível de Robert Plant e Ian Gillan

Dia dos Professores: relembre 20 discos que são verdadeiras aulas de metalDia dos Professores: relembre 20 discos que são verdadeiras aulas de metal

Sebastian Bach: ele fala o que pensa de cantar os agudos de músicas de 30 anos atrásSebastian Bach: ele fala o que pensa de cantar os agudos de músicas de 30 anos atrás

Alice Cooper: o disco que deixou Frank Zappa intrigado; ninguém vai acreditar nissoAlice Cooper: o disco que deixou Frank Zappa intrigado; "ninguém vai acreditar nisso"

Puddle of Mudd: vocalista foge das groupies; mulherada não me deixa dormirPuddle of Mudd: vocalista foge das groupies; "mulherada não me deixa dormir"

Angra: Andreoli revela inspiração do Angra, e não é nada do saturado power metalAngra: Andreoli revela inspiração do Angra, e não é nada do "saturado power metal"

Lars Ulrich: dando rolê em San Francisco com esposa e casal Alissa White-Gluz e DoyleLars Ulrich: dando rolê em San Francisco com esposa e casal Alissa White-Gluz e Doyle

British Lion: banda de Steve Harris cancela turnê devido a protocolos inaceitáveisBritish Lion: banda de Steve Harris cancela turnê devido a "protocolos inaceitáveis"

Lista: 10 álbuns horríveis lançados por grandes bandas nos anos 1980Lista: 10 álbuns horríveis lançados por grandes bandas nos anos 1980


Stamp

Marillion: um show memorável no Rio de Janeiro

Resenha - Marillion (Vivo Rio, Rio de Janeiro, 13/10/2012)

Por Marcelo Prudente
Fonte: Território da Música
Em 21/10/12

Ao pensar nos grandes grupos de rock progressivo automaticamente a memória projeta a imagem de baluartes britânicos dos anos 1970 como: Yes, Emerson Lake & Palmer, Genesis, Pink Floyd e Jethro Tull, onde cada qual dava vida a sua arte partindo de influências diversas como a complexa música clássica, o egocentrismo do Jazz e o despojamento do Blues.

Alguns mais audaciosos que outros iam além, buscando influências nas atividades circenses e teatrais. Mas o que todos, sem exceção, compartilhavam entre si era o bom gosto em criar música, que, hoje, se gabam de ter passado pelo implacável teste do tempo.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Na década seguinte, com o mercado menos receptível ao estilo, poucos foram os nomes em destaque no cenário progressivo, sendo o maior deles o também britânico, Marillion.

Desde seu primeiro registro de estúdio, "Script for a Jester’s Tear", de 1983, a banda já despontava como uma das maiores promessas do rock progressivo. No final da década de 1980, em uma decisão ousada e precisa, o grupo muda sua voz saindo o cênico Fish entrando o até então desconhecido Steve Hogarth (How We Live e Europeans). O que poderia se transformar em uma tragédia grega acabou saindo melhor que encomenda. Com Steve nos vocais, a banda debutou em grande estilo com o aclamado "Season’s End", de 1989. De lá para cá o grupo alternou momentos de pura magnificência e outros de gosto duvidosos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com turnês por todo mundo, o público brasileiro teve a oportunidade de assisti-los em duas ocasiões: Hollywood Rock (1990) e quando da divulgação do álbum "This Strange Engine", em 1997. Desde então, os brasileiros amargaram um castigo que só veio ter o seu ponto final nos últimos dias 11 (São Paulo), 13 (Rio de Janeiro) e 14 (Porto Alegre).

A noite na capital fluminense começou com os cariocas do Anxtron e seu progressivo instrumental que se vale das ambientações, o dinamismo das composições e a qualidade individual de seus integrantes. Os caras são audaciosos apostando alto num mercado tão segmentado que é o da música progressiva, com o agravante de não ter um vocalista. Se isso vai virar razão de sucesso ou de uma corda no pescoço só o tempo dirá, mas pelo apresentado até aqui as expectativas são animadoras.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Chegada a hora que todos esperavam, é sob os acordes de "Splintering Heart" que o Marillion quebra o jejum de 15 anos longe dos palcos cariocas. De imediato já dava para se ter ideia de que a noite seria para lá de especial, com um show de ambas as partes: público e banda.

"Slainte Mhath" vem rememorar o álbum Clutching at Straws, tirando o fôlego dos presentes com seu peculiar peso. Com a educação de um lorde inglês e boas doses de bom humor, Steve Hogarth faz as honras da casa, apresentando a próxima canção, "You’re Gone", que não tem o menor trabalho em manter a excitação do público. "Essa é uma música que lançamos na semana passada ou retrasada, algo assim", disse o vocalista. "Sounds That Can’t Be Made" é homônima ao novo disco e, mais uma vez, agrada pelas suas nuanças e elegância que é tão peculiar à carreira da banda. A radiofônica "Beautiful" teve cada verso cantado em uníssono, fato que deixou os músicos visivelmente emocionados.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

O Marillion é um dos poucos grupos que conseguem caminhar na tênue linha do pop e progressivo, pois agregam à sua música melodias de fácil degustação, regidos por uma qualidade pouco encontrada no mercado. E mesmo temas que requerem certa complexidade conseguem chegar aos ouvidos de uma maneira suave e receptiva, fugindo do malabarismo instrumental que alguns desavisados insistem impor ao público.

"Power" dá contornos ao novo disco e vem provar que criatividade é algo inesgotável em se tratando Marillion. Nessa altura do show Steve Horgarth (vocal), Steve Rothery (guitarra), Mark Kelly (teclados), Pete Trewavas (baixo) e Ian Mosley (bateria) tinham mais do que o controle da apresentação, não precisavam lançar mão dos grandes clássicos, afinal, o público carioca estava mais do que entregue às melodias e canções da banda. Ignorando esse fato, o maior hit dos britânicos, "Kayleigh", prova que música boa passa pela prova do tempo, e essa música, caro leitor, vai sempre ter lugar cativo na memória do público.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

O clima era tão intimista que os músicos pareciam tocar para os amigos mais próximos e acabou proporcionando um dos melhores momentos da noite. Sob os apelos e versos cantados numa só voz, os músicos fogem do protocolo e sacam a não planejada "Lavender". Desnecessário comentar a reação efusiva do público a cada verso e melodia da canção. Tentaram, por duas vezes, tocar a canção "The Sky Above the Rain", mas o baixo de Pete e o teclado de Mark não colaboraram, o que acabou rendendo boas risadas por parte da banda e público.

Sem problemas, afinal, a substituta foi um clássico do teor de "The Great Escape". Ainda teve tempo para "Afraid of Sunlight", encerrando o set com uma das melhores canções da era Hogarth, "Neverland. Soberbo o poder de interpretação do vocalista.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Sob pedidos incessantes do público, a banda volta para o encore com a complexa "The Invisible Man". Mais uma vez a platéia presencia rara interpretação de uma banda para com sua obra. "Easter" é mais do que bem recebida, o que é algo corriqueiro em tratando dessa canção. A noite fecha com "Sugar Mice" que ficou irrepreensível na voz de Steve.

Depois de duas horas de show, que passaram como num piscar de olhos, o Marillion entrega ao público carioca um show memorável que fez valer os 15 anos de espera. A banda é uma das últimas representantes do rock progressivo britânico - se não for a única - que mantém uma carreira ativa, celebrando o momento presente com obras tão boas quanto as do passado. Acredite, amigo, isso é para quem pode e não para quem quer. E esses britânicos podem, e muito.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Tunecore 2
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rock Till You Drop: Marillion; A atual fase da banda (vídeo)

Música na Biblioteca: 10 bandas que tiveram seus nomes inspirados por livrosMúsica na Biblioteca: 10 bandas que tiveram seus nomes inspirados por livros


Lista: 25 músicas gravadas por bandas de rock que apareceram em trilhas de novelasLista: 25 músicas gravadas por bandas de rock que apareceram em trilhas de novelas

Música na Biblioteca: 10 bandas que tiveram seus nomes inspirados por livrosMúsica na Biblioteca: 10 bandas que tiveram seus nomes inspirados por livros

Classic Rock: os 50 maiores álbuns de rock progressivoClassic Rock: os 50 maiores álbuns de rock progressivo


Iron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo HorizonteIron Maiden
Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

Dead Fish: A proposta mais indecente que a banda já recebeu pelo FacebookDead Fish
A proposta mais indecente que a banda já recebeu pelo Facebook


Sobre Marcelo Prudente

Marcelo Prudente, 28 anos, nascido em Volta Redonda/Rio de Janeiro. É profissional da área de Comunicação, trabalha com Publicidade e Jornalismo. Começou a tomar gosto pela música quando criança por influência dos pais e tio. Louco pela carreira do velho madman, Ozzy Osbourne. Curte também Iron Maiden, Kiss, Rammstein, Rob Zombie, Alice Cooper, etc. E já perdeu a conta dos bons shows que já assistiu e dos ótimos discos que tem. Para mais informação: http://rockonstage.blogspot.com/. Long live to Rock n' Roll.

Mais matérias de Marcelo Prudente.